Header Ads Widget

header ads

Idosa sobrevive 7 dias na mata comendo capim

 Segundo o site https://www.msn.com: Uma idosa de 75 anos foi encontrada na última segunda-feira (22) depois de uma semana desaparecida em uma região de mata na cidade de Alcântaras, a 261 km de Fortaleza (CE). 

Segundo um comunicado do Corpo de Bombeiros do Ceará, a idosa, identificada como Rita de Cássia, sobreviveu bebendo água da chuva e comendo capim. Ela foi resgatada com arranhões e encaminhada para um hospital da região.

Leia também:

+ Triatleta com três Ironman no currículo morre de Covid 

+ Como o piloto Antonio Sena sobreviveu a 36 dias na mata no Pará

Dona Rita, como é conhecida na cidade, foi encontrada por um rapaz. Ela estava deitada debaixo de uma moita. “Ela está toda arranhada, debilitada, está muito frágil”, comentou Francisco, filho da idosa. “Eu não sei nem explicar como estou me sentindo, até agora. Foi uma emoção muito grande, tanto para mim, quanto para os meus irmãos”, completou.

A idosa estava bastante debilitada por ter passado a semana se alimentando só de capim. Alcântaras é um município de cerca de 11.500 habitantes, cercado de colinas e matas. Com ajuda de moradores, o Corpo de Bombeiros procedeu ao resgate. Os primeiros exames indicam que a idosa teve uma crise de diabetes, além da pressão arterial abaixo do normal.

De acordo com o filho, ela acabou de perdendo provavelmente por causa da depressão e morar sozinha. “Foi um milagre. Eu não estava esperando encontrar ela com vida”, disse Francisco. Ele disse que ela deverá morar com um dos filhos, após ter alta. “Nós vamos cuidar dela.”

O post Idosa sobrevive 7 dias na mata comendo capim aparece primeiro no Go Outside.

Postar um comentário

0 Comentários