Header Ads Widget

header ads

Nove detentos fogem de penitenciária de Salvador

 Segundo o site https://www.noticiasaominuto.com.br: A fuga foi tornada pública pelo Sindicato dos Servidores Penitenciários do Estado da Bahia (Sinspeb)

Ao menos nove presos fugiram do Complexo Penitenciário de Salvador, no bairro da Mata Escura, na capital baiana, na tarde destedomingo(7). A fuga foi tornada pública pelo Sindicato dos Servidores Penitenciários do Estado da Bahia (Sinspeb) e confirmada pela secretaria estadual de Administração Penitenciária (Seap) na manhã dehoje(8).                      Segundo o sindicato, os nove internos utilizaram cordas improvisadas - as chamadas Terezas, feitas com lençóis – para escalar o muro do pavilhão principal e chegar até a rua, onde se embrenharam pelo matagal que cerca o complexo prisional e escaparam em direção a bairros próximos. De acordo com o sindicato, a ação foi facilitada pela falta de vigilantes.

No momento da fuga, 13 policiais penais trabalhavam no complexo penitenciário na tarde dedomingo, vigiando816 detentos. Segundo o sindicato, olocal não conta com câmeras de monitoramento, bloqueadores de sinal de telefonia e nem barreiras externas que limitem o acesso de pessoas. O patrulhamento do entorno da unidade, que o sindicato afirma caber à Polícia Militar, não estaria sendo realizado.

“Vale salientar que a vigilância perimetral das unidades prisionais baianas ainda está sob responsabilidade da Polícia Militar da Bahia, apesar da criação da Polícia Penal, pelo Congresso Nacional, no final de 2019”, informouo sindicato, emnota divulgada nas redes sociais.

“Somando à grave escassez de policiais penais, a guarda do perímetro e das muralhas, que ainda está sob competência da Polícia Militar, não está sendo realizada. A PM retirou todos os seus prepostos das muralhas dos estabelecimentos penais.”

O sindicato divulgou um vídeo da fuga, que disse tersido filmadapor uma pessoa que mora próximo ao complexo penitenciário. Nas imagens é possível contar12 homens se esgueirando por entre o mato em uma via próxima à Avenida Gal Gosta. De acordo com o sindicato, parte deles teria ajudado o grupo de detentos a fugir.

Em nota, a Seap afirma que a fuga foi constatada por volta das 15h30, quando policiais penais que faziam ronda na área externa do complexo penitenciário encontraram uma corda improvisada. Após conferência geral, foi confirmada a falta de nove detentos:Vitor Perreira dos Santos, Yuri Carlson Santana Santos, Luís Felipe Barros Cerqueira, Luciano Santos de Jesus Júnior, Lailson Campos Souza, Claudiomar Santos de Santana, Janderson dos Santos Silva, Carlos Diran Silva Machado e Luis Lima dos Santos.

“As providências cabíveis já estão sendotomadaspela direção do presídio e das polícias Militar, Civil e Penal. As autoridades pertinentes já foram alertadas e seguem com a apuração dos fatos para a elucidação da forma em que se protagonizou a fuga”, acrescentoua Seap.

A Agência Brasil consultou a Polícia Militarsobre o patrulhamento no perímetro da unidade e aguarda resposta. 

Postar um comentário

0 Comentários