Header Ads Widget

header ads

Idosos são enganados com falsa aplicação de vacina em Petrópolis e Niterói

 Segundo o site https://diariodorio.com: Familiares que gravaram os momentos de aplicação da vacina denunciaram que o imunizante não foi aplicado

Familiares que gravaram os momentos de aplicação da vacina em idosos denunciaram que houve falsa aplicação do imunizante. Os casos, que viralizaram na internet, aconteceram em Petrópolis e em Niterói.

Em Niterói, um vídeo mostra o momento em que uma técnica insere a seringa, mas não aplica a dose em um idoso. Na hora que ele é vacinado, os parentes comemoraram, mas depois, ao rever as imagens, eles perceberam que havia algo errado. De acordo com a prefeitura de Niterói, a enfermeira foi afastada da função e será investigada pela Secretaria Municipal de Saúde. Eles destacam ainda que o idoso recebeu o imunizante em casa.                                                                                                                                                                    Já em Petrópolis, o caso foi um pouco diferente: foi utilizada uma seringa vazia em uma idosa. Nas imagens, é possível ver a técnica em enfermagem tentando tirar a proteção da agulha da seringa. O familiar da idosa, que está no banco de motorista e filmando a ação, diz que é melhor trocar. A técnica então se dirige à tenda montada e pega outra seringa. Ao retornar, a seringa sem dose é aplicada na idosa.

Em nota, a prefeitura de Petrópolis confirmou que a seringa estava vazia e afirmou que entrou em contato com o familiar da idosa, e já realizou a aplicação do imunizante na paciente. A técnica de enfermagem, que foi filmada no momento da falsa aplicação, foi afastada e será ouvida nesta segunda-feira (15/02) em um procedimento interno.

Caso no Rio de Janeiro

No Rio, os profissionais que aplicam a vacina foram orientados a mostrar a seringa sendo cheia de imunizante antes da aplicação, para evitar fraudes e dar mais segurança no processo.

Mesmo assim, na capital fluminense a família de uma idosa também registrou imagem do momento da vacinação e percebeu que a dose não foi aplicada. Após um familiar chamar atenção do profissional de saúde, a seringa foi novamente injetada e a vacina aplicada. O agente que aparece no vídeo não estava identificado.

O caso ocorreu na sexta-feira (12/02). No sábado (13/02), a família voltou ao Parque Olímpico e procurou a coordenação do posto de vacinação, que informou que apuraria o ocorrido. Até agora, a família não recebeu retorno.

A Secretaria Municipal de Saúde do Rio confirmou ao portal de notícias G1 que houve uma intercorrência na aplicação da dose em um paciente, mas que a situação foi imediatamente resolvida.

A secretaria recomendou que, em caso de dúvida sobre a aplicação, os familiares questionem imediatamente os profissionais de saúde. Fotos e imagens estão totalmente liberadas no momento da aplicação da vacina. 

Postar um comentário

0 Comentários