quarta-feira, 20 de janeiro de 2021

Sete pessoas da mesma família morrem por falta de oxigênio

 Segundo o site https://www.noticiasaominuto.com.br/brasil: Elas tinham sintomas de Covid-19 e estavam internadas em um hospital do estado do Pará, que ficou sem tanques de oxigênio.

Nas últimas 24 horas, sete pessoas da mesma família morreram com sintomas de Covid-19 na Unidade Básica de Saúde (UBS) do município de Faro, no estado do Pará, que ficou sem tanques de oxigênio.                                                                                                          De acordo com o G1, trata-se de três mulheres e quatro homens que não resistiram a complicações de ordem respiratória, entre segunda-feira e esta terça-feira.

A sétima pessoa do mesmo agregado familiar a falecer foi um homem, que perdeu a vida na tarde de hoje, altura em chegaram ao município seis tanques de oxigênio.

Estas não foram as únicas vítimas mortais resultantes da falta de oxigênio generalizado, existindo registro de um outro homem, que faleceu na mesma unidade de saúde.

Recorde-se que o município de Faro atravessa um colapso da rede de Saúde devido à falta de oxigênio, medicamentos e camas de hospital para o tratamento de pacientes com Covid-19. A região fica na fronteira com o Amazonas, estado que enfrenta uma situação semelhante e que teve de transferir dezenas de infectados para outras cidades, para receberem oxigênio.

Faro junta-se assim a Manaus, capital do Amazonas, que, desde quinta-feira, vive uma grave crise de saúde devido à falta de camas em hospitais e de oxigênio para pacientes com Covid-19 que estão ligados a ventiladores mecânicos, sendo que alguns morreram asfixiados.

  

    

Nenhum comentário:

Postar um comentário