Header Ads Widget

header ads

Paciente de 91 anos com Covid é estuprado dentro de hospital

 Segundo o site https://pleno.news/brasil: Suspeito era um outro paciente do local e foi preso pela polícia após exame comprovar prática do crime

Um idoso de 91 anos com Covid-19 foi estuprado dentro do Hospital Municipal de Campanha na Via Costeira, em Natal, no Rio Grande do Norte. Segundo a Polícia Militar, o homem estava internado no local e foi abusado por outro paciente. O caso foi registrado na quarta-feira (6).           O suspeito seria um paciente de 37 anos, e, de acordo com a PM, uma avaliação médica teria constatado que o crime foi consumado. Ainda de acordo com um relatório da corporação, o suspeito, a vítima e testemunhas foram levados para a Central de Flagrantes da Polícia Civil com o apoio do Serviço Móvel de Urgência (Samu).

Leia também1 Após pressão do agronegócio, Doria recua em ajuste fiscal
2 Veja como o Enem 2020 irá adequar-se à pandemia
3 Bolsonaro chama Bonner de 'sem-vergonha': 'Acabou a teta'
4 Eficácia da CoronaVac é de 78%, apontam estudos feitos no Brasil
5 Genival Lacerda morre aos 89 anos por complicações da Covid

Nesta quinta-feira (7), agentes da Central de Flagrantes informaram que o suspeito recebeu voz de prisão e foi encaminhado para a ala de presos do Hospital Walfredo Gurgel, na Zona Leste da cidade. Já a vítima foi levada de volta para o Hospital de Campanha.

– Foi ouvida a pessoa que teria visualizado a atitude suspeita, assim que ela adentrou no quarto para entregar as comidas dos pacientes internos. Ela verificou essa atitude e achou estranho. Essa copeira, de imediato, acionou a equipe médica e os profissionais de saúde que ali estavam, e eles imediatamente tiraram o idoso do leito [em] que se encontrava – disse a delegada Milena Casimiro.

A agente policial destacou ainda que os médicos da própria unidade constataram previamente as lesões no corpo do paciente de 91 anos e que, por conta disso, ainda será solicitado um exame de corpo de delito para detalhar os fatos.

– A partir de agora nós vamos escutar os profissionais de saúde que ali trabalham, escutar testemunhas e solicitar as perícias necessárias para elucidação completa do caso – completou ela.

Postar um comentário

0 Comentários