segunda-feira, 2 de março de 2020

Goleiro Bruno diz que processo da morte de Eliza Samudio é mentiroso

Segundo o site https://esportes.r7.comEx-goleiro do Flamengo negou que tenha matado a modelo, em 2010, e pediu para que Macarrão, preso pelo assassinato, 'conte a verdade'Goleiro Bruno foi condenado pelo assassinato de Eliza Samudio

Goleiro Bruno foi condenado pelo assassinato de Eliza Samudio

Lance
Ex-goleiro do Flamengo, Bruno Fernandes concedeu entrevista ao jornal "O Tempo" e voltou a negar envolvimento com a morte de Eliza Samudio. Ele afirmou que "Bola", o ex-policial Marcos Aparecido dos Santos, não matou a modelo e disse que o ex-policial foi envolvido no caso por desavenças com o delegado do caso, Edson Moreira.                                                                               - Até que me provem o contrário, para mim, o Bola é inocente. Nesse caso, ele é. Quero avaliar a prova que liga o Bola a esse assunto. Não tem. Foi muito mais naquela época lá, que tinha que condenar, quando o Macarrão falou no júri que o 'Bruno agora é o mandante, agora fecha. O Bola é o executor'. Tá, ele é o executor, prova isso. Prova também que eu sou o mandante - comentou Bruno.
"Bola" foi condenado a 22 anos de prisão por ter matado Eliza Samudio, enquadrando em homicídio duplamente qualificado. além de ocultação de cadáver.
- Você só pode ser condenado em um caso de homicídio se tiver 100% de certeza, e o meu não tem 100% de certeza, nunca. Pode olhar lá, o processo é mentiroso - falou o ex-goleiro, que está em prisão domiciliar em Varginha, região sul de Minas Gerais. Ele foi condenado a 20 anos. como mandante.
Luiz Henrique Romão, o "Macarrão", seria o principal alvo para resolver o caso, apontou Bruno. Na época, muitos torcedores associaram a morte de Eliza com a amizade leal de Macarrão e o ex-atleta da Gávea.                               Gávea.
- Acho que ele (Macarrão) deve isso para a sociedade. Se ele foi a última pessoa a estar com a Eliza, por que ele não fala onde ela está então? Fala o que aconteceu realmente com ela. Não o que ele falou lá no júri, porque o júri é mentira - comentou, pedindo para que "Macarrão" diga a verdade sobre o caso.
Curta a página do R7 Esportes no Facebook.                                                          Bruno fala sobre morte de Eliza: 'Nunca foi por causa de pensão'  O Domingo Espetacular entrevistou, com exclusividade, o ex-goleiro Bruno, condenado pelo seu envolvimento na morte da modelo Eliza Samudio, em 2010.Veja as principais revelações! O ex-goleiro do Flamengo foi condenado em 2013 por sequestro, ocultação de cadáver e por ser mandante da morte de Eliza Samudio. Após alguns anos, conseguiu reduzir a pena para 20 anos e 9 meses. O caso ainda é cercado de mistério, já que, até hoje, o corpo da jovem não foi encontradoBruno tem 35 anos e se casou novamente. Tem quatro filhos e um deles é com Eliza Samudio, chamado Bruninho. Ele afirmou que, um dia, irá revelar o verdadeiro motivo da morte da modelo para o garoto e para a avó dele. 'A primeira coisa que eu falaria para o meu filho, seria pedir perdão. Se ele quiser me perdoar [ou não], fica a critério dele. Vou respeitar a opinião dele. Vou contar para eles a verdade, tudo o que realmente aconteceu. De quem realmente estava envolvido e qual foi a motivação'Bruninho irá completar 10 anos em fevereiro e vive com dona Sônia, mãe de Eliza. Ela diz ter medo do ex-atleta e é contra a volta dele ao mundo do futebol. 'Isso é uma afronta. Dói. É pior do que um tapa na minha cara e na do meu neto', relatou. A avó do menino contou para a criança sobre o caso de Eliza. 'Ele sabe que o pai dele é responsável pela morte da mãe. Sabe que não tem corpo, porque já questionou onde ela estava enterrada. Falar isso olhando para os olhos do meu neto... Você não tem noção do quanto foi doído. Ele olhava para mim e enxugava minhas lágrimas'Eliza Samudio ficou grávida do ex-goleiro que, na época, estava no auge da carreira no Flamengo. Segundo as investigações, o amigo de Bruno, 'Macarrão', obrigou a modelo a ingerir uma substância para provocar o aborto, o que não deu certo. Em vídeos, ela declarou que o atleta não queria o bebê e a ameaçavaVeja essa e outras reportagens exclusivas no Domingo Espetacular aos fins de semana, a partir das 19h45, na Record TVVeja essa e outras reportagens exclusivas no Domingo Espetacular aos fins de semana, a partir das 19h45, na Record TV
Foto: Reprodução/Record TV

Nenhum comentário:

Postar um comentário