quinta-feira, 13 de fevereiro de 2020

Recife pode ter greve de ônibus no carnaval

Segundo o site https://revistaforum.com.br:"É hora de o governo do Estado baixar um decreto proibindo a dupla função", exige o presidente do sindicato que representa a categoriaMobilizados contra a decisão do governo de Pernambuco, comandado por Paulo Câmara (PSB), de instituir a dupla função nos ônibus da Região Metropolitana de Recife, motoristas e cobradores vão se reunir em assembleia na próxima quarta-feira (19) que pode instituir uma greve da categoria no período do carnaval.           Segundo Roberta Soares, do Jornal do Commercio, os rodoviários exigem que o governador baixe um decreto colocando fim na dupla-função. “É hora de o governo do Estado baixar um decreto proibindo a dupla função. O governo também deve exigir, na futura licitação que será refeita, que as empresas devem ter um motorista e um cobrador em cada ônibus. É isso que esperam os rodoviários e a população, que é amplamente contra a total escravidão do motorista”, declarou Aldo Lima, presidente do Sindicato dos Rodoviários.              “A participação em massa da categoria é fundamental para definir um calendário de protesto e mobilização contra a dupla função, que poderá ocorrer inclusive durante o Carnaval, se o governo do Estado não acabar de vez com essa desumanidade contra os trabalhadores e a população”, afirmou ainda Aldo.
Saúde
Outra categoria também tem se mobilizado na capital pernambucana contra o governo estadual: a dos profissionais da saúde, que exigem melhores condições de trabalho e aumento do piso salarial. A deputada federal Marília Arraes (PT-PE), pré-candidata à Prefeitura de Recife, comentou nesta quinta-feira sobre os protestos que acontecem há nove dias.                                                                    “O Recife tem parado todas as semanas em razão de protestos legítimos, feitos por trabalhadores da saúde estadual que exigem o direito básico de pagamento do salário. Mas todos nós sabemos que na realidade o Recife está parado há muito tempo. E isto pela falta de sensibilidade da Prefeitura e do Governo do PE, que trabalham aliados na política mas desalinhados quando a finalidade é o interesse do povo e do Recife. Prefeito e governador precisam se entender e entender as necessidades da população. Pois o Recife parou”, afirmou.   

Nenhum comentário:

Postar um comentário