Governo atualiza tabela de descontos do INSS nos salários

Segundo o site https://www.simoesfilhoonline.com.brGoverno atualiza tabela de descontos do INSS nos salários do trabalhadores.Governo atualiza tabela de descontos do INSS nos salários do trabalhadores.O Governo, por meio da Secretaria Especial de Previdência e Trabalho publicou no “Diário Oficial da União” desta terça-feira (4) a tabela atualizada com as faixas de aplicação das alíquotas de contribuições do INSS criadas pela reforma da Previdência.
Veja mais:
Os valores sobre os quais incidirão as alíquotas foram reajustados em 4,48%. Além disso, o piso para a contribuição também foi atualizado com base no salário mínimo de R$ 1.045, que passou a valer neste mês.
Limite de desconto do INSS
Muita gente sabe, mas tem um limite para descontos de INSS no salário do trabalhador. O valor de R$ 6.101 é teto previdenciário, ou seja, o valor máximo do benefício recebido pelos trabalhadores do setor privado. Isso significa que, mesmo que alguém ganhe mais, só poderá contribuir com 11% desse valor (o equivalente a R$ 671,11), porque não receberá mais do que o teto quando se aposentar. Portanto, esse o limite de desconto do INSS no salário do trabalhador.                                                          ​Confira abaixo as alíquotas de contribuições previdenciárias do INSS a serem aplicadas a partir de março.
Faixa salarialDesconto
Até R$ 1.0457,5%
De  R$ 1.045,01 até R$ 2.089,609%
De R$ 2.089,61 até R$ 3.134,4012%
De R$ 3.134,41 até R$ 6.101,0614%
De R$ 6.101,07 até R$ 10.448,0014,5%
De R$ 10.448,01 até R$ 20.896,0016,5%
De R$ 20.896,01 até R$ 40.747,2019%
Acima de R$ 40.747,2022%
Por exemplo: para quem recebe até um salário mínimo (R$ 998), a alíquota é única, de 7,5%. Mas para ganhos entre R$ 998,01 e R$ 2 mil, sobe para 9%. Isso quer dizer que um trabalhador que ganha R$ 1.100 mil pagará 7,5% sobre R$ 998 (R$ 74,85), mais 9% sobre os R$ 102 que excedem esse valor (R$ 9,18). Ou seja, no total, ele pagará R$ 84,03, o que corresponde a 7,64% do seu salário. 

Comentários