terça-feira, 11 de fevereiro de 2020

Acredite se Quiser: Vaticano financia filme homossexual de Elton John, inclusive o filme tem cenas de sodomia

Segundo o site Publicado desde 12.10.2019 https://www.rainhamaria.com.br: O filme musical biográfico baseado na vida de Sir Elton John, o primeiro filme de um grande estúdio de cinema a incluir uma "cena de sexo homossexual" masculino, foi parcialmente financiado pelo Vaticano, informaram a mídia italiana.De acordo com o Corriere della Sera, pesquisas recentes sobre as finanças do Vaticano revelaram que, pelo menos, 1 milhão de euros nas ofertas dos fiéis católicos ao Óbulo de Sao Pedro, um fundo do Vaticano usado 'para as muitas necessidades diferentes da Igreja Universal e para o alívio dos mais necessitados', foi investido em 'Rocketman', com um adicional de € 3 milhões destinado aos mais recentes 'Men in Black'". Esta é a notícia que trago, traduzida por mim do inglês, a este canal. A notícia original é do LifeSiteNews sob o título "Pope’s charity helped finance sexually explicit pro-LGBT Elton John biopic".      
DESDE ESPAÑA - Helga Maria Saboia Bezerra  Nota de www.rainhamaria.com.br
A nova "misericórdia", que estes "lobos em pele de cordeiro" criaram, declara apenas que Deus os ama, não importa que caminho sigam, não importa que continuem pecando e permaneçam em seus pecados, pois, todos se salvam. Deus é Amor, esqueçam o Deus Justiça, Justo Juiz. Não havendo um Deus que condena, não existe mais condenação ou castigo, logo, não existe mais inferno, é uma "anti-igreja" pregando um "anti-Evangelho". Isto é exatamente o que se passa com Francisco, ele e seus bispos progressistas mundanos, pregam uma misericórdia apenas de aparências, mas sem a necessidade de uma verdadeira conversão dos pecadores.
Diz na Sagrada Escritura: (ou será que Padres, Bispos e Cardeais, já não consideram mais as Palavras contidas neste Livro Sagrado?)
"Não te deitarás com um homem, como se fosse mulher (ou mulher com mulher): isso é uma abominação". (Levítico, 18, 22)
"Por isso, Deus os entregou aos desejos dos seus corações, à imun­dície, de modo que desonraram entre si os próprios corpos. Trocaram a verdade de Deus pela mentira, e adoraram e serviram à criatura em vez do Criador, que é bendito pelos séculos. Amém! Por isso, Deus os entregou a paixões vergonhosas: as suas mu­lheres mudaram as relações natu­rais em relações contra a natureza. Do mesmo modo também os homens, deixando o uso natural da mulher, arderam em desejos uns para com os outros, cometendo homens com homens a torpeza, e recebendo em seus corpos a paga devida ao seu desvario. Como não se preocupassem em adquirir o conhecimento de Deus, Deus entregou-os aos sentimentos depravados, e daí o seu procedimento indigno. São repletos de toda espécie de malícia, perversidade, cobiça, maldade; cheios de inveja, homicídio, contenda, engano, malignidade. São difamadores, caluniadores, inimigos de Deus, insolentes, soberbos, altivos, inventores de maldades, rebeldes contra os pais. São insensatos, desleais, sem coração, sem misericórdia. Apesar de conhecerem o justo decreto de Deus que considera dignos de morte aqueles que fazem tais coisas, não somente as praticam, como também aplaudem os que as cometem"(Romanos 1, 26-32).
"Não digas: A misericórdia do Senhor é grande, ele terá piedade da multidão dos meus pecados, pois piedade e cólera são nele igualmente rápidas, e o seu furor visa aos pecadores". (Eclesiástico 5, 6)
"Acaso não sabeis que os injustos não hão de possuir o Reino de Deus? Não vos enganeis: nem os impuros, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os efeminados, nem os devassos". (I Coríntios 6, 9)
"Os tíbios, os infiéis, os depravados, os homicidas, os impuros, os maléficos, os idólatras e todos os mentirosos terão como quinhão o tanque ardente de fogo e enxofre, a segunda morte". (Apocalipse 21, 8)
Declarou o Arcebispo francês Marcel Lefebvre: "A verdade e o erro não estão em pé de igualdade. Isso seria colocar Deus e o diabo em pé de igualdade, visto que o diabo é o pai da mentira, o pai do erro. Eis porque estamos prontos e submissos para aceitar tudo o que for conforme à nossa fé católica, tal como foi ensinada durante dois mil anos mas recusamos tudo o que lhe é contrário". 

Veja também...

Nenhum comentário:

Postar um comentário