segunda-feira, 13 de janeiro de 2020

Pitombeira faz primeiro ensaio de 2020 e tema vai contemplar cultura nordestina

Segundo o site https://www.diariodepernambuco.com.brNo primeiro ensaio carnavalesco do Carnaval 2020, a Pitombeira dos Quatro Cantos atraiu cerca de 12 mil pessoas para as ladeiras do Sítio Histórico de Olinda neste domingo (12). Foto: Peu Ricardo/DP Foto. Nem mesmo a sensação térmica de 32ºC impediu que milhares se reunissem desde as 13h30 em frente à sede do bloco, que há 46 anos está localizada na Rua 27 de Janeiro, quando a Orquestra Mistura Fina, com 28 músicos, começou a entoar os principais hinos da Festa de Momo. Já no fim da tarde, 26 passistas de frevo se juntaram aos foliões para o cortejo da Pitombeira, que seguiu pelas ruas Prudentes de Morais, Bernardo Vieira de Melo e São Bento. o último ensaio do bloco foi no dia 15 de dezembro, quando “deu uma parada nos ensaios” para as festas de fim de ano.

Não dá para saber se “a turma da pitombeira na cachaça é a maior”, mas é uma das troças que mais reúne foliões fiéis. A vendedora Alcinete Tomaz, 50, é uma dessas. Vestida a caráter, toda em paetê furta-cor, combinando com a sua sombrinha de frevo, era uma das mais animadas. “Eu amo esse bloco. Já acompanho há uns 30 anos e quando chega setembro, já tenho endereço certo nas tardes de domingos. A orquestra é sempre muito boa e nessa sede me sinto acolhida”, confessou. Três orquestras se revezam nos domingos de ensaio da Pitombeira. Foto: Peu Ricardo/DP Foto. E não é só porque é prévia que as pessoas se intimidam de tirar do guarda-roupa seus adereços momescos. A gastrônoma Ana Soares, 47 anos, estava vestida de caboclo de lança, segundo ela, uma de suas fantasias clássicas e obrigatórias para usar no Carnaval. “Nas prévias, gosto de me fantasiar, como durante o carnaval. Sem fantasia, para mim, não tem graça, porque o importante é a brincadeira da festa”, contou Ana, que acompanha a Pitombeira dos Quatro Cantos há mais de oito anos. 

Em 2020, mais especificamente no dia 17 de fevereiro, a Pitombeira completa 73 anos de existência. Na festa é que ela anuncia o tema do Carnaval. “Não podemos dizer qual é o tema exato, mas tradicionalmente ele é anunciado na festa de aniversário do bloco. Mas adianto que o tema deste ano vai homenagear a cultura nordestina”, conta o presidente, Hermes Neto. Além de reunir apaixonados pelo Carnaval, a Pitombeira também é o bloco que abre os festejos momescos do ano seguinte há 18 anos, sempre no dia sete de setembro, instigando os foliões para o Carnaval.Foto: Peu Ricardo/DP Foto. Em meio à brincadeira, está a ex-desfilante da Pitombeira, a dona de casa Fátima Suely, de 60 anos. “Esse bloco saía da minha casa, na Rua de São Bento. Desde pequena acompanha a Pitombeira, que sempre foi uma troça marcada pelas fantasias espetaculares, por gente bonita e muita animação”. O seu filho, o advogado Pedro Barros, 29, seguiu a tradição da família. “Antes de falar, eu já cantava o hino da Pitombeira. Por isso que, a partir de setembro, aos domingos de ensaio estou sempre por aqui. Todomundo se conhece. Esse bloco tem clima de família”, confessou o rapaz. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário