quarta-feira, 18 de dezembro de 2019

Solto, sem delação e sem “tortura”, ex-diretor da empresa de Lulinha entrega todos “crimes” do grupo (veja o vídeo)

Segundo o site http://rota2014.blogspot.comDiversas delações que incriminaram o PT foram sempre justificadas de maneira até pernóstica pelos alucinados seguidores e ‘militontos’ do lulopetismo.
Palocci mentiu. Delcídio mentiu. Léo Pinheiro mentiu. E assim por diante…
Outros tantos, foram torturados.
E o “gado” minimiza questionando sobre o dinheiro de Lula, pedindo provas sobre o produto do roubo.
Como se o meliante petista não tivesse se chafurdado na lama da corrupção e os crimes que o levaram ao xilindró teriam sido apenas o sítio, que não era dele, e um triplex, que também não era dele.
Ora, um dos exemplos mais claros de onde foi parar o dinheiro sujo de Lula, é justamente o ‘fenômeno dos negócios’, o Lulinha.
E eis que surge contra Lulinha uma testemunha viva, sem delação e sem tortura, o ex-diretor das empresas do ‘fenômeno das negociatas’, Marco Aurélio Vitale, que abriu o jogo e fulminou o esquema criminoso construído.
Numa entrevista de uma hora para o canal “Direto aos Fatos” ele conta tudo e desvenda minuciosamente o conchavo espúrio.
Veja o vídeo:


Jornal da Cidade



Nenhum comentário:

Postar um comentário