domingo, 20 de outubro de 2019

Com redução de 44,8%, PE tem a maior queda do país no número de pessoas mortas por policiais no primeiro semestre de 2019

Segundo o site https://g1.globo.com/pe/pernambucoDe janeiro a junho deste ano, 32 pessoas foram assassinadas pela polícia no estado, contra 58 casos no mesmo período de 2018. Número de policiais mortos caiu 37,5% em Pernambuco.
Pernambuco teve a maior redução do país no número de pessoas mortas por policiais no primeiro semestre de 2019. De janeiro a junho deste ano, 32 pessoas foram assassinadas pela polícia no estado, o que representa uma queda de 44,8% em relação ao mesmo período de 2018, quando foram registrados 58 casos.

É o que mostra o Monitor da Violência, um levantamento exclusivo feito pelo G1 com base nos dados oficiais dos estados e do Distrito Federal.
Realizado em parceria com o Núcleo de Estudos da Violência da Universidade de São Paulo (NEV-USP) e o Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP), o índice abrange todos os casos de “confrontos com civis ou lesões não naturais com intencionalidade” envolvendo policiais na ativa (em serviço e fora de serviço).
A taxa de pessoas mortas por policiais por grupo de 100 mil habitantes é de 0,3 em Pernambuco, a mesma registrada em Minas Gerais. Ela é menor do que a taxa nacional, que é de 1,4.
Com relação ao número de policiais mortos no primeiro semestre de 2019, Pernambuco contabilizou cinco mortes, o que equivale a uma redução de 37,5% em comparação aos seis primeiros meses de 2018, quando houve o registro de oito casos. Por grupo de 1 mil policiais, a taxa do estado é 0,2, igual à nacional.

Dados nacionais

No primeiro semestre de 2019, o Brasil registrou 2.886 pessoas mortas por policiais – 120 a mais que no mesmo período de 2018. Apesar desse aumento, a maioria dos estados teve queda nos casos contabilizados nos primeiros seis meses de 2019.
Das 27 unidades da federação, 15 tiveram redução nas mortes cometidas pela polícia, 10 registraram aumento e um se manteve no mesmo patamar. Goiás foi o único estado do Brasil que se recusou a passar os dados.
O número de vítimas em confronto com a polícia cresceu 4,3% nos seis primeiros meses do ano. A alta vai na contramão da queda de mortes violentas no país, de 22% no 1º semestre.
Com relação ao número de policiais mortos, houve redução de 42% no país: foram 108 oficiais assassinados de janeiro a junho de 2019 contra 187 no mesmo período do ano passado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

FGTS: Quase 1 milhão aderem ao saque-aniversário; vale a pena?

Segundo o site  https://veja.abril.com.br :  VEJA selecionou pontos para serem levados em consideração na hora de optar se vale ou não a pen...