segunda-feira, 21 de outubro de 2019

A maior ação de limpeza do planeta tem mais de 700 cidades confirmadas no Brasil

Segundo o site http://teoriaverde.com.br: O World Cleanup Day ou Dia Mundial da Limpeza é uma ideia que teve um início humilde e pode mudar o mundo. 
A ideia de limpar coletivamente um país começou na pequena nação da Estônia em 2008, quando 50.000 pessoas se reuniram para limpar o país inteiro em apenas cinco horas.
Esta ação cívica foi realizada por voluntários e os organizadores nomearam a ação “Let's Do It!” ou “Vamos fazer isso!”, que descreve perfeitamente a essência do movimento. O sucesso da limpeza da Estônia se espalhou pelo mundo e agora são mais de 158 países que organizam limpezas baseadas no mesmo modelo. O movimento cresceu para ser a maior organização do gênero no mundo.
No Brasil, o movimento acontece desde 2012 sendo que no ano de 2018 foram 363 cidades que realizaram a ação, mais de 100 mil pessoas retiraram 2 mil toneladas de resíduos de praias, rios, praças, parques, avenidas, ruas e terrenos.
Em 21 de setembro de 2019, todos os países, voluntários e parceiros se reunirão novamente para diminuir o lixo no mundo e chamar a atenção para os impactos em nossas vidas e no meio ambiente. Uma poderosa "onda verde" de limpezas começará na Nova Zelândia e terminará no Havaí 36 horas depois, com milhões de pessoas trabalhando em um único objetivo: um mundo mais limpo.
A mobilização nacional ocorre pelo Instituto Limpa Brasil e Teoria Verde, sendo que os realizadores são todas as instituições e líderes em cada cidade que fazem adesão. Nesse ano, a ação pode ser considerada a maior já realizada no Brasil com mais de 700 cidades confirmadas. 
Acesse o site, clique no mapa e digite o nome da sua cidade. Faça contato com o líder para participar ou você também pode mobilizar seu grupo e cadastrar sua ação www.diamundialdalimpeza.com.br 





























0 comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

FGTS: Quase 1 milhão aderem ao saque-aniversário; vale a pena?

Segundo o site  https://veja.abril.com.br :  VEJA selecionou pontos para serem levados em consideração na hora de optar se vale ou não a pen...