terça-feira, 23 de abril de 2019

GOLPE: artesã de bonecas aplica golpe em clientes e desaparece com dinheiro de vítimas em Queimadas/PB

Segundo o site www.blogdomarciorangel.com.br: Vítimas de diversas partes do Brasil, que pagavam mais de mil reais pela confecção dos bebês, através de depósitos bancários, alegam ter recebido papéis em branco pelos Correios.
Uma artesã de bebês reborns, bonecas hiperrealistas que se assemelham como crianças reais, aplicou um golpe de milhares de reais em dezenas de pessoas e desapareceu. As vítimas, de diversas partes do Brasil, que pagavam mais de mil reais pela confecção dos bebês, através de depósitos bancários, alegam ter recebido papéis em branco pelos Correios.
Edvânia Barbosa de Miranda, que morava em Queimadas, cooptava as vítimas através de postagens nas redes sociais, onde oferecia as bonecas. As clientes então eram orientadas a realizar o pagamento através de uma espécie de consórcio, onde depósitos mensais eram realizados e uma vez por mês uma pessoa ou mais era sorteada para receber os bebês realistas. Segundo as vítimas, fotos e vídeos com as reações de clientes recebendo o produto era postado num grupo, criado pela golpista, para reunir as vítimas.
Bebês reborns se assemelham a crianças reais e são produzidos de forma artesanal — Foto: Reprodução / Redes Sociais
Eu adiantei porque eu queria minha bebê logo. Paguei 300 reais, depois mais 120 do frete
Uma delas é Isabel Costa Santos, de 53 anos, baiana de Lauro de Freitas, na Região Metropolitana de Salvador (BA), ela conta ao Blog do Márcio Rangel que contratou o serviço de Edvânia pela internet e participou do consórcio de uma boneca. Ela pagou pelo produto por cerca de um ano e chegou a antecipar parcelas para receber o produto antes e teve um prejuízo de R$ 1,5 mil. “Na última parcela, eu adiantei porque eu queria minha bebê logo. Paguei 300 reais, depois mais 120 do frete”, relata.
Isabel ainda disse que a maior das decepções aconteceu quando ela foi buscar o produto nos Correios. É que ao invés da boneca, ela recebeu uma folha em branco. “Quando olhei o código e vi que o produto estava na minha cidade, eu fui correndo para os Correios e quando eu informei o número, a atendente me deu um envelope”, lamenta.
Outra vítima foi Acidália Batista Santos, 31 anos, de Campina Grande, ela adquiriu uma boneca para presentear a filha de 9 anos que luta contra um câncer. Ao contrário de Isabel, ela chegou a ter contato com a golpista e realizou o pagamento no apartamento dela em Queimadas, via cartão de crédito. O serviço contratado era um bebê personalizado com o rosto da filha, que custaria R$ 2,5 mil, no entanto ela antecipou apenas R$ 1.098,00. “Ela ficou me enrolando, dizendo que me entregaria a boneca no aniversário de minha filha e nunca aconteceu”.
Ela relata ainda que foi novamente a Queimadas em busca de Edvânia, mas ela recebeu a informação de que ela não morava mais na cidade. “Me senti enganada, muito enganada, ela demonstrava ser uma pessoa de confiança”.
Ela me bloqueou, eu não consegui falar com ela, eu entrei em depressão
Ela relatou que chegou a contactar Edvânia novamente, mas logo em seguida ela foi bloqueada de suas redes sociais. “Ela me bloqueou, eu não consegui falar com ela, eu entrei em depressão, chorei por mais de três meses e sempre que eu lembro disso eu me emociono porque eu paguei com muitas dificuldades”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário