quinta-feira, 10 de janeiro de 2019

Lixo se acumula em área turística de Itamaracá, no Grande Recife

Segundo o site https://g1.globo.com/pe/pernambuco:Moradores de Vila Velha, localidade histórica da ilha, afirmam que caminhões deixaram de fazer o serviço desde 8 de dezembro.
Lixo se acumula em pontos turísticos de Itamaracá
Moradores de Itamaracá, no Grande Recife, denunciam que a falta de coleta regular de lixo tem deixado a ilha repleta de sujeira. Em Vila Velha, área histórica e turística da cidade, sacos, garrafas e restos de obras se acumulam em um terreno. (Veja vídeo acima)
Moradora de Vila Velha, a tapioqueira Idalice dos Santos, de 64 anos, afirmou à TV Globo que os caminhões deixaram de fazer a coleta desde o dia 8 de dezembro. “Nunca vi tanto lixo acumulado desse jeito”, reclamou. Sem a coleta regular feita pelos caminhões, funcionários da limpeza pública passam a pé, recolhendo os sacos. Como isso não é suficiente, os moradores são obrigados a levar os sacos com resíduos para um lixão, em uma área descampada. O depósito fica na Rua João Paulo II, perto da área turística da comunidade. “Esse lixo vai prejudicar o turismo em Vila Velha. Queremos saber o que está acontecendo e precisamos de uma resposta da prefeitura. Já mandamos mensagem para o prefeito, mas não adiantou”, declarou o guia turístico Geraldo dos Santos.                                                       Resposta
De acordo com a Prefeitura de Itamaracá, a coleta de lixo é realizada sem interrupções. A administração municipal informou que, desde o início deste ano, os garis passaram a trabalhar em dois turnos para retirar a sujeira das ruas.
A prefeitura alega que o número de pessoas aumentou muito na ilha por causa das festas de fim de ano e do verão. A população da cidade, segundo a administração municipal, é de 25 mil habitantes. No Réveillon, a gestão informa que mais de 120 mil pessoas estiveram no município.
Para a prefeitura, o acúmulo de lixo em algumas áreas é resultado do aumento do número de pessoas na ilha e da falta de educação da população. A administração municipal informou que vai fazer uma ação de emergência.
Ossos foram encontrados na área externa da Igreja de Nossa Senhora da Conceição, em Vila Velha, em Itamaracá — Foto: Marina Meireles/G1
Ossos
O lixão usado pela população de Vila Velha fica perto da igreja da comunidade, construída no século 16. No entorno do templo, a erosão do solo a ação humana provocaram o surgimento de ossos.
Em dezembro de 2018, o G1 e a TV Globo mostraram que esqueletos ficaram à mostra por causa da chuva e da passagem de pessoas e carros.
Dias depois da denúncia, providências começaram a ser adotadas para tentar preservar esqueletos seculares que surgiram no solo, no entorno da Igreja de Nossa Senhora da Conceição.
Uma área de 300 metros quadrados foi isolada de forma provisória para impedir que a circulação de pessoas e veículos desgaste as ossadas humanas anteriores ao século 19 e comprometa a integridade da história colonial de Pernambuco.
   

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Filha mata pai com veneno para carrapato em visita à UTI

Segundo o site https://www.noticiasaominuto.com.br: Ela foi indiciada por homicídio qualificado pela falta de defesa da vítima Um homem ...