Pernambuco tem mais de 1,3 mil gestores públicos com contas rejeitadas, aponta TCE

Segundo o site https://g1.globo.com/pe/pernambuco: Documento com a relação dos nomes foi entregue pelo Tribunal de Contas do Estado ao Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco nesta quarta-feira (15).Lista foi elaborada pelo Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco (Foto: Reprodução/Google Street View)Tribunal divulga lista com nomes de gestores com contas rejeitadas em PE
Em Pernambuco, 1.324 gestores públicos e ordenadores de despesas tiveram contas julgadas irregulares pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE-PE), entre os anos de 2009 a 2018. A lista final com os nomes, que está disponível na internet, foi entregue ao Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE) nesta quarta-feira (15). (Veja vídeo acima)
Em todos os processos não cabem mais a possibilidade de recurso. Em julho, uma lista parcial com 1,4 mil nomes já tinha sido divulgada. Como os citados ainda podiam recorrer, houve uma diminuição na quantidade de gestores entre uma lista e outra.
De acordo com a Lei nº 9.504/97, os Tribunais de Contas, em anos eleitorais, devem encaminhar à Justiça Eleitoral os nomes dos gestores públicos que tiveram contas consideradas irregulares. A divulgação do documento auxilia a Justiça Eleitoral na definição dos candidatos considerados inelegíveis nas eleições, tendo como base a Lei da Ficha Limpa. Além disso, a lista pode orientar os eleitores na hora de escolher em quem vai votar.
Nesta quarta, o presidente e o vice-presidente do TCE-PE, os conselheiros Marcos Loreto e Dirceu Rodolfo, e a procuradora-geral do Ministério Público de Contas, Germana Laureano, estiveram na sede do TRE-PE, no Derby, na área central do Recife, para fazer a entrega da lista definitiva ao presidente do TRE, o desembargador Luiz Carlos de Barros Figueirêdo, e ao procurador eleitoral, Francisco Machado. O conselheiro Dirceu Rodolfo explica que a lista não é um relação de candidatos inelegíveis. “É uma lista de pessoas que tiveram contas rejeitadas. A Justiça Eleitoral falará ao final sobre isso com base na lista. Então, o Ministério Público Eleitoral entrará com as ações de impugnação de candidatura prévia e, a partir dos elementos que o TCE está disponibilizando, vai impugnar a candidatura desses candidatos”, afirma.
Segundo o desembargador, a lista de candidatos inelegíveis é maior do que a que foi divulgada pelo TCE porque existem outros fatores de inelegibilidade além da rejeição das contas públicas. Para ele, no entanto, o TRE não deve agir de forma apressada.
“Daqui para frente, o que vai ocorrer são soluções individualizadas. Não vamos fazer caça às bruxas nem punição pela punição. Nós queremos separar o joio do trigo e, com certeza, faremos isso”, diz o presidente do TRE-PE.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

General Heleno: “Vamos fechar o Congresso Nacional. Não existe nenhuma Democracia em nosso País mais.”

Noticia Urgente: Cantor Murilo Manoel de Moura sofre acidente de Moto e chega a óbito

Jovem morre em acidente de transito na PE 90 na cidade de Surubim