quarta-feira, 1 de agosto de 2018

Mulher morre horas depois de hospital negar atendimento

Segundo o site https://pleno.news/brasil: Caso aconteceu no Hospital Getúlio Vargas, na Zona Norte do Rio de Janeiro
Mãe de Rangel Marques morreu após ter atendimento negado Foto: Reprodução/TV Globo                                   Uma mulher de 54 anos morreu horas depois de ter o atendimento negado por um hospital público no Rio de Janeiro. Irene de Jesus Bento foi levada ao Hospital Estadual Getúlio Vargas, na Penha, Zona Norte carioca, pelo filho Rangel Marques.
Ao chegarem lá, o homem ficou aguardando atendimento. Depois de meia hora sem ser chamado, Rangel resolveu percorrer a unidade filmando com o celular o que os profissionais de saúde estavam fazendo.
Ao entrar em um consultório pedindo socorro, ele se deparou com uma médica mexendo no celular, ao lado de outros enfermeiros. Ao questionar porque a profissional não chamava nenhum paciente, ela disse que era necessário aguardar e que precisava de uma ficha com o nome do paciente. Apenas após isso, poderia consultar. Depois de insistir e conseguir atendimento para a mãe, ele ouviu que o caso dela não era grave e que deveria levá-la a outra unidade de saúde.
Rangel, então, levou a mãe nos braços até a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro, que horas depois teve de ser transferida de ambulância de volta para o Hospital Getúlio Vargas, onde acabou morrendo.
A Secretaria Estadual de Saúde informou que irá abrir uma sindicância para apurar o caso e ainda destacou que a situação é grave e todos os profissionais que não agiram corretamente serão responsabilizados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

SUS passa a oferecer vacina para crianças contra meningite em todo o Brasil

Segundo o site  https://diariosulmaranhense.com.br :  Portaria foi divulgada no Diário Oficial da União desta quarta-feira, 6; neto do ex-pr...