Festival exibe mais de 70 produções audiovisuais dirigidas por mulheres, no Grande Recife

Segundo o site https://g1.globo.com/pe/pernambuco: O II Fincar acontece desta terça-feira (14) até o domingo (19), em três cinemas de rua do Grande Recife. As entradas variam de gratuitas até R$ 3.A segunda edição do Fincar acontece em três cinemas de rua do Grande Recife e reúne mais de 70 filmes (Foto: Divulgação/Fincar)A segunda edição do Fincar acontece em três cinemas de rua do Grande Recife e reúne mais de 70 filmes (Foto: Divulgação/Fincar)
O II Festival Internacional de Cinema de Realizadoras (Fincar) exibe, a partir desta terça-feira (14), mais de 70 produções audiovisuais dirigidas por mulheres. As exibições acontece em cinemas do Grande Recife até o domingo (19). As entradas variam de gratuitas até R$ 3.
Os filmes são exibidos nos Cinemas São Luiz e da Fundação Joaquim Nabuco, no Centro do Recife, e no Cine Teatro Bianor Mendonça Monteiro, em Camaragibe. O Fincar traz como proposta produções com temas provocativos e politizados.
O evento exibe filmes de mulheres de vários países, incluindo Argentina, Alemanha, Líbano, Noruega, Paraguai e Cuba. Além da apresentação dos curtas e longas metragens, o espaço conta, ainda, com debates com as realizadoras.
Os curta-metragens são a maioria no evento, somando 65 exibições, entre elas várias estreias. Entre os filmes que são exibidos pela primeira vez está o documentário Entremarés, de Anna Andrade, que aborda a vida de mulheres pescadoras na Ilha de Deus, no Recife.
Também estreiam no Fincar o longa-metragem Entre Pernas, de Ayla Oliveira, ficção de realismo fantástico sobre a Perna Cabeluda; e o documentário Mensageiro do Futuro, de Graci Guarani, que fala sobre questões urgentes em uma das aldeias indígenas mais populosas do país.O Fincar é marcado pela exaltação das obras audiovisuais produzidas e dirigidas por mulheres de todo o mundo (Foto: Divulgação/Fincar)O Fincar é marcado pela exaltação das obras audiovisuais produzidas e dirigidas por mulheres de todo o mundo (Foto: Divulgação/Fincar)
Entre os longas-metragens que integram a programação estão "O Caso do Homem Errado", de Camila de Moraes, vencedor do 9º Festival Internacional de Cine Latino, Uruguayo y Brasileiro, e o documentário "Mulheres Rurais em Movimento", direção coletiva do Movimento da Mulher Trabalhadora Rural do Nordeste.
Há ainda médias-metragens, como o documentário "Teko Haxy – Ser Imperfeita com Sophia Pinheiro", co-dirigido por Patrícia Ferreira, a primeira diretora indígena a exibir um filme no Fincar.
Sessões infantis também integram a programação, com cinema de animação realizado por mulheres. Essas sessões são viabilizadas para estudantes da rede pública de ensino das duas cidades em que o evento acontece.
As entradas custam R$ 3 no Cinema São Luiz e R$ 2 no Cinema da Fundação Joaquim Nabuco. O acesso à programação é gratuito no Cine Teatro Bianor Mendonça Monteiro, em Camaragibe.A equipe de curadoras do Fincar participa de oficina sobre a vivência de mulheres na curadoria durante o evento (Foto: Divulgação/Fincar)A equipe de curadoras do Fincar participa de oficina sobre a vivência de mulheres na curadoria durante o evento (Foto: Divulgação/Fincar)
Outras informações sobre o evento podem ser encontradas no site oficial do Festival Fincar.

Confira a programação completa do II Fincar:

Cinema São Luiz

Rua da Aurora, nº 175, bairro da Boa Vista, Recife
Terça (14)
  • 18h30 - Abertura
  • 19h - Sessão É minha cada parte do meu corpo (curtas-metragem) + debate com realizadoras
  • 20h40 - Diários de Classe, de Maria Carolina da Silva e Igor Souza (documentário brasileiro de 2017)
Quarta (15)
  • 18h30 - Sessão Existir, Ocupar! (curtas-metragem) + debate com realizadoras
  • 20h30 - Piripkura, de Mariana Oliva, Renata Terra e Bruno Jorge (documentário brasileiro de 2017)
Quinta (16)
  • 18h30 - Sessão Noturnas (curtas-metragem) + debate com realizadoras
  • 20h25 - Mulheres Rurais em Movimento, de Prévost Héloïse e Movimento da Mulher Trabalhadora Rural do Nordeste (documentário brasileiro de 2016) + debate com realizadoras
Sexta (17)
  • 18h30 - Sessão Corpos de terra e mar (curtas-metragem) + debate com realizadoras
  • 20h30 - Teko Haxy: Ser Imperfeita, de Patrícia Ferreira e Sophia Pinheiro (documentário brasileiro de 2018), + debate com realizadoras
Sábado (18)
  • 18h30 - Sessão Me chame pelo meu nome (curtas-metragem)
  • 19h40 - O Caso do Homem Errado, de Camila de Moraes (documentário brasileiro de 2017), + debate com a realizadora
Domingo (19)
  • 9h - 11h | Sessão Infantil

Cinema da Fundação Joaquim Nabuco

Rua Henrique Dias, 609 Derby, Recife PE, 52010-100.
Quarta (15)
  • 14h - Sessão Correntezas (curtas-metragem)
  • 15h22 - Cuatreros, de Albertina Carri (Documentário argentino de 2017)
Quinta (16)
  • 9h às 11h - Programa Escolar 01 + debate
  • 14h - Sessão Vivas nos queremos (curtas-metragem)
  • 15h05 - Sessão Dançando a revolução (curtas-metragem)
  • 16h10 - Lírios não nascem da lei, de Fabiana Leite (documentário brasileiro de 2017)
Sexta (17)
  • 9h às 11h - Programa Escolar 02 + debate
  • 14h - ESPECIAL: sessão Retrospectiva Cachoeira Doc + debate com Amaranta Cesar
Sábado (18)
  • 14h - Wild Relatives, de Jumana Manna (documentário de 2017, produzido na Alemanha, Líbano e Noruega)
  • 15h15 - Sessão Recontando a História (curtas-metragem) + debate com realizadoras
Domingo (19)
  • 14h - Programa Janaína Oliveira: Ficine (Fórum Itinerante de Cinema Negro / RJ)

Cine Teatro Bianor Mendonça Monteiro

Avenida Dr. Pierre Collier, 441 Vila da Fábrica, Camaragibe PE, 54759-560
Sexta (17)
  • 8h30 às 11h - Programa Escolar 01 + debate
  • 14h - 17h30 | Programa Escolar 02 + debate
  • 19h - Sessão de curtas-metragem 01 (maiores de 18 anos) + debate com realizadoras
Sábado (18/8)
  • 14h - Sessão infantil
  • 16h - Diários de Classe (longa-metragem)
  • 19h - Teko Haxy - Ser Imperfeita (média-metragem)
Domingo (19)
  • 14h - Sessão de curtas-metragem 02 + debate com realizadoras
  • 16h - Mulheres Rurais em Movimento, de Prévost Héloïse e Movimento da Mulher Trabalhadora Rural do Nordeste (documentário brasileiro de 2016), + debate com realizadoras
  • 19h - O Caso do Homem Errado, de Camila de Moraes (documentário brasileiro de 2017) + debate com a realizadora

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

General Heleno: “Vamos fechar o Congresso Nacional. Não existe nenhuma Democracia em nosso País mais.”

Noticia Urgente: Cantor Murilo Manoel de Moura sofre acidente de Moto e chega a óbito

Jovem morre em acidente de transito na PE 90 na cidade de Surubim