Esquadrilha da Fumaça se apresenta no Recife no feriado de Nossa Senhora do Carmo

Segundo o site https://g1.globo.com/pe/pernambuco: Público pôde assistir os números na praça do Marco Zero, no centro histórico da capital. Última apresentação no Recife havia ocorrido há sete anos.Esquadrilha da Fumaça reuniu grande público na praça do Marco Zero, no Recife (Foto: (Marlon Costa/Pernambuco Press))Esquadrilha da Fumaça reuniu grande público na praça do Marco Zero, no Recife (Foto: (Marlon Costa/Pernambuco Press))
Sete anos após a última apresentação no Recife, a Esquadrilha da Fumaça voltou à capital pernambucana, durante o feriado de Nossa Senhora do Carmo, celebrado nesta segunda-feira (16). A apresentação começou às 14h e levou centenas de adultos e crianças ao Marco Zero, no Centro.
Esta é a primeira vez que a esquadrilha vem ao Recife utilizando os aviões da linha Super Tucano, mais rápido que os modelos utilizados anteriormente (Tucano). As aeronaves são de caça e podem fazer manobras mais arriscadas e diferentes.
O capitão Glauber Lage é um dos pilotos das aeronaves que participam da apresentação. Ele foi o primeiro a pousar em solo recifense, para checar as condições da pista de aterrissagem e preparar a chagada da esquadrilha. Segundo ele, o show dura entre 20 e 40 minutos, a depender das condições meteorológicas.Apresentação da Esquadrilha da Fumaça foi uma das opções de entretenimento no feriado de Nossa Senhora do Carmo, padroeira do Recife (Foto: (Marlon Costa/Pernambuco Press))
"Fazemos acrobacias das mais diversas, muita pirueta, muita fumaça e desenhos no céu. O que importa é ver o brilho nos olhos das crianças e saber que elas gostam disso e que se espelham para, quem sabe um dia, estar lá também", disse Glauber. (Veja vídeo abaixo)Elba Barros ficou emocionada com as apresentações que viu na tarde desta segunda-feira (16) (Foto: Reprodução/TV Globo)Elba Barros ficou emocionada com as apresentações que viu na tarde desta segunda-feira (16) (Foto: Reprodução/TV Globo)
Elba Barros foi uma das pessoas que foi prestigiar a apresentação. "Eu achei um espetáculo, gostei muito, achei lindo. Dá emoção, mas medo de que eles [os aviões] caiam também, mesmo que a gente saiba que isso não vai acontecer. A emoção é maior do que o medo de que caiam na cabeça da gente", comenta.Números musicais animaram a tarde no Marco Zero. O sanfoneiro Waldonys foi uma das atrações (Foto: Reprodução/TV Globo)Números musicais animaram a tarde no Marco Zero. O sanfoneiro Waldonys foi uma das atrações (Foto: Reprodução/TV Globo)
Números musicais ainda animaram a tarde de quem foi ao Marco Zero. "A Esquadrilha da Fumaça faz da atividade aeronáutica uma arte, é lúdico, é romântico. É um orgulho nacional, sem sombra de dúvidas. Uma festa bonita para toda a família. A minha música cai como uma luva para o público da Esquadrilha", explica o sanfoneiro Waldonys, uma das atrações.
CAPA Publicado em 16 de jul de 2018

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

General Heleno: “Vamos fechar o Congresso Nacional. Não existe nenhuma Democracia em nosso País mais.”

Noticia Urgente: Cantor Murilo Manoel de Moura sofre acidente de Moto e chega a óbito

Jovem morre em acidente de transito na PE 90 na cidade de Surubim