Quanto custa ir para a Copa do Mundo da Rússia em 2018?

Segundo o site https://www.skyscanner.com.br: O orçamento é um dos quesitos mais importantes no planejamento de qualquer viagem.É com base nele que o viajante deve preparar e seguir o roteiro para os dias de passeio. Mas seja ele qual for, a viagem pode – e deve – ser aproveitada ao máximo. Planeje-se para a Copa do Mundo 2018: anote nossas dicas de como economizar na Rússia!                         Além de poupar com as passagens aéreas, há várias maneiras de diminuir os gastos em uma viagem. E viajar com orçamento limitado também tem seu lado bom. Além dos programas e lugares diferentes, uma viagem mais simples possibilita a experiência de conhecer uma Rússia que um hotel de luxo não traria.                                                           A recente desvalorização do real afetou de forma significativa a conversão entre as duas moedas, fazendo do maior país do mundo um local relativamente caro para os brasileiros. Mas quando o assunto é serviço, é possível economizar bastante.
Gastos com transporte e telefonia são bem mais baixos do que no Brasil, por exemplo. Um chip de celular com internet para um mês custa em torno de R$ 30, enquanto uma passagem de metrô em São Petersburgo custa R$ 2,10.

Passagens aéreas para a Rússia

Entre 14 de junho e 14 de julho, período em que vai acontecer a Copa do Mundo de 2018, não espere encontrar passagens aéreas na mesma média de preço de qualquer outro mês do ano, os voos estão mais caros em função da grande procura.  TOBOLSK, TYUMEN REGION, RUSSIA - OCTOBER 20, 2016: A view ... As passagens aéreas de São Paulo a Moscou com ida marcada para o dia 13 de junho (um dia antes do início da Copa) e volta dia 15 de julho (dia da final) estão custando aproximadamente R$ 5.098, com 30 horas de viagem. Se você pretende desembolsar um pouco mais para ficar menos tempo no trajeto, considere pagar R$ 7.863 por 16 horas de voo.
Se você flexibilizar essas datas, é possível encontrar passagens por R$ 4.603 (do dia 06 de junho ao dia 06 de julho, 34 horas de viagem). Caso suas férias sejam mais curtas e você precise de datas específicas, recorra ao nosso comparador de preços de passagens aéreas. Selecione a cidade de origem, a cidade destino e faça a busca por mês a mês, com ida em junho e volta em julho. Os resultados você vê no calendário ou no gráfico, como preferir.
Quer chegar de forma ainda mais econômica na Rússia? Veja como se planejar para a Copa 2018 e descubra como chegar de trem ao país e ainda conhecer outros países do Leste Europeu!

Transporte dentro do país

O governo russo sinalizou que o transporte terrestre entre as cidades sede da Copa do Mundo será gratuito para quem tiver ingresso para os jogos, assim como ocorreu na Copa das Confederações de 2017. Para ter acesso ao benefício, basta se cadastrar no site tickets.transport2018.com.CuriosidadesAs cidades-sede que vão concentrar mais jogos são Moscou, com 12 partidas em dois estádios diferentes, e São Petersburgo, com sete partidas. Além de terem mais jogos, são as cidades mais conhecidas turisticamente e as de mais fácil acesso em função dos seus aeroportos internacionais – as passagens aéreas mais baratas para a Rússia geralmente são para Moscou ou São Petersburgo.
As outras nove cidades-sede são Kazan, Nizhny Novgorod, Samara e Sochi, cada uma com 6 jogos, e Kaliningrad, Saransk, Rostov-on-Don, Ekaterinburg e Volgogra, com 4 jogos em cada uma.Arrendamento PISCINA CAZÃ : Alojamentos Turísticos de ...Se você não conseguir ingresso para a Copa, não se preocupe: reunimos aqui alguns valores de passagens aéreas e de trem para que você possa ter uma ideia de quanto custaria uma viagem por conta própria (e sem ingressos).
Vamos considerar Moscou como cidade-base para os torcedores e viajantes, e a partir da capital traçaremos itinerários somente de ida para outras cidades. Os valores foram pesquisados para o mês de junho de 2018, levando em conta a data e o horário dos jogos nas respectivas cidades-sede. Apresentaremos os valores das passagens de trem em dólares e os das passagens de avião em reais.

Transporte dentro das principais cidades russas

O metrô funciona muito bem na Rússia e é basicamente o meio de transporte que você vai usar (apesar de ter também ônibus e bonde). Em Moscou, a passagem simples custa 55 rublos (R$ 3,28) e você pode conferir outras tarifas no site oficial do metrô de Moscou. Em São Petersburgo, a passagem custa 35 rublos (R$ 2,10); já em Kazan, custa 25 rublos (R$ 1,49).

Alimentação na Rússia

Diferente dos serviços, a alimentação não é a melhor forma de economizar dinheiro na Rússia. Com preços semelhantes aos das cidades mais caras do Brasil, um prato em um restaurante mediano pode custar em média R$ 50, enquanto um coquetel em um bar mais descolado pode chegar a custar R$ 40. Mas há saídas para economizar tanto em um como no outro e curtir o dia e a noite no país da vodka.Encontre as passagens mais baratas para Bangkok, basta clicar na foto!

Culinária tailandesa

Alguns dos principais pratos são o pad thai (massa de arroz com molho agridoce, algum tipo de carne ou fruto do mar, tipicamente acompanhada de brotos de feijão, limão e amendoim), o khao pad (arroz frito no mesmo estilo do pad thai) e o spring roll (rolinho de legumes com ou sem carne, frito ou não). Outros destaques, mais incomuns fora do país, são o som tum (salada de papaia verde) e o tom yum (sopa apimentada muito consumida como café da manhã)Clique na imagem e encontre voos para a Índia!

Culinária Indiana

A cozinha indiana apresenta muitas opções vegetarianas. O dahl, por exemplo, é uma espécie de ensopado bem temperado com diversos tipos de lentilha, normalmente acompanhado com arroz ou chapati, um tipo de pão. Outros quitutes, como o malai kofta(almôndegas vegetarianas), a samosa (espécie de pastelzinho frito) e o vada pav (a versão indiana do hambúrguer, feito de batata) não apresentam, na maioria das vezes, qualquer tipo de carne.
Típico também de outros países como Afeganistão e Malásia, o naan é o pão mais famoso da culinária indiana e é feito no tandoor, um estilo de forno de formato arredondado com o centro de brasas, onde o pão fica assando nas paredes e, ao mesmo tempo, possibilita assar carnes num espeto para criar pratos como o tandoori chicken. Dificilmente restaurantes indianos pelo mundo possuem esse tipo de forno, porém muitos conseguem um resultado bem próximo do ideal: um pão extremamente macio, que sai borbulhando do forno.Clicando na foto você encontra os melhores hotéis em Cusco!

Culinária Peruana

O maior expoente é o ceviche, prato que utiliza a técnica de marinar frutos do mar (principalmente peixe) no limão. É temperado com sal, pimenta, coentro e alho e pode vir acompanhado de cebolas roxas e batata doce. Outros pratos importantes são o olluquito(batata exclusiva dos Andes com carne de gado ou de lhama), o cuy (porquinho-da-Índia) recheado e algumas preparações com frango, como o delicioso aji de gallina (uma espécie de estrogonofe). E, para beber, os peruanos criaram a chicha morada , um suco de milho roxo, e o pisco, um destilado de uvas com alto teor alcoólicoEncontre voos para o Marrocos e prove logo essas delícias, clique na imagem!

Culinária Marroquina

tagine é um tipo de cozido com molho muito comum, preparado lentamente com legumes e, quase sempre, com algum tipo de carne. Um dos tipos mais famosos de tagine é o kefta, com tomate e almôndegas. Pratos com carneiro, salsicha e fígado são também frequentes.
O principal expoente da cozinha marroquina, porém, é o cuscuz, prato preparado a partir da sêmola de algum tipo de cereal, normalmente o trigo. É comumente servido envolto por vegetais ou carne, ou até numa versão agridoce com cebola caramelizada e amêndoas. Esse prato foi há séculos “exportado” para a Europa, onde também é muito consumido e recebe versões regionais. O cuscuz também chegou no Brasil: trazido pelos portugueses, era utilizado para alimentação dos escravos e, assim, tornou-se uma tradição da cultura negra, sendo hoje muito consumido no Nordeste e preparado a partir do milho.

Culinária Italiana

Mesmo com milhões de cantinas pelo mundo, provar a culinária italiana em seu próprio habitat é uma experiência diferente. Na Itália, a comida não só está presente em todas as esquinas, mas é feita com muita tradição e um intenso amor pela gastronomia. Há cidades – algumas de gastronomia famosa como Nápoles e Módena e outras de menos como San Miniato e Termoli – que, de certa forma, vivem em torno da comida e atraem muitos turistas por issoClique logo na imagem e garanta seu voo para o Japão!

Culinária Japonesa

Um dos pratos mais consumidos pelos japoneses é o ramen ou lámen, a versão japonesa da tradicional união asiática de massa e sopa, e pode acompanhar tofu, vegetais e brotos de feijão. Já um dos mais diferentes é o okonomiyaki, uma espécie de pizza japonesa que, como a tradução do nome indica, oferece, em cima de uma massa fina, “o que você quer”, ou seja, é uma mistureba que agradaria qualquer brasileiro amante de um bom xis. Já os amantes do churrasco vão gostar da yakiniku, uma carne grelhada que o próprio cliente prepara na mesa.
Mas é claro que o sushi é o principal expoente que conseguiu sair da pequena ilha e chegar aos mais longínquos vilarejos. Importante saber, porém, que o sushi aqui no Brasil foi reinterpretado pelo sempre criativo povo brasileiro. Ou seja, não espere chegar no Japão e encontrar sushi com cream cheese, alho-poró, queijo gorgonzola ou morango. Também diferentes são os nomes, que no mundo todo são uma confusão, e o hábito de comer com as mãos, já que, no Japão, apenas sashimi é consumido com hashis, os palitinhosEncontre os melhores voos para Adis Abeba, capital da Etiópia, basta clicar na foto!

Culinária Etíope

O principal prato etíope é a injera, uma espécie de panqueca gigante feita de farinha fermentada na água por alguns dias e depois cozida em chapas de ferro ou barro. Diferentes tipos de wot (mistura temperada de carnes ou legumes) são servidos sobre a enorme massa que também funciona como talher: gentilmente arranca-se um pedaço e com ele pega-se os wots. A consistência leve, úmida e fofa da massa e os acompanhamentos singulares com temperos exclusivos como o berbere, são o que fazem milhares ter um amor “à primeira injera” com a cozinha da Etiópia.                                           A forma mais tradicional de comer na Rússia é visitando um dos famosos Stolovaya’s (Столовая) espalhados pelo país. A rede oferece de café da manhã a jantar, com opções de self-service, sucos e sobremesas. Apesar da pouca variedade, os baixos preços e a tipicalidade russa do lugar compensam a experiência.
Outra opção para economizar nas refeições é aproveitar as ofertas que muitos restaurantes oferecem para o horário do almoço, geralmente incluindo uma entrada, um prato principal e uma bebida.
A popular e barata rede Teremok também não deve ser deixada de fora, por suas famosas panquecas russas (blinis) e os mais variados tipos de sopa. Os brasileiros devem aproveitar também para comer os diferentes e criativos sushis russos a preços bem mais baixos do que os do Brasil e da Europa.
No estilo buffet, espere pagar entre 350 e 600 rublos (R$ 22-30); em restaurantes à la carte, você encontre preços que variam entre 600 e 1.000 rublos (R$ 40 -50). Nos diversos fast food russos, que servem saladas, batatas recheadas e blinis, os preços são bem amigáveis, cerca de 250 rublos (R$ 15).
Quando o assunto for bebida, há duas redes de bares em São Petersburgo geralmente frequentadas por estudantes, com bebidas e petiscos muito baratos: VKontakt e SPB. Um copo de 500 ml de cerveja sai por R$ 10.

Hospedagem

A Rússia tem muitos hotéis, albergues e pousadas de diferentes faixas de preço. Quanto mais próximo ao centro e mais luxuoso o local, mais caro será o valor da diária. A dica é pesquisar diariamente no Skyscanner por opções mais afastadas do centro e, se possível, para dividir quarto e banheiro, o que baixa consideravelmente os preços. Onde se Hospedar em São Petersburgo na Rússia - Dicas de ...  Outra opção é procurar hotéis ou pousadas nas cidades vizinhas às cidades-sede. Por exemplo, Penza está a 150 km de Saransk, enquanto Uliyanovsk está a 240 km. Nesses casos, uma opção é pegar um Uber/Taxi até Saransk por preços em conta. A estimativa do Yandex Taxi, por exemplo, entre Saransk e Penza está em torno de R$ 120, valor que, se dividido entre amigos, confirma a economia com a hospedagem.
Mesmo com os preços aumentando na época da Copa do Mundo, espere encontrar uma cama em dormitório de hostel a partir de 600 rublos (R$ 32), hotéis 3 estrelas por 3.300 rublos (R$ 176) e quartos de hotéis mais luxuosos por 14.800 rublos (R$ 800) em qualquer uma das cidades.
Especificamente para a Copa do Mundo, alguns empresários vão organizar acampamentos com instalações básicas a um bom preço (em Moscou, por exemplo) e o governo planeja fazer um acampamento na cidade de Saransk.

Ingressos para os jogos

Os bilhetes ainda estão sendo vendidos no site fifa.com/tickets. O jogo de abertura custa entre 220 e 550 doláres, e o jogo final, entre 455 e 1.100 dólares. A Fase de Grupos é a mais barata para quem quiser assistir. Veja na tabela mais detalhes: Preços dos jogos Copa do Mundo 2018 na RússiaImagem: FIFA/Divulgação
Segundo o site oficial do evento, já foram distribuídos 1.698.049 ingressos para torcedores de todo o mundo através do site desde o início das vendas em setembro de 2017. A maioria desses ingressos foi destinada a fãs russos (796.875), seguidos por torcedores dos EUA (80.161) e do Brasil (65.863).
Desde o dia 18 de abril de 2018 e durante toda a Copa do Mundo 2018, o site oficial de venda de ingressos será atualizado para compras online, já que podem haver liberações de algumas reservas. Desde o dia 1 de maio, é possível comprar em pontos físicos espalhados pelas 11 sedes na Rússia, os chamados Centros de Ingresso da Fifa.

Cidades e atrações

Como em qualquer país do mundo, as cidades maiores demandam mais gastos do que as menores. No caso da Rússia, Moscou é uma das cidades mais caras para visitar. Mas o brasileiro já sai um pouco na frente dos visitantes de outros países por não precisar do Visto de turista.
Outro fato positivo é que, como a Copa do Mundo acontece durante o verão russo, as roupas de inverno do Brasil serão suficientes para aguentar o frio noturno das cidades-sede. Em São Petersburgo, por exemplo, as temperaturas podem chegar a 11 graus nas noites mais frias, mas não há necessidades de gastar com os pesados casacos do inverno russo.
Uma ótima opção para conhecer a história e cultura locais de forma barata e prática são os Free Walking Tours, disponíveis nas principais cidades da Rússia. Caminhando, um guia explica sobre os pontos turísticos do local, geralmente de forma divertida e leve, e, ao final do passeio, você paga o quanto quiser. O normal é dar entre 5 e 10 euros.

Atrações em Moscou

Uma opção super barata em Moscou é conhecer as estações de metrô. As construções debaixo da terra são belíssimas e cheias de detalhes, dos lustres ao mármore, algo incomum de se ver em outras estações pelo mundo.Atrações Históricas De Moscou, Rússia (colagem) Imagem de ...Não deixe de visitar o Kremlin e de passear por dentro da muralha vermelha: é necessário fazer um passeio guiado para que se tenha acesso a todo o complexo arquitetônico da Praça da Catedral (500 rublos = R$ 26). Ainda dentro da muralha, mas na face leste, é obrigatório (e você não vai querer sair de Moscou sem) visitar a incrível Praça Vermelha, onde está localizada, por exemplo, a Catedral de São Basílio nas suas impressionantes cores e formas.Quanto custa viajar para a Copa do Mundo de 2018As únicas atrações pagas na Praça Vermelha são a Catedral, que custa 250 rublos (R$ 13,30), e o Museu Histórico do Estado, por 350 rublos (R$ 18,70). O Mausoléu do Lênin, o Muro do Kremlin, a Catedral Kazan e a loja de departamento GUM têm acesso gratuito.
Em geral, templos religiosos costumam ter entrada gratuita também. Museus custam em média 300 rublos (R$ 16), e teatros oferecem passeios guiados. O Teatro Bolshoi, por exemplo, cobra 1.300 rublos (R$ 69) por tour, e os ingressos para espetáculos podem variar de 100 a 15.000 rublos (R$ 7 a R$ 900).
Em Moscou, o parque Gorky também é um dos queridinhos tanto dos locais, como dos turistas.

Atrações em São Petersburgo

Assim como em Moscou, em São Petersburgo há uma praça imperdível: a Praça do Palácio. Quem abrilhanta essa área é o Museu Hermitage (600 rublos = R$ 32), um complexo de cinco prédios que abriga um vasto acervo de arte e história, sendo comparado ao Museu Louvre em tamanho e importância.Atrações de São Petersburgo - Curso de RussoA entrada em templos religiosos costuma ser cobrada, destaque para a Catedral St. Isaac (cerca de 250 rublos, R$ 13) e para a Church of the Savior on Blood (250 rublos, R$ 13), representada na fotografia acima. A Ilha de Petrograd é uma atração gratuita, se você considerar apenas o passeio pelo Forte de Pedro e Paulo, mas o Museu Histórico Militar, a Catedral de São Pedro e São Paulo e a antiga Casa de Pedro I custam 300, 330 e 200 rublos (R$ 16, R$ 17 e 10) respectivamente.
No quesito museus, os preços variam entre 150 e 350 rublos (R$ 8 e R$ 18). Se tiver que escolher algum para visitar, dê preferência ao Museu da História Política da Rússia (200 rublos = R$ 10).
Ainda em São Petersburgo, a ilha Nova Holanda é um espaço criativo com restaurantes e música ao vivo durante o verão, com entrada gratuita, e a Catedral de Kazan é uma bela surpresa para os visitantes.
Além disso, há muitas coisas gratuitas para ver e fazer na Rússia, de catedrais e monumentos a belos locais naturais. A estátua de Alyosha, em Murmansk, e o Lago Baikal, na Sibéria. Todos gratuitos.

Dicas importantes

  • Compre um chip de celular direto no aeroporto: é barato e prático
  • Evite trocar dinheiro no aeroporto; prefira as casas de câmbio dos centros das cidades
  • Sempre que possível, utilize o transporte público: é eficiente, rápido e barato
  • Visite os parques: além de ser um ótimo programa de verão, são lindos e gratuitos
  • Compre lembranças nos mercados de pulgas da cidade
  • Em Moscou, compre os cartões reutilizáveis para o metrô
  • Baixe os aplicativos Uber, Gett Taxi e Yandex Taxi para comparar preços
  • Nesse site, é possível checar a média de preços na Rússia em 2018 para alimentos, produtos, serviços e muito mais: https://pt.preciosmundi.com/russia

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

General Heleno: “Vamos fechar o Congresso Nacional. Não existe nenhuma Democracia em nosso País mais.”

Noticia Urgente: Cantor Murilo Manoel de Moura sofre acidente de Moto e chega a óbito

Jovem morre em acidente de transito na PE 90 na cidade de Surubim