Petroleiros decidem entrar em greve por 72 horas a partir da próxima quarta-feira Leia mais: https://oglobo.globo.com/economia/petroleiros-decidem-entrar-em-greve-por-72-horas-partir-da-proxima-quarta-feira-22722273#ixzz5GiNS1lDC stest

Segundo o site https://www.midiamax.com.br: A FUP (Federação Única dos Petroleiros) representante de empregados da Petrobrás,  irá fazer manifestações a partir deste domingo (27) e já na próxima quarta-feira (30) a categoria iniciará uma greve de 72 horas, de acordo com o jornal Estado de São Paulo.A definição saiu de um encontro realizado por teleconferência na tarde deste sábado (26). A lista de reivindicações inclui cinco pontos, um deles é a demissão do presidente da companhia, Pedro Parente. Os sindicalistas pedem também a redução dos preços dos combustíveis e do gás de cozinha; a manutenção de empregos e retomada da produção interna de combustíveis; o fim da importação de derivados de petróleo; e a desmobilização do programa de venda de ativos promovido pela atual gestão da estatal. O comunicado que será enviado ainda neste sábado à empresa contesta também a presença de unidades das Forças Armadas em instalações da Petrobrás.
A greve se estenderá até as 23h59 do dia 1º de junho. Já neste domingo (27), a troca de turnos será atrasada nas refinarias nas quais foram colocadas à venda participações, o que deve deixar a operação mais lenta. Foram incluídas no programa de desinvestimento a Rlam, na Bahia; a Abreu e Lima, em Pernambuco, a Refap, no Rio Grande do Sul, e a Repar, no Paraná.                                                                                                                    Trabalhadores da Refinaria Alberto Pasqualini (Refap) já cruzaram os braços no turno de 8 horas a 16 horas deste sábado, em solidariedade ao movimento de greve dos caminhoneiros, informou o Sindicato dos Petroleiros do Rio Grande do Sul (Sindipetro-RS).
Segundo a assessoria de imprensa da Petrobrás, a operação não foi afetada. Isso porque os trabalhadores do turno anterior, de meia-noite às 8 horas, assumiram os trabalhos. A diretora de comunicação do Sindipetro-RS, Élida Maich, informou que a paralisação foi decidida por cerca de 70 petroleiros reunidos na porta da Refap, na entrada do turno das 8 horas.
A entrada da Refap foi bloqueada por manifestantes desde o início do movimento grevista dos caminhoneiros. Segundo a Petrobrás, há bloqueios em várias refinarias, mas nenhuma unidade teve impacto na operação de produção.
Na semana retrasada, a Federação Única dos Petroleiros (FUP) aprovou greve por tempo indeterminado, mas sem definir uma data. A entidade divulgou um calendário que previa a definição da data de início da greve para o próximo dia 12, mas o Sindipetro-RS resolveu se antecipar ao movimento com a ação localizada na Refap. “Como os petroleiros são contra a política de aumento de combustíveis, entramos em solidariedade aos caminhoneiros”, afirmou Elida.                                                                                        Estadão                                    

Gás de cozinha deve acabar nete domingo em Campo GrandeNo sexto dia de manifestação dos caminhoneiros, Campo Grande já enfrenta a falta de gás liquefeito de petróleo, o conhecido gás de cozinha. A reportagem do Midiamax ligou para várias revendedoras e apenas duas confirmaram que ainda tem estoque, sendo que apenas uma garante que terá gás até a manhã de domingo (26).

Em contato com uma revenda localizada no bairro Coronel Antonino, o produto era vendido por R$ 75, mas acabou todo o estoque neste sábado (26). Em outra revendedora localizada no Jardim Popular, o estoque está quase zerado.
“Estamos com estoque quase zerado só garantimos para hoje, só temos poucas unidades”, disse o proprietário.
No Carandá Bosque também não é possível encontrar mais botijões neste final de semana. O mesmo acontece em uma revendedora no bairro Vilas Boas, onde botijão com 13 quilos era vendido por R$ 75 em média, mas teve seu estoque zerado hoje pela manhã.
Apenas no Bairro Santo Amaro, na Avenida Júlio de Castilho, a reportagem conseguiu encontrar uma revendedora que ainda possui estoque de botijões, porém são poucas unidades. De acordo com o proprietário é vendido apenas uma unidade por cliente, e ele garante. “Tenho poucas unidades, que devem durar até a manhã de domingo dependendo da procura”, disse.
Entramos em contato com outras distribuidoras, porém algumas já não atendiam ao telefone.
Conforme informado por um funcionário de companhia de Gás, a Copagaz não tinha gás desde a última quinta-feira, assim como a Supergasbrás localizada no Bairro Serradinho. Já a Liquigás parou o abastecimento nessa sexta-feira e só abasteceu a Capital, devido a paralisação, não conseguiu chegar até o interior.

Paralisação

A greve dos caminhoneiros entre em seu 6º dia consecutivo neste sábado (26) nas rodovias federais e estaduais de Mato Grosso do Sul. Ao todo, são 65 trechos bloqueados nas rodovias e a categoria, que não aceitou proposta do governo que incluía manter a redução de 10% no preço diesel, seguem sem previsão de encerramento da greve.
Nesta sexta-feira (25), o presidente Michel Temer (MDB), fez pronunciamento no Palácio do Planalto autorizando o uso de forças federais de segurança para liberar as rodovias bloqueadas pelos caminhoneiros caso as estradas não sejam desbloqueadas pelo movimento.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

General Heleno: “Vamos fechar o Congresso Nacional. Não existe nenhuma Democracia em nosso País mais.”

Noticia Urgente: Cantor Murilo Manoel de Moura sofre acidente de Moto e chega a óbito

Jovem morre em acidente de transito na PE 90 na cidade de Surubim