Com foco na imunização dos brasileiros, Dasa disponibiliza vacina quadrivalente contra gripe

Segundo o site Assessoria de Imprensa Grupo Dasa Moura Leite Netto: Laboratórios do Grupo Dasa espalhados pelo país oferecerem as vacinas trivalente e quadrivalente, que incluem a cobertura aos vírus da Influenza A e B, dentre eles o H1N1 e o H3N2, que causou surto recentemente nos Estados Unidosvacina gripe Quadrivalente
Abril de 2018 – São Paulo – SP – A queda na média de temperatura no país que se observa no Outono e Inverno, aumenta a incidência e risco de mortes por doenças respiratórias, como a gripe. Nesse período, costuma haver maior aglomeração de pessoas e tempo de permanência em locais fechados e pouco ventilados, fatores que facilitam a contaminação e disseminação do vírus.
Com a proposta de contribuir com a imunização dos brasileiros contra as Influenzas A e B, o Grupo Dasa, quinta maior empresa de medicina diagnóstica no mundo, dispõe de doses da vacina contra a gripe em suas marcas em São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná, Santa Catarina, Goiás, Brasília e Ceará. As vacinas são oferecidas a um preço que varia entre 90 e 160 reais.
No Sul, onde há a maior demanda, o Laboratório Frischmann Aisengart, de Curitiba, prevê a disponibilidade de 15 mil doses. A imunização está disponível nas unidades de Xaxim, Alto da XV e Batel. Dispondo de 15 mil doses da vacina quadrivalente, as três unidades, juntas, estimam vacinar 500 pessoas por dia durante as primeiras semanas do Outono. Em Santa Catarina, o Laboratório Santa Luzia, de Joinville, conta com um lote de 3 mil vacinas.
No Centro Oeste, a maior preocupação se dá em Goiás, onde, segundo a Secretaria de Estado da Saúde, já foram confirmadas 13 mortes por H1N1. As unidades do Laboratório Atalaia, de Goiânia, estão tendo grande procura. Até o inverno, a expectativa é que sejam pedidas 3.500 doses. A marca Exame, de Brasília, está com um estoque inicial de 400 doses e novos pedidos serão feitos de acordo com a demanda até o inverno. Na região Nordeste, o LabPasteur, de Fortaleza, está com um estoque inicial de 500 doses.
Em São Paulo, as doses da vacina contra gripe podem ser adquiridas nos laboratórios das marcas Alta Excelência Diagnóstica, Delboni Auriemo e Lavoisier. No Rio de Janeiro, o Laboratório Lâmina está operando com um lote inicial de 500 doses nas unidades Voluntários da Pátria, Barra da Tijuca e Icaraí. A marca tem a expectativa de aquisição de 1 mil doses para a temporada de campanha.
Imunização da vacina quadrivalente
A vacina tetravalente contra a gripe é indicada para crianças a partir de seis meses. Não há limite de idade para receber a vacina, que é intramuscular. A imunização ocorre a partir de três a seis semanas depois de se receber a dose e, após período de 9 a 12 meses, há uma redução importante dos níveis de imunidade. Em razão disso, é fundamental que as pessoas sejam vacinadas todos os anos. Historicamente, a imunização tem maior adesão das crianças e idosos, mas é preciso atrair a sociedade como um todo, inclusive os homens adultos jovens, que são os que menos se vacinam. A vacina tetravalente imuniza contra duas cepas de Influenza A (H1N1 e H3N2) e duas cepas de Influenza B (Phuket e Brisbane). A definição das cepas da vacina se dá com base na ocorrência de gripe no hemisfério norte e na retrospectiva do ano anterior no hemisfério Sul. A contaminação ocorre pelo ar, por contato direto (em secreções de alguém doente quando se leva a mão aos olhos, boca ou nariz) e indireto (tocando em objetos ou superfícies contaminadas por alguém que expeliu o vírus e colocando a mão em uma das mucosas).
A eficácia da vacina, depende do grau de agressividade da cepa circulante. Em média, a eficácia da imunização da vacina gira em torno de 60%. A agressividade e, por sua vez, a eficácia, depende mais do estado de imunidade do indivíduo. Qualquer um dos vírus influenza pode determinar desde uma simples gripe até um quadro de insuficiência respiratória ou levar à morte. "A vacina para Influenza deve ser realizada por todos, uma vez que protege contra uma doença grave que anualmente é responsável por inúmeras internações e mortes", alerta o médico infectologista do Grupo Dasa, Alberto Chebabo.
De acordo com dados do Ministério da Saúde, em 2018, até 7 de abril, foram registrados 286 casos de Influenza em todo o país, com 41 óbitos. Do total, 71 casos e 12 óbitos foram por Influenza A/H3N2 e 116 casos e 16 óbitos por Influenza A/H1N1pdm09. Foram registrados também 52 casos e 6 óbitos por influenza B e outros 46 casos e 7 óbitos por influenza A não subtipados.
Contraindicações e efeitos adversos
São raras as contraindicações da vacina contra a gripe. Não podem receber a dose apenas os bebês com menos de seis meses ou pessoas, de qualquer idade, que tenham reação alérgica grave às proteínas do ovo. Também são incomuns os efeitos adversos, pois a vacina é de um vírus inativado (morto) e, portanto, não causa a doença. Os efeitos adversos se apresentam como dor ou vermelhidão no local da aplicação e sinais leves de resposta imunológica como febre e dor no corpo. Eles costumam surgir entre seis e doze horas após a aplicação e podem persistir por uma semana.
Como se prevenir
- Recomenda-se que se lave as mãos com água e sabão, várias vezes ao dia, principalmente antes de comer ou tocar os olhos, nariz ou boca e depois de tossir, espirrar e de usar o banheiro.
- Evitar contato direto com pessoas gripadas (abraço, beijo, apertos de mão etc.), e não compartilhar objetos de uso pessoal.
- Cobrir a boca e o nariz com um lenço de papel ao tossir ou espirrar.
- Evitar permanecer em locais fechados com grande aglomeração de pessoas.
Como saber se é resfriado ou gripe
A gripe se manifesta com sintomas parecidos com o resfriado comum, como dores pelo corpo, especialmente nos músculos e nas articulações, tremores e frio intenso, cansaço, febre acima de 37,5ºC, tosse seca e coriza. A grande diferença entre gripe e resfriado está na intensidade dos sintomas e na evolução, que no caso da infecção pelo Influenza, pode ser mais rápida e de maior gravidade. A diferenciação definitiva da infecção pelo Influenza ou pelo vírus do resfriado (rinovírus) só é possível com a realização de um exame laboratorial.
Curiosidades sobre Influenza
Há diferenças entre os vírus da Influenza quanto à contaminação, disseminação e espécies que podem ser atingidas:
Influenza A: pode afetar diversas espécies, incluindo humanos, aves, suínos, cavalos e até baleias. Este tipo é o principal responsável por epidemias sazonais e pandemias, sendo classificado em diferentes subtipos de acordo com as proteínas de superfície, hemaglutinina (HA ou H) e neuraminidase (NA ou N).
Influenza B: afeta apenas seres humanos e mamíferos marinhos, sendo dividido em apenas duas cepas: Yamagata e Victoria. Tem o mesmo tipo de gravidade da maioria das gripes causadas por Influenza A.
Influenza C: afeta seres humanos e suínos, porém, causam infecções mais brandas e está associado com casos esporádicos. Por não ter impacto na saúde pública, esse tipo de vírus influenza não entra na imunização pela vacina.
Sobre o Grupo DASA
O Grupo DASA, referência no mercado de saúde brasileiro e maior prestadora de serviços de medicina diagnóstica da América Latina, atua nos pilares de análises clínicas e de diagnóstico por imagem e molecular. Conta mais de 30 referenciadas redes de laboratórios no Brasil, como Delboni Auriemo, Lavoisier Diagnósticos, Alta Excelência Diagnóstica, SalomãoZoppi Diagnósticos, Bronstein, Sérgio Franco, CDPI, Frischmann, entre outros. Um dos maiores objetivos da DASA é sempre oferecer melhor qualidade de vida às pessoas e, em razão disso, está sempre atenta às inovações tecnológicas em Medicina Diagnóstica, para propiciar aos pacientes o que há de melhor e mais moderno em termos de equipamentos e com aprimoramento contínuo.
Outras informações:
bowler

Moura Leite Netto – moura.netto@bowler.com.br – (11) 99733-5588
Bárbara Conti - barbara.conti@bowler.com.br – (11) 98203-4946
Jéssie Costa – jessie.costa@bowler.cm.br – (11) 99330-5735
Juliana Annunciato – juliana.annunciato@bowler.com.br – (11) 99350-1415
www.bowler.com.br

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

General Heleno: “Vamos fechar o Congresso Nacional. Não existe nenhuma Democracia em nosso País mais.”

Dois Bandidos se dar mal ao tentar roubar a Loja Magazine Luíza em Surubim