Familiares de pacientes denunciam problemas no Hospital Getúlio Vargas no mês de Janeiro 2018 será que mudou?

Segundo o site http://www.diariodepernambuco.com.br: Publicado 11/01/2018 Relatos são de pessoas deitadas em macas nos corredores da unidade de saúde além de falta de higieneUsuários denunciam superlotação e falta de estrutura para atendimentos. Fotos: Clarice Lima/Cortesia (Usuários denunciam superlotação e falta de estrutura para atendimentos. Fotos: Clarice Lima/Cortesia)Familiares de pacientes internados no Hospital Getúlio Vargas (HGV), no bairro do Cordeiro, Zona Oeste do Recife, denunciam superlotação nos corredores da unidade de saúde e reclamam da falta de estrutura e higiene no local. Entre as principais queixas dos acompanhantes dos doentes estão a grande quantidade de macas espalhadas pelos corredores e as precárias condições de higiene e estrutura na recepção da emergência. As imagens enviadas para o Diario revelam uma grande quantidade de pessoas acomodadas na passagem, onde também recebem atendimento. Também foram relatadas a existência de infiltrações nas paredes da recepção.A falta de higiene também é um dos problemas.  (A falta de higiene também é um dos problemas. )

“A situação do hospital é caótica. São várias pessoas acomodadas em macas no meio do corredor e, além disso, o banheiro que estava disponível para o público era para homens e mulheres. E para piorar a situação, não tem portas no banheiro”, disse a filha de uma paciente idosa. Parentes de outro paciente também reclamaram de mau cheiro nas dependências da unidade de saúde. “Minha avó tem 80 anos e está há oito dias em um maca.” Procurada pela reportagem, a Secretaria de Saúde do estado enviou uma nota sobre as denúncias.                                                                                                        Confira a nota na íntegra:

Pacientes aguardam em macas no chão uma vaga para serem internados. (Pacientes aguardam em macas no chão uma vaga para serem internados.)
Pacientes aguardam em macas no chão uma vaga para serem internados.
A direção do Hospital Getúlio Vargas (HGV) esclarece que a unidade está passando por uma grande reforma e ampliação do setor de emergência. As obras, que têm prazo de conclusão para este primeiro semestre de 2018, irão trazer maior conforto para pacientes, acompanhantes e profissionais de saúde que atuam na unidade. Sobre o banheiro, a direção informa que são quatro na emergência e que não procede a informação de sanitário sem porta. Também ressalta que a equipe de limpeza está trabalhando normalmente na unidade, com rondas periódicas para manter todos os setores higienizados. 
A direção reconhece, ainda, a grande demanda de pacientes na emergência da unidade, motivada, principalmente, por se tratar de uma instituição de grande porte, referência para diversas especialidades de urgência e emergência, inclusive trauma. Mas ressalta que, apesar do grande quantitativo de pacientes, o HGV mantém suas portas abertas e não recusa nenhum usuário, garantindo a assistência a todos que dão entrada na emergência, com prioridade para os casos mais graves e conforme as orientações das equipes médicas. A direção informa que o serviço está funcionando em sua plena capacidade, com todos os leitos disponíveis, assim como seus blocos cirúrgicos, além de contar com os insumos necessários para o atendimento.
Também é importante ressaltar que o Governo do Estado tem atuado com muita determinação para reforçar a mão de obra especializada na rede estadual de Saúde, bem como para valorizar estes profissionais. Prova disso é que nesta gestão foi realizada a maior convocação da história da Saúde em Pernambuco. Ao todo, já foram convocados, desde 2015, mais de 5,9 mil profissionais concursados, de todas as categorias médicas e não-médicas. Só para o HGV, foram chamados mais de 300 profissionais, entre médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem e outros profissionais de nível técnico e superior.
   Pensam que melhorou? 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

General Heleno: “Vamos fechar o Congresso Nacional. Não existe nenhuma Democracia em nosso País mais.”

Noticia Urgente: Cantor Murilo Manoel de Moura sofre acidente de Moto e chega a óbito

Jovem morre em acidente de transito na PE 90 na cidade de Surubim