Janeiro verde: medicina Nuclear auxilia no combate ao câncer de colo de útero; conheça exame

Segundo o site Assessoria de Imprensa Instituto Nacional do Câncer Murilo Silva: PET/CT realiza diagnóstico precoce e possibilita tratamento mais efetivoDe acordo com o Instituto Nacional do Câncer (INCA), o câncer de colo de útero é o terceiro tumor mais frequente na população feminina com cerca de 16 mil novos casos por ano. Janeiro é o mês de conscientização do câncer de colo de útero, com a campanha Janeiro Verde.
O câncer do colo do útero, também chamado de cervical, é causado pela incidência de HPV. Logo, a prevenção está relacionada à diminuição do risco de contágio pelo HPV, com a vacina e o uso de preservativos, além de fatores de risco como tabagismo e uso prologado de pílulas anticoncepcionais.
A Medicina Nuclear atua na detecção e auxilia o tratamento da doença, uma vez que identifica a localização exata do tumor, o que permite determinar o melhor procedimento, seja quimioterapia, radioterapia ou cirurgia. O exame utilizado para o diagnóstico do câncer de colo de útero é o PET/CT (Tomografia por Emissão de Pósitrons e Tomografia Computadorizada).
De acordo com o médico nuclear e vice-presidente da Sociedade Brasileira de Medicina Nuclear, George Barberio Coura Filho – responsável clínico da Dimen SP (www.dimen.com.br), o PET/CT acompanha o funcionamento do corpo e das células e permite determinar se o câncer se disseminou para os linfonodos. Raramente é usado para pacientes com câncer do colo de útero em estágio inicial, mas pode ser usado para diagnosticar doença mais avançada.

Como funciona o exame?
Uma análise do corpo inteiro é realizada com alta precisão graças ao equipamento PET/CT, tecnologia de diagnóstico por imagem mais sensível, que, com a administração de glicose por via venosa, possibilita a análise bioquímica do corpo, identificando células cancerígenas, muitas vezes, antes da manifestação visível e antes que ocorra a metástase.
Medicina Nuclear
Ainda pouco conhecida pelos brasileiros, a especialidade analisa a anatomia dos órgãos e também seu funcionamento em tempo real, permitindo diagnósticos e tratamentos mais precoces e precisos. A prática atua na detecção de alterações das funções do organismo acometidos por cânceres, doenças do coração e problemas neurológicos, entre outros.
A medicina nuclear conta com exames de alta tecnologia, como o PET/CT, que é capaz de realizar um mapeamento metabólico do corpo e captar imagens anatômicas de altíssima resolução, com reconstrução tridimensional, localizando com exatidão nódulos, lesões tumorais e inúmeras outras condições clínicas. O SPECT/CT é a tecnologia de diagnóstico mais rápida, precisa e com menos radiação, que permite melhor localização anatômica dos achados de cintilografia, permitindo um procedimento mais preciso e menos invasivo.
Sobre a DIMEN
A DIMEN – referência em Medicina Nuclear no País, com mais de 36 anos de atuação – possui doze unidades nos estados de São Paulo e Minas Gerais. No Brasil, é pioneira no uso de cirurgia radioguiada e na tecnologia PET-CT. A nova unidade na capital paulista está localizada na Av. Conselheiro Rodrigues Alves, 325, Vila Mariana.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

General Heleno: “Vamos fechar o Congresso Nacional. Não existe nenhuma Democracia em nosso País mais.”

Noticia Urgente: Cantor Murilo Manoel de Moura sofre acidente de Moto e chega a óbito

Jovem morre em acidente de transito na PE 90 na cidade de Surubim