Multidão lota Uerj para receber Lula no último ato da caravana pelo Rio

Segundo o site http://www.jb.com.br/pais/noticias: Ex-presidente encerrou a etapa fluminense de sua viagem pelo Brasil O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva criticou os governos estadual e federal pelos atrasos no pagamento de salários dos servidores e de funcionários da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj), onde ele falou para uma multidão na noite desta sexta-feira (8).
"Fiquei sabendo que a Uerj não pagou o 13º salário de 2016, certamente não pagará o 13º deste ano e já caminha para três meses de salário atrasado. Ora, ninguém em sã consciência pode chamar de radical alguém que se recusa a trabalhar nessas condições", disse Lula, em solidariedade à comunidade acadêmica. Para o ex-presidente, não existe saída para a crise no estado fora do auxílio federal.  Em seu último ato da caravana pelo Rio de Janeiro, Lula fez críticas ao atraso na educação do Brasil e lembrou que foi preciso um presidente sem curso superior para investir na criação de universidades. Durante seu governo, o petista inaugurou 14 universidades pelo país."Não é possível que esse país que tem uma elite tão poderosa precise de um presidente sem diploma para colocar mais alunos na universidade. Nossa elite só permitiu que o Brasil tivesse uma universidade 420 anos depois do descobrimento. Explica o atraso do nosso país", afirmou, sendo aplaudido por professores, estudantes, servidores e militantes.Durante a caravana pelo Rio, Lula, que é pré-candidato do Partido dos Trabalhadores à Presidência da República em 2018, revelou o desejo de federalizar o ensino médio. "Alguns dizem para eu federalizar os presídios. Digo a vocês que estou seriamente tentado a federalizar o ensino médio nesse país", declarou, sobre um eventual novo mandato. A pauta da Educação levou milhares de jovens a lotarem a Concha Acústica da Uerj na noite desta sexta-feira (8), no ato que encerrou a caravana no Rio. Palco de resistência contra os retrocessos impostos às universidades públicas, a Universidade do Estado do Rio de Janeiro sofre com a precarização do ensino superior. Durante seu discurso, Lula disse, também, que a saída para o aumento da criminalidade, que afeta especialmente o Rio de Janeiro, está no investimento em educação e na geração de empregos. "Quer melhorar rapidamente o problema da violência? Você precisa ter polícia bem preparada, bem armada, bem treinada e com salário em dia. Mas você diminui mesmo é dando salário, emprego e educação para os jovens". O projeto Lula pelo Brasil encerra o ano de 2017 com três etapas concluídas. Nordeste, Minas Gerais, Espírito Santo e Rio de Janeiro. Para o primeiro semestre de 2018, o ex-presidente Lula já planeja passagens pelo Sul e Norte do país. 
Tags: 2018, brasil, eleição, política, pt, rio de janeiro, sociedade, uerj

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

General Heleno: “Vamos fechar o Congresso Nacional. Não existe nenhuma Democracia em nosso País mais.”

Dois Bandidos se dar mal ao tentar roubar a Loja Magazine Luíza em Surubim

Noticia Urgente: Cantor Murilo Manoel de Moura sofre acidente de Moto e chega a óbito