QUAL A IMPORTÂNCIA DE MANTER A CARTEIRA DE VACINAÇÃO ATUALIZADA?

Segundo o site PiaR COMUNICAÇÃO | ASSESSORIA DE IMPRENSA Sandro Silva: Seguir rigorosamente o calendário vacinal e manter a carteira de vacinação atualizada é muito importante em todas as idades, não só para se proteger de doenças que são facilmente evitáveis, como Sarampo ou Rubéola, mas também para prevenir aquelas que são consideradas graves e podem levar a morte, como é o caso do Tétano e Meningite.Inoculation e certificado foto royalty-freeA maioria das pessoas tem muitas dúvidas sobre o assunto ou acredita que essa questão seja voltada somente para um público específico ou de risco, como é o caso das crianças, gestantes e idosos. O que acho importante e sempre reforço com todos é que as vacinas são uma das ferramentas mais eficazes no combate a agentes infecciosos. Por meio delas, quando nosso corpo detecta o microrganismo, automaticamente produz os anticorpos necessários para evitar que a doença aconteça e se desenvolva, proporcionando uma maior proteção.
Algumas campanhas e ações são feitas diariamente com o único objetivo de conscientizar a população, orientar e mostrar a real necessidade e importância de tomar as vacinas corretamente. Se pararmos para pensar, quanto maior o número de pessoas protegidas, menor é a chance de elas serem atingidas por doenças, e, portanto, menor a chance de ocorrerem epidemias. Além disso, com a prevenção, o número de pessoas hospitalizadas diminui e há uma drástica redução da mortalidade e nos gastos com medicamentos.
O Brasil é um dos países que apresenta o maior número de campanhas de vacinação. De acordo com um estudo realizado esse ano pelo Ministério da Saúde, atualmente o país possui mais de 36 mil salas de vacinação, que juntas aplicam uma média de 300 milhões de imunobiológicos, e ainda exporta doses para mais de 70 países. De acordo com a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), o Brasil é referência internacional no processo de produção de vacinas.
Por fim, ressalto aqui que precisamos fazer a nossa parte e manter sempre nossa carteira de vacinação em dia, independentemente da idade. Se tem dúvidas se já tomou todas as doses necessárias, ou se ainda falta alguma vacina, procure orientação no posto de saúde mais próximo de sua casa, pois é preciso tomar cuidado, nos conscientizar para não deixarmos a saúde em segundo plano.
*Júlia Herkenhoff Carijó é Médica Infectologista do Hospital Copa D'Or, Chefe Substituta da Área de Infecção Hospitalar do Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia e parceira da Beep Saúde, plataforma que disponibiliza atendimento médico 24 horas com conveniência.
PiaR COMUNICAÇÃO | ASSESSORIA DE IMPRENSA
Gabriela Calencautcy (gcalencautcy@piarcomunicacao.com.br)
Juliana Gusmão (juliana@piarcomunicacao.com.br)
Renniê Paro (rparo@piarcomunicacao.com.br)
Bruno Pinheiro (bruno@piarcomunicacao.com.br)
Tel.: (11) 4304.1222

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

General Heleno: “Vamos fechar o Congresso Nacional. Não existe nenhuma Democracia em nosso País mais.”

Dois Bandidos se dar mal ao tentar roubar a Loja Magazine Luíza em Surubim

Noticia Urgente: Cantor Murilo Manoel de Moura sofre acidente de Moto e chega a óbito