Feira itinerante com produtos internacionais chega à Zona Sul do Recife

Segundo o site https://g1.globo.com/pernambuco:

Evento, que tem entrada gratuita, acontece até 22 de dezembro no Shopping RioMar. São mais de 100 mil produtos oriundos de países como Turquia, Paquistão, Síria, Bolívia e Japão.Peças de decoração, joias, obras de arte e tapeçaria são alguns dos atrativos da feira (Foto: Paulo Pires/Divulgação)  A feira itinerante Nações & Artes, uma mostra internacional de artesanato e decoração, pode ser visitada no Shopping RioMar, no bairro do Pina, na Zona Sul do Recife, a partir desta sexta-feira (3). O evento, que tem entrada gratuita, acontece até o dia 22 de dezembro, com produtos como roupas, acessórios, peças de decoração, joias, obras de arte, tecidos, artigos religiosos, tapeçaria e brinquedos, além de gastronomia.

Os valores dos itens à venda variam entre R$ 5 e R$ 4 mil. Segundo a assessoria do shopping, são mais de 100 mil produtos oriundos de países como Turquia, Paquistão, Síria, Bolívia e Japão. Neste ano, a mostra já passou por Maceió, Salvador, Campo Grande, Brasília, Natal, Belém, Rio Branco, Rio de Janeiro, São Luiz, Fortaleza, Vitória, Goiânia, Aracaju e Jundiaí, entre outras cidades brasileiras.
A feira internacional Nações & Artes pode ser visitada durante o horário de funcionamento do shopping: de segunda a sábado, entre 9h e 22h, e aos domingos, das 12h às 21h.

Serviço

Feira internacional Nações & Artes
De 3 de novembro a 22 de dezembro de 2017
De segunda a sábado, entre 9h e 22h, e aos domingos, das 12h às 21h
Shopping RioMar - Avenida República do Líbano, 251, Pina - Recife
Entrada gratuita

                                                                                             

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

General Heleno: “Vamos fechar o Congresso Nacional. Não existe nenhuma Democracia em nosso País mais.”

Dois Bandidos se dar mal ao tentar roubar a Loja Magazine Luíza em Surubim

Noticia Urgente: Cantor Murilo Manoel de Moura sofre acidente de Moto e chega a óbito