PM prende 2 traficantes na cracolândia, em SP; barracas são removidas de praça

Segundo o site  https://noticias.uol.com.br:Equipes da PM (Polícia Militar) realizaram uma nova operação na região da cracolândia, no centro de São Paulo, neste domingo (11). A ação aconteceu na praça Princesa Isabel e teve como alvo o "combate ao tráfico de entorpecentes"segundo a PM. "Hoje foi feito um trabalho importante. Dois traficantes foram presos, drogas foram apreendidas", disse o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), que esteve no local ao lado do prefeito paulistano João Doria seu colega de partidoEm nota, a prefeitura disse que "o objetivo da ação era a retirada das tendas e barracas que estavam sendo utilizadas pelo tráfico". Ao menos uma pessoa teria ficado ferida, mas os órgãos de segurança não confirmam a informação. O governador disse que a ação policial foi "bem planejada" e que o trabalho também é "social e médico". "A dependência química é doença crônica, não resolve em 24 horas. Esse é um trabalho permanente."  Alckmin falou que as concentrações de usuários devem ser combatidas porque elas facilitam "a vida do traficante". "Você dificulta a abordagem [do trabalho social]. Tem que ser um trabalho de tirar o traficante, prender o traficante", declarou o tucano. No dia 21 de maio, quando outra operação foi feita na região, Doria chegou a dizer que a cracolândia havia acabado. Desta vez, tanto Alckmin quanto o prefeito disseram que as ações contra cracolândias não têm data para terminar. Para o governador, são necessárias quatro frentes para combater o problema: saúde pública, área social, segurança e a revitalização da região. Dispersão Em função da operação, os usuários se dispersaram novamente por ruas do centro paulistano. Assim que perceberam a movimentação policial, muitos usuários de drogas e traficantes começaram a deixar a praça em direção à estação da Luz e ao elevado João Goulart, o Minhocão, abandonando as inúmeras barracas montadas ao longo de três semanas no novo ponto de venda e consumo de crack. "Não podemos proibir as pessoas de circular", disse Doria. "O fluxo vai diminuir." Viaturas da PM já bloqueavam as avenidas Rio Branco e Duque de Caxias quando o helicóptero de corporação sobrevoou pela primeira vez a região, às 6h24. O barulho soou como mais um alarme de retirada dos acampados e mais viciados deixaram o reduto.  Fogueiras que tinham sido acesas durante a noite para ajudar a espantar o frio --a temperatura média na capital esta noite foi de 8,7°C--, foram alimentadas pelos dependentes, e o fogo atingiu barracos e acabou se espalhando. Uma nuvem preta cobriu um cenário de lixo e miséria. A PM acionou o Corpo de Bombeiros e homens da Tropa de Choque começaram a entrar na praça usando escudos. Agentes do setor de limpeza da prefeitura foram acionados para limpar a praça e concluir a remoção dos barracos. Segundo a prefeitura, a partir de agora, uma unidade de acolhimento passará a funcionar na praça. Divulgação/Prefeitura de São Paulo Agentes de limpeza da prefeitura de São Paulo atuam no local após a ação da PM A praça Princesa Isabel tornou-se o novo epicentro da cracolândia após a ação policial do último dia 21 de maio, que dispersou usuários que ficavam na região da estação da Luz, também no centro paulistano.                              Cracolândia é alvo de nova operação policial em São Paulo

Noticias e Informações 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

General Heleno: “Vamos fechar o Congresso Nacional. Não existe nenhuma Democracia em nosso País mais.”

Noticia Urgente: Cantor Murilo Manoel de Moura sofre acidente de Moto e chega a óbito

Jovem morre em acidente de transito na PE 90 na cidade de Surubim