quinta-feira, 8 de junho de 2017

Companhia energética faz operação para fiscalizar barracas de fogos no Grande Recife

Segundo o site http://g1.globo.com/pernambuco:

Celpe verifica, a partir desta quinta-feira (8), condições de instalações para evitar sobrecargas, curtos-circuitos e possíveis detonações.Barracas de fogos estão sendo fiscalizadas (Foto: Katherine Coutinho/G1)Barracas de fogos estão sendo fiscalizadas (Foto: Katherine Coutinho/G1)          A  Companhia Energética de Pernambuco (Celpe) deu início, nesta quinta-feira (8), ao processo de fiscalização de barracas que vendem fogos de artifício para o período de festejos juninos, no Grande Recife. Como os estabelecimentos estocam e comercializam produtos perigosos e altamente explosivos, a empresa verifica as condições de instalações elétricas para evitar sobrecargas, curtos-circuitos e possíveis detonações.

As ligações para esses estabelecimentos só podem ser autorizadas mediante a comprovação de que o local foi previamente vistoriado pelo Corpo de Bombeiros e pela prefeitura. As instalações devem atender aos requisitos mínimos de segurança estabelecidos pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT).
De acordo com a concessionária, os comerciantes dos pontos licenciados para venda deste tipo de material devem dispor de extintores de pó químico seco e placas de proibido fumar.

Licenciamento

Os pedidos de instalação elétrica oficial podem ser feitos nas lojas da companhia, no horário comercial. É necessário fazer a solicitação com antecedência de, pelo menos, quatro dias do início da utilização da carga. Os interessados devem apresentar a licença de funcionamento concedida pela prefeitura, além de documentos de identidade e CPF.
No caso de arraiais, palcos e barracas de comidas típicas também devem ser declarados os equipamentos elétricos que vão ser utilizados. Cargas móveis, como carroças, vans e caminhões não serão atendidas. Entre os equipamentos que podem ser declarados estão: aparelhagem de som, quantidade de lâmpadas e/ou refletores, refrigeradores e freezers, eletrodomésticos como liquidificadores e chapas de produção de alimentos.
Uma fatura de consumo de acordo com a demanda e com a carga de energia a ser usada que foi declarada no momento da solicitação de instalação será enviada aos clientes. Haverá outra conta referente ao serviço de vistoria, ligação e desligamento, que custa R$ 15.

AcidenteRua das Calçadas, Recife (Foto: Reprodução/Google Street View)Rua das Calçadas, Recife (Foto: Reprodução/Google Street View)  No sábado (3), um cabo de energia de responsabilidade da Celpe atingiu o telhado de uma loja na Rua das Calçadas, no Centro do Recife, e acabou causando um choque elétrico em um lojista. A vítima estava encostada em um estabelecimento que tinha cobertura de metal. O homem teve um dos braços queimados e foi levado ao Hospital da Restauração (HR), também na área central, e passa bem.

De acordo com a Companhia Energética de Pernambuco (Celpe), as causas do acidente estão sendo apuradas. Ao G1, a Secretaria de Mobilidade e Controle Urbano do Recife informou que o homem era um lojista e que o problema foi provocado por um fio de energia elétrica, de responsabilidade da Celpe.
Segundo a companhia, uma equipe de inspeção foi enviada ao local e identificou que um fio entrou em contato com o telhado de metal de uma barraca. Os técnicos realizaram a manutenção e eliminaram os riscos no local. A concessionária afirma que está prestando o auxílio necessário.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

INSS cancela benefício de 400 mil pessoas, idosa chora na fila da caixa ao tentar sacar o BPC-Loas

Segundo o site gmundonews.com.br: Corte de benefícios atinge quem mais precisa dele, o decreto do presidente Michel Temer que autorizou o c...