sábado, 31 de outubro de 2020

Dicas para curtir o feriadão sem sair da dieta!

 Segundo o site Assessoria de Imprensa Nutricionista Gizella Araujo : Feriadão é um período de descanso, mas também, muitas vezes, de festas, reuniões de família, ou viagens, quando a gente acaba relaxando na dieta. A seguir, dicas simples para que você não perca totalmente os ganhos de sua dieta:





                                                                – tente manter a rotina de exercícios, se não for possível, faça pelo menos caminhada

– não se descuide da hidratação (pelo menos 8 copos diariamente)

– não fique muitas horas sem comer, e, ao se alimentar, coma moderadamente

– dê preferência às frutas e legumes

– não exagere nas bebidas alcoólicas e petiscos

– não abuse na hora da sobremesa

Enfim, seja feliz!, mas não só durante o feriadão, depois também!  


sexta-feira, 30 de outubro de 2020

PCR sanciona projeto de lei que proíbe acúmulo de função de rodoviários

 Segundo o site https://portaldeprefeitura.com.br: Documento tramitará nos órgãos técnicos da Prefeitura. Sanção será publicada neste sábado (31), no Diário Oficial do Município.


A Prefeitura do Recife informa que recebeu o texto do PLO 05/2019, aprovado na Câmara Municipal do Recife, que trata da proibição do acúmulo de função de motorista e cobradores de ônibus na cidade. O documento tramitará normalmente nos órgãos técnicos da Prefeitura e a previsão de publicação da sanção é para a edição deste sábado (31) do Diário Oficial do Município.

Entenda o caso: 

A Câmara de Vereadores do Recife aprovou, na manhã da terça-feira, 27 de outubro, o projeto que proíbe a dupla função para motoristas de ônibus. A provação se deu em duas votações.

Com 32 votos a 1, a proposta foi aprovada na primeira discussão. O voto contrário foi do vereador André Regis (PSDB). A votação havia sido adiada por mais de uma vez. O último adiamento ocorreu há oito dias.

O autor da proposta, o vereador Ivan Moraes (PSOL), comemorou a aprovação que deve ir à comissão de redação, em seguida, encaminhada para o prefeito Geraldo Julio (PSB), que deverá sancionar ou vetar a PL.

Leia também:
>>> Justiça chegou a proibir que os motoristas realizassem novas manifestações
>>> Motoristas de ônibus param no Centro do Recife contra acúmulo de função

Acompanhe a nota da Prefeitura do Recife na íntegra:

A Prefeitura do Recife informou que o prefeito Geraldo Julio irá sancionar o PLO 05/2019, aprovado nesta terça-feira, dia 27 de outubro, na Câmara Municipal do Recife. O entendimento do Executivo Municipal é que o projeto, que proíbe o acúmulo das funções de motorista e cobrador de ônibus, garante mais segurança aos passageiros do sistema e protege os trabalhadores – que já desempenham uma função de alta responsabilidade -, do desvio de função.

Protestos 

Usuários de transportes públicos foram surpreendidos na manhã da segunda-feira, 28 de outubro por uma paralisação feita por motoristas rodoviários contra a dupla função no trabalho. A greve ocorreu com ônibus parados nas principais vias do Centro do Recife.

No ato, eles pedem para que seja aprovado o projeto de lei que proíbe o acúmulo de função de motoristas e cobradores. Durante a pandemia, algumas linhas de ônibus deixaram de circular com cobradores, ficando apenas o motorista encarregado das tarefas de receber e passar troco, além de dirigir.

Na última segunda-feira (21), os motoristas haviam protestado pelo mesmo motivo, além da realocação dos cobradores, que, segundo denúncia apresentada pelo Sindicato dos Rodoviários de Pernambuco ao Ministério Público do Trabalho (MPT), cerca de três mil cobradores foram demitidos. No mesmo dia em que reivindicaram, a proposta foi adiada na Câmara Municipal do Recife por falta de quórum.  O PL deverá voltar à pauta ainda hoje.

O Grande Recife Consórcio de Transporte afirmou, por meio de nota, que não foi comunicado sobre o ato e busca “alternativas para o desvio do itinerário das linhas que passam pela localidade com o objetivo de minimizar os impactos deste protesto para os usuários”.


Prefeitura de Surubim emite Boletim do Covid19 Atualizado

Segundo o site Assessoria de Imprensa Prefeitura de Surubim PE: Todas as informações oficiais da Covid 19 você encontra nas redes de comunicação da Prefeitura.










Prefeitura de Surubim emite Boletim do Covid19 Atualizado

  Segundo o site Assessoria de Imprensa Prefeitura de Surubim PE: Todas as informações oficiais da Covid 19 você encontra nas redes de comunicação da Prefeitura.





quinta-feira, 29 de outubro de 2020

Justiça Eleitoral de PE proíbe atos de campanha com aglomerações por causa do aumento de casos da Covid-19

Segundo o site https://g1.globo.com/pe/pernambuco:  Segundo TRE, estão vetados em todos os 184 municípios do estado comícios, "bandeiraços", passeatas, caminhadas, carreatas e similares, além de confraternizações. Medida foi anunciada nesta quinta (29).

O Tribunal Regional Eleitoral de  Pernambuco (TRE-PE) determinou, na noite desta quinta-feira (29), a proibição de todos os atos presenciais de campanha causadores de aglomeração. Segundo a Justiça Eleitoral, a medida foi tomada por causa do aumento do número de casos do novo coronavírus.

Um levantamento feito pelo NE2 mostrou, na terça (27), que a                   ocupação de leitos para pacientes com a Covid-19 teve                          aumento. O fato foi registrado na rede estadual de saúde.

Por meio de nota, o TRE de Pernambuco informou que ficam                  suspensos em todos os 184 municípios do estado comícios,                    "bandeiraços", passeatas, caminhadas, carreatas e similares,                           além de confraternizações.

Também estão vetadas ações para a arrecadação de recursos                           de campanha. A proibição se estende a eventos no modelo                            drive-thru.

Na nota, o tribunal informou que “Pernambuco e o Brasil, assim                        como outros estados e países, vivem, atualmente, sob a ameaça                        da chamada segunda onda da covid-19".

Por isso, o TRE justificou que a decisão “mostra o seu compromisso                   com a saúde e a vida dos cidadãos e cidadãs pernambucanos".                          A Corte Eleitoral de Pernambuco aprovou a decisão por 6 a 0. Houve             uma abstenção. A proposta de proibição dos atos presenciais de                   campanha foi apresentada em resolução pelo presidente do TRE-PE, desembargador Frederico Neves.

De acordo com o texto, os juízes eleitorais, no exercício do poder de                polícia conferido pela legislação, deverão coibir todo e qualquer ato de campanha que viole a resolução.

A resolução também estabelece que "as decisões judiciais para                 restauração da ordem, no que se refere à aglomeração irregular                        de pessoas e à inobservância das demais medidas sanitárias               obrigatórias em atos de campanha, deverão ressalvar que constitui              crime de desobediência a recusa ao cumprimento de diligências,                ordens ou instruções da Justiça Eleitoral ou a oposição de                        embaraços à sua execução".

Ainda de acordo com o tribunal, ao apresentar a proposta de                      resolução, o presidente levou em consideração que, "na prática, o                     controle do distanciamento social, do uso de máscaras e de outras            precauções tem se revelado absolutamente ineficaz nos atos de           campanha eleitoral".

A resolução também aponta dois pontos que merecem ser                  destacados, de acordo com o TRE. Em primeiro lugar, destaca                             o tribunal, está a "conjuntura de extrema gravidade e incertezas                    decorrente da pandemia da Covid-19. Ela exige postura responsável                 de todos e, sobretudo, daqueles que almejam ocupar cargos nos                      poderes Legislativo e Executivo, responsáveis pela definição e                       execução de políticas públicas, bem assim da própria Justiça                  Eleitoral".

O outro ponto, de acordo com o tribunal, é a necessidade de                                 " preservação da vida, que está acima de tudo, exige a contribuição                              de todos".  

Dia de Finados: cemitérios no Grande Recife têm mudanças devido à pandemia da Covid-19

 Segundo o site https://g1.globo.com/pe/pernambuco: No Recife, missas nos cemitérios foram suspensas. Em Jaboatão dos Guararapes, celebrações religiosas acontecem com distanciamento social e uso de máscaras.

O Dia de Finados, celebrado na segunda-                  feira (2), tem mudanças na programação de missas, cultos e eventos religiosos devido à pandemia                         da Covid-19. Os cemitérios da Região Metropolitana do Recife adotaram medidas de prevenção                        ao novo coronavírus. Na capital, foram suspensas as celebrações dentro desses locais .

Em um vídeo enviado à TV Globo, o arcebispo de Olinda e Recife,                  Dom Fernando Saburido, disse que as celebrações devem ser feitas                  nas paróquias e incentivou os fiéis a rezarem pelas vítimas da                     Covid-19 .

"Nesse tempo de pandemia, atendendo às orientações da Emlurb                      [Autarquia de Manutenção e Limpeza Urbana], nós não vamos                        celebrar as missas nos cemitérios, como de costume, tanto nos               cemitérios públicos quanto os privados. As celebrações acontecerão                     nas paróquias, especialmente nas paróquias próximas aos cemitérios", explicou.                                                                                                                        Os espaços para visitação dos cemitérios públicos do Recife                 permanecem abertos das 7h às 18h (veja lista dos locais mais                  abaixo).De acordo com a Emlurb, o uso de máscaras é                          obrigatório por todos que transitam nesses locais.

Ainda na capital, os cemitérios têm um esquema especial de                         limpeza para o feriado, com início às 6h e finalização às 22h.                               A Emlurb também recomenda que a população leve os dados                                da pessoa falecida para identificação mais rápida do local de               sepultamento.

No Cemitério Morada da Paz, em Paulista, é feita a aferição de                   temperatura nas entradas e também é disponibilizado álcool em gel,              além de ser obrigatório o uso de máscaras. O local também promove celebrações online por meio de suas redes sociais, com missas,                  cultos e live musical com início às 8h. 

Em Jaboatão                   dos Guararapes, no Grande Recife, os cemitérios abrem para               visitação das 8h às 17h. Entre as recomendações, está o uso de              máscaras e álcool em gel, além de não levar aos espaços crianças,            idosos e pessoas do grupo de risco do novo coronavírus.

Já as celebrações de missas e os cultos são mantidos com                distanciamento social de 1,5 metro, cadeiras e bancos de uso                       individual. Os comerciantes de flores, velas e coroas podem atuar                       desde que obedeçam aos protocolos de distanciamento.                                        

Cemitérios no Recife

Visitação das 7h às 18h:

  • Cemitério de Santo Amaro: Rua Marquês do Pombal, em                          Santo Amaro, no Centro.
  • Cemitério Parque das Flores: Avenida Liberdade, em Tejipió,                         na Zona Oeste.
  • Cemitério de Casa Amarela: Largo de Casa Amarela, em                            Casa Amarela, na Zona Norte.
  • Cemitério da Várzea: Rua Professor Artur de Sá, na Várzea,                           na Zona Oeste.
  • Cemitério de Tejipió: Rua Alto do São Pedro, em Tejipió,                                    na Zona Oeste.

Confira os túmulos famosos em                     Santo Amaro

Setor 1

  • Menina sem nome
  • Conselheiro Rosa e Silva
  • Barão de Itamaracá
  • Conde da Boa Vista
  • Joaquim Nabuco
  • José Mariano Carneiro da Cunha
  • Governador Manoel Borba
  • Capiba - Lourenço da Fonseca Barbosa
  • Dr. José Maria de Albuquerque Melo
  • Dona Leonor Porto
  • Chico Science
  • Augusto Lucena

Setor 2

  • Visconde de Camaragibe
  • José Francisco de Moura Cavalcanti
  • Mário Mello
  • Barão de Mecejana
  • André Valli
  • Mário Sette
  • Maciel Pinheiro
  • José Isidoro Martins Júnior
  • Estácio Coimbra
  • Barão de Contendas
  • Marcos Freire
  • Monsenhor Muniz Tavares
  • José Rufino Bezerra Cavalcanti

Setor 3

  • Artistas do teatro pernambucano
  • Ascenso Ferreira
  • Paulo Pessoa Guerra
  • Antônio de Góis Cavalcanti
  • Antônio Arruda de Farias
  • Herculano Bandeira de Melo
  • Miguel Arraes de Alencar
  • Carlos de Lima Cavalcanti
  • Menino Alfredinho
  • Eduardo Campos

Setor 4

  • Agamenon Sérgio de Godói Magalhães
  • Marinha do Brasil
  • Aloísio Sérgio Barbosa de Magalhães
  • Heinrich Moser
  • Barão da Vitória
  • Carlos Pena Filho



quarta-feira, 28 de outubro de 2020

Sobe 27% número de casos confirmados de coqueluche em Pernambuco

 Segundo o site https://g1.globo.com/pe/pernambuco: Segundo governo, em 2018, foram 405 casos. Em 2019, houve 517 confirmações. Nesta quarta (28), estado alertou para vacinação.



Pernambuco registrou o aumento de 27% no número de casos confirmados de coqueluche, doença               infecciosa que atinge principalmente crianças com menos de um ano de idade. Os dados, referentes                       ao comparativo entre 2018 e 2019, foram divulgados, nesta quarta (29), pelo governo, que alertou                   também para a necessidade de vacinação (veja vídeo acima).

Segundo o estado, em 2018, foram confirmadas 405 ocorrências.                     No ano seguinte, houve 517 casos. Em 2020, em meio à pandemia, Pernambuco teve 19 confirmações. Esse índice de notificação pode                        ter relação com o isolamento social determinado por causa do novo coronavírus.

Os bebês são os mais atingidos pela doença. O levantamento feito pela Secretaria Estadual de Saúde aponta que, em 2019, 276 casos de           coqueluche foram confirmados em crianças com menos de um ano.                     Isso equivale a 53% do total.

Este ano, 13 dos 19 casos foram confirmados nessa faixa etária.                          Crianças entre 1 e 4 anos de idade correspondem à segunda faixa               etária mais atingida pela doença. No ano passado, segundo a                  secretaria, foram 118 confirmações.

Por meio de vídeo divulgado pelo governo, a médica infectologista                          Analiria Pimentel, do Hospital Universitário Oswaldo Cruz (HUOC),            no Recife, afirmou que a pandemia prejudicou o cumprimento do                      calendário de vacinação                                                                                              "A coqueluche é uma doença grave, principalmente para crianças                menores. Mas, por causa da pandemia, os pais, com medo, deixaram                  de levá-las para fazer a vacinação e isso atrasou o calendário vacinal.                  A gente alerta que é preciso ter essas crianças vacinadas. É uma                      obrigação nossa", afirmou.                                                                                          

Vacinas

Segundo o governo, a medida de prevenção mais eficaz é a                   vacinação, disponível de forma gratuita nos postos de saúde.                        Para garantir a imunização, a criança deve seguir o esquema                     vacinal infantil e receber as doses determinadas para cada faixa                          etária.

A vacina pentavalente, que protege contra difteria, tétano, coqueluche                   do tipo b e hepatite B, deve ser aplicada em três doses. Devem ser                   imunizadas as crianças de dois, quatro e seis meses de vida.

O 1º reforço deve acontecer com a vacina tríplice bacteriana (DTP),                 que protege contra difteria, tétano e coqueluche. Ela deve ser                  aplicada aos 15 meses de vida. O 2º reforço, para que se complete                     a imunização, é determinado para os 4 anos de idade.

De acordo com a Secretaria de Saúde, a imunidade adquirida por                     meio da vacina é duradoura, mas não permanente. Ela pode garantir imunização de cinco a dez anos, após a última dose.                                              Por isso, crianças maiores, jovens e adolescentes, além dos adultos,     também podem adoecer e transmitir a doença para crianças menores              de um ano, que desenvolvem a forma mais grave.

A vacina contra coqueluche também é gratuita para as gestantes.                     Ela é recomendada a cada gestação. A mulher deve receber uma                 dose de dTpa (difteria, tétano e coqueluche acelular), a partir da 20ª            semana de gravidez.

Sintomas

O estado alerta que os sintomas se apresentam em três fases             sucessivas. A primeira pode durar até duas semanas e começa                      com manifestações respiratórias e sintomas leves (febre pouco                  intensa, mal estar geral, coriza e tosse seca), seguido por surtos de              tosse, cada vez mais intensos e frequentes.

Na segunda fase, geralmente afebril ou com febre baixa, há crises                     de tosse súbita e incontrolável, rápida e curta. Durante esses acessos,                 o paciente não consegue inspirar, apresenta congestão facial e,      eventualmente, pele azulada, que pode ser seguida de apneia e                vômito, podendo durar de duas a seis semanas.

A última fase, da convalescença, os surtos de tosse desaparecem e dão        lugar a episódios de tosse comum e pode se prolongar até três meses.