segunda-feira, 17 de agosto de 2020

Caixa misteriosa é encontrada na praia dos Carneiros, no Litoral Sul

 Segundo o site https://g1.globo.com/pe/pernambucoSegundo pesquisador Clemente Coelho Júnior, da UPE, os fardos, que já apareceram antes no litoral pernambucano, são de látex. Material vai para reciclagem.Caixa foi encontrada por banhistas neste domingo (16) na Praia dos Carneiros, em Tamandaré — Foto: Tiago Medeiros/TV GloboUma caixa "misteriosa " foi encontrada neste domingo (16) na praia dos Carneiros, em Tamandaré, no Litoral Sul de Pernambuco. De acordo com o pesquisador e professor de Ciências Biológicas Clemente Coelho Júnior, da Universidade de Pernambuco (UPE), as caixas, que já apareceram antes no litoral pernambucano, são de látex e chegaram com a corrente sul equatorial (veja vídeo acima).

O material já havia sido localizado em praias de Pernambuco em          outubro de 2018 e voltou a aparecer no fim de junho e começo de      julho em locais como Itamaracá e Ipojuca. O professor explica que os        fardos de látex são utilizados para a indústria da produção de materiais emborrachados, como luvas, botas e preservativos.

“Essas caixas estão, na verdade, reaparecendo. Há suspeitas de                  terem sido transportadas na Segunda Guerra Mundial por um navio          alemão que foi bombardeado e naufragou entre o litoral pernambucano              e paraibano”, observou.                                                                                              O professor lembrou que o material chegou a ser coletado em abril                  de 2019 e levado a Polícia Federal e que um laudo definitivo                  confirmou ser um fardo de látex.

“Eles vão continuar aparecendo porque não se tem ideia de                       quantos eram. Continuam derivando, sendo transportados pela                 mesma corrente que trouxe o petróleo, que é a corrente sul                  equatorial”, disse.

Apesar do látex não produzir substâncias tóxicas, o processo de                 fabricação utiliza verniz e outras substâncias que podem ser                     nocivas a saúde pública. O professor orientou que é importante                    tomar cuidado ao encontrar esses fardos. “Não tocar e acionar a        administração local”, aconselhou.

O secretário de Meio Ambiente de Tamandaré, Manoel Pedrosa,                   informou que a prefeitura foi orientada pela Polícia Federal a recolher                  os fardos e encaminhar para reciclagem, mesmo destino da caixa deste domingo em Carneiros. Denúncias dos fardos podem ser feitas à            Ouvidoria Ambiental de Tamandaré pela internet. O material chegou a ser coletado em abril de 2019 e levado a Polícia Federal e que um laudo definitivo confirmou ser um fardo de látex — Foto: Tiago Medeiros/TV Globo

Nenhum comentário:

Postar um comentário