sábado, 13 de junho de 2020

Homicídios em Pernambuco crescem em 18,2% somente em maio, mês de lockdown no Estado

Segundo o site https://portaldeprefeitura.com.brDe acordo com dados divulgados pela Secretaria de Defesa Social (SDS), no último mês, o Estado registrou 350 ocorrências contra 296 do mesmo mês em 2019Homicídios em Pernambuco crescem em 18,2% somente em maio, mês de lockdown no Estado.Mesmo com a pandemia do coronavírus, o Estado de Pernambuco não ficou livre das ocorrências por violências nesse período. Só no mês de maio, foram registrados 350 Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs), o que representa um aumento de 18,2% a mais, se relacionado com os números de maio de 2019 (296 crimes). Os dados foram divulgados pela Secretaria de Defesa Social (SDS-PE).
Em maio, foi o mês da quarentena mais rígida em Pernambuco, decretada pelo governador Paulo Câmara (PSB), e que durou 15 dias (de 16 a 31). Contudo, a expectativa que se tinha de diminuição do índice de violência não foi alcançada. Pelo contrário. As informações da SDS mostram que, nos primeiros cinco meses de 2020, a taxa de violência registrada foi de 1.664 assassinatos, contra 1.503, no mesmo período em 2019. No mês de abril, Pernambuco totalizou 320 homicídios no Estado.
Na distribuição dessas ocorrências, os dados divulgados nesta sexta-feira (12), indicam que a região de Santa Cruz do Capibaribe, no Agreste do Estado, teve o índice mais baixo de mortes violentas em 12 anos. De acordo com os dados, foram quatro assassinatos em maio e o menor foram três, em julho de 2008.
Em Recife, a capital fechou o mês com acréscimo de 8,7% (de 46 para 50) e o acumulado do ano com alta de 6,7% (de 224 para 239). Ainda de acordo com a SDS, o crime de feminicídio teve aumento em maio. Foram seis mulheres assassinadas por questões de gênero. Equando que no mesmo período em 2019, foram quatro mortes.
A Secretaria ainda informou sobre os números de ocorrências por estupro. No mês de maio, foram feitas 152 denúncia, um número menor em 38,21% do que no mesmo mês em 2019 (246).

Nenhum comentário:

Postar um comentário