quinta-feira, 25 de junho de 2020

Gêmeas recém-nascidas morrem após ataque de cachorro na Bahia

Segundo o site https://www.noticiasaominuto.com.brTanto a mãe quando o médico que atendeu as meninas no hospital estavam em estado de choque.Gêmeas recém-nascidas morrem após ataque de cachorro na BahiaVITÓRIA DA CONQUISTA, BA (FOLHAPRESS) - As gêmeas Anne e Analu morreram nesta terça-feira (23) em Piripá, no sudoeste da Bahia, após serem atacadas por um cachorro. Elas tinham apenas 26 dias de vida.                                                                                                                        Não há detalhes sobre as circunstâncias do ataque, feito por um cão que era mistura de labrador e caçador americano e considerado dócil pelos familiares.
Ao ouvir o som do ataque, a mãe Elayne Novais socorreu as crianças e as levou para a casa de uma auxiliar de enfermagem que mora numa casa vizinha. As recém-nascidas depois foram levadas a um hospital. Uma delas morreu antes de chegar e a outra logo após receber os primeiros atendimentos.
O médico que atendeu as gêmeas e não quis ter o nome divulgado informou que ambas estavam com politraumatismo e foram atacadas principalmente na região do abdômen.
O caso está sendo investigado pela Polícia Civil de Piripá. A delegada Laíse Testa informou que ouvirá a família das gêmeas para entender o que ocorreu no momento do ataque, logo depois do almoço.
A perícia já foi feita na casa das gêmeas, mas a delegada disse que ainda não tinha tido contato com os peritos para obter mais informações.
Tanto a mãe quando o médico que atendeu as meninas no hospital estavam em estado de choque. Segundo Testa, o casal não tinha outros filhos, e havia outro cão na casa.
Em nota, a Prefeitura de Piripá manifesto "seu mais profundo pesar pelo falecimento das crianças Anne e Analú".
"Diante desta perda inestimável, expressamos condolências e nos solidarizamos com os pais Elayne e Régis, seus familiares e amigos, neste momento de profunda tristeza e dor. Que Deus conforte seus corações e dê forças para transformar toda dor desta perda irreparável em fé e esperança."
      

Nenhum comentário:

Postar um comentário