sábado, 16 de maio de 2020

Recife amanhece com lockdown e ruas bloqueadas com gelo baiano

Segundo o site https://jc.ne10.uol.com.br/pernambucoQuarentena mais rígida no Estado vai durar até o dia 31 de maio                          CORTESIAOs gelos baianos começaram a ser instalados em San Martin, Zona Oeste do Recife, por volta das 19h30 desta sexta-feira (15) - FOTO: CORTESIA                                                                                                                  A Região Metropolitana do Recife (RMR) vai amanhecer neste sábado (16) com algumas de suas vias bloqueadas. Tudo porque começa a valer as regras para a quarentena mais rígida na capital pernambucana para conter o avanço do novo coronavírus. Além do Recife, Olinda, Jaboatão dos Guararapes, Camaragibe e São Lourenço da Mata contarão com os pontos de bloqueio. Os efeitos de uma quarentena mais rígida nessas cinco cidades do Grande Recife serão vistos quando ela já estiver chegando ao fim, no dia 31 deste mês.                                                      >> Veja tira-dúvidas sobre o decreto de quarentena em Pernambuco contra o coronavírus
Um dos pontos que os motoristas encontrarão bloqueios será em San Martin, na Zona Oeste do Recife. Na rua Delmiro Gouvêia, por exemplo, ainda era noite na sexta-feira (15) quando os gelos baianos foram colocados para evitar o tráfego no local. De acordo com a Autarquia de Trânsito e Transporte Urbano do Recife (CTTU), a via foi bloqueada por volta das 19h30.                                                                                          >> Governo de Pernambuco promete frota reserva de ônibus e aumento das viagens em até 20% no lockdown
As medidas de bloqueios das vias é para evitar ao máximo o fluxo de carros nas ruas até o fim do mês, quando Pernambuco atingirá o pico da pandemia. O governo estadual explica que é preciso que a população tenha calma para perceber o quanto ficar em casa, nesse período, será valioso para salvar vidas. Isso se explica porque o período de incubação, que se refere ao tempo entre a infecção pelo vírus e o início dos sintomas da doença, pode chegar a 14 dias, em média. Até o último dia de maio, Recife, Olinda, Jaboatão dos Guararapes, Camaragibe e São Lourenço da Mata (todas no Grande Recife que concentram mais de 70% dos casos de covid-19 no Estado) estão em regime de quarentena, submetidas às medidas de restrição estabelecidas pelo Governo do de Pernambuco.

Recordes de mortes em Pernambuco

Nessa sexta-feira (15), véspera do início da implementação das medidas de isolamento mais restritivas, o Estado alcançou novo recorde diário de mortes por covid-19: foi anunciada a confirmação de 83 vítimas fatais nas últimas 24 horas. Com isso, Pernambuco totaliza 1.381 mortes pela doença. Além disso, já são 16.209 pessoas que já se infectaram ao longo de 60 dias – mais da metade desses pacientes apresentou quadro grave da infecção, que exige assistência hospitalar na maioria dos casos.
Preocupado com a expansão acelerada de doentes e mortes, o secretário de Saúde de Pernambuco, André Longo, reforçou o quanto precisamos nos conscientizar da importância de fazer o possível para garantirmos o isolamento social. “Estes próximos 15 dias podem ser um grande diferencial para a saúde pública no nosso Estado. Precisamos, todos juntos, fazer a diferença ficando em casa para salvar vidas. Devemos entender a importância deste momento para superar esta grave crise”, frisou ontem o secretário, em coletiva de imprensa online.

Proibição mais rigorosa a partir deste sábado (16)

Por isso, a partir deste sábado (16), fica proibida a circulação de pessoas e veículos, com exceção das atividades consideradas essenciais, previstas no Decreto Estadual nº 49.017/2020, assinado no início da semana. Há obrigatoriedade do uso de máscaras de proteção em todos os locais do Estado e do cumprimento do rodízio de veículos em dias alternados, de acordo com o último numeral da placa (par ou ímpar), entre outras ações que serão fiscalizadas por agentes do governo. O Grande Recife Consórcio de Transportes prometeu disponibilizar ônibus extras em 15 dos 26 terminais integrados, a partir da próxima segunda-feira.
“Os próximos dias serão difíceis para todos nós. A quarentena é dura, impõe muitas restrições, mas não queremos perder vidas. Peço a cada pernambucano e pernambucana que participe dessa luta. Depende de cada um o começo da nossa virada para irmos vencendo a doença e reconquistando a paz, a tranquilidade e a retomada gradual com a qual todos sonhamos”, disse o governador Paulo Câmara.

Praias, áreas públicas de lazer, parques e calçadões continuam proibidos

Esperança do "novo normal" a partir de junho

Se houver o respeito, por parte da população, a restrições mais rigorosas, o secretário de Saúde de Pernambuco, André Longo, acredita que é possível pensar no planejamento, a partir de junho, do que vem sendo chamado de “novo normal”. “Queremos fazer um apelo à sociedade para nos ajudar nas medidas de distanciamento e, dessa maneira, deitarmos a curva epidêmica nos próximos 15 dias, atingir o nível de platô e caminhar, no começo de junho, para redução da epidemia. Assim, podemos voltar com segurança à normalidade possível, à abertura de todas as atividades no decorrer de junho.” Essa reativação precisaria ser gradual e segura, sem esquecer a possibilidade de que o “novo normal” pode incluir novos períodos de isolamento como o que estamos vivendo. “É fundamental que sigamos com mais intensidade (nesta quarentena) para que possamos vencer os desafios”, ressaltou Longo.

Rodízio de veículos

De 16 a 31 de maio, apenas os veículos de serviços essenciais poderão circular nas ruas das cidades citadas acima, como, por exemplo, distribuidoras de água e gás, energia, Correios, imprensa, alimentos, funerárias, coleta de lixo, obras, guinchos, ambulâncias, táxis, ônibus e motocicletas de entrega ou pessoas que necessitem consumir os serviços essenciais, como supermercados, farmácias, padarias, serviços financeiros e veterinários. Todas as pessoas que foram à rua deverão estar de máscara, portando o documento oficial com foto e comprovante de residência. Os carros deverão levar até três pessoas, incluindo o motorista.
O rodízio não prevê multas de trânsito para os veículos que forem flagrados circulando nos dias indevidos. Os veículos com a numeração da placa finalizada em números pares, terão autorização para circular nos dias pares. Por exemplo: carros com a placa terminando em 0, 2, 4, 6 e 8 poderão circular nos dias 16, 18, 20, 22, 24, 26... e assim por diante. Já os veículos com a numeração final de números ímpares (1, 3, 5, 7 e 9), só poderão rodar nos dias ímpares, por exemplo: dias 17, 19, 21, 23, 25, 27...            ARTE SJCC

Pontos de bloqueio

O rodízio não sofrerá uma fiscalização de trânsito. Ou seja, nem os agentes de trânsito nem os equipamentos de fiscalização eletrônica irão notificar os veículos flagrados circulando em dias indevidos. A fiscalização será realizada exclusivamente nos bloqueios e blitzes itinerantes que serão instalados pelos cinco municípios. Serão ativados 34 pontos de fiscalização, sendo 16 no Recife, 8 em Olinda, 8 em Jaboatão dos Guararapes, 1 em Camaragibe e 1 em São Lourenço da Mata.

Quem desobedecer ao rodízio, poderá ter seu veículo apreendido

Caso o condutor do veículo desobedeça as regras da quarentena, levando mais de três pessoas ou circulando em dias que não sejam de acordo com a placa do automóvel, poderá ter o seu veículo recolhido. A regra foi sancionada pelo governador do Estado, Paulo Câmara (PSB), e publicada em edição extra do Diário Oficial do Estado desta sexta-feira (15).

Saiba como funcionará a quarentena a partir de sábado

1. Uso obrigatório de máscaras
- Peça deverá ser usada pela população em geral sempre que houver necessidade de sair de casa para comprar um produto/serviço essencial ou para prestar atividade essencial;
- Pessoas sem máscaras, em vias públicas, serão orientadas a retornar para suas casas. Os estabelecimentos comerciais ou transporte público serão autuados quando for constatada a presença de pessoas sem o uso da peça.
2. Restrição de circulação de pessoas
- Será controlada pela exigência de documento de identificação, comprovante de residência e justificativa do destino e finalidade essencial para a saída de casa;
- Permanecem permitidas todas as atividades essenciais, como funcionamento de supermercado, farmácias e atendimento médico;
- Recomenda-se que as pessoas que precisem sair se dirijam a estabelecimentos próximos a suas residências;
- Quem trabalha em atividade essencial deve portar declaração assinada pelo empregador. Caso sejam abordadas pela fiscalização, essas pessoas devem comprovar que estão desempenhando atividades essenciais, que não sofreram mudança com o novo decreto.
3. Restrição de circulação de veículos
- Será implantado o rodízio: veículos com final da placa número par podem circular nos dias pares; veículos com o final da placa número ímpar, nos dias ímpares;
- Motoristas de transporte por aplicativo também deverão seguir esse rodízio: eles só poderão circular dia sim, dia não;
- Haverá a instalação de pontos de controle móveis e intermunicipais;
- O decreto determina realização de ações de fiscalização e a apreensão dos veículos sem autorização para transitar. Exceções serão os profissionais das áreas de Saúde, Segurança, Defesa Civil e de uso oficial;
- Veículos de serviços essenciais, como distribuidoras de água e gás, energia, Correios, imprensa, alimentos, funerárias, coleta de lixo, obras, guinchos e ambulâncias, táxis, ônibus e motocicletas de entrega também estão liberados;
- Serão ativados 34 pontos de fiscalização, sendo 16 em Recife, 8 em Olinda e 8 em Jaboatão dos Guararapes. Outros dois pontos serão instalados, sendo 1 em Camaragibe e 1 em São Lourenço da Mata;
- Só poderão circular veículos com até três pessoas, incluindo o motorista, com exceção de socorro médico, por exemplo;
- Quem for sair de carro para comprar produto ou serviço essencial deve obedecer ao rodízio;
- Apenas em casos excepcionais, é possível sair de casa independentemente do dia previsto para o rodízio. Diariamente podem trafegar veículos em atendimento ou socorro médico, os usados por profissionais de saúde, de segurança pública e da imprensa, desde que estejam nos exercícios de suas funções. Também podem circular os veículos usados por servidores públicos das áreas de assistência social, saúde e segurança, nos exercícios de sua função;
- Também estão liberados para circular, independentemente do dia previsto para o rodízio, os veículos destinados aos transportes de carga para determinados seguimentos (postos de combustível, atividades médico-hospitalares e farmacêuticas, gêneros alimentícios), e os veículos de quem trabalha em instituições financeiras dos bancos e lotéricas para atendimentos ao auxílio emergencial federal;
- A fiscalização será feita em blitze. Ou seja, apenas de forma presencial;
- Não serão aplicadas multas de trânsito. Motoristas que desobedecerem à regra, num primeiro momento, serão orientados a voltar para casa. Se insistirem, terão veículo apreendido;
- Se a desobediência continuar por parte do condutor, as forças policiais poderão ser empregadas, com condução do motorista a uma delegacia.          

Nenhum comentário:

Postar um comentário