sexta-feira, 22 de maio de 2020

Prefeito do Rio deve apresentar nesta sexta-feira plano de reabertura do comércio

Segundo o site https://extra.globo.comApesar de as estatísticas ainda mostrarem que vem crescendo rapidamente o número de pacientes com diagnóstico confirmado de Covid-19 em todo território fluminense, principalmente na capital, o prefeito do Rio, No último dia 7, a prefeitura fechou o calçadão de Campo Grande num lockdown pontual. Agora, quer retomar o comércioMarcello Crivella, afirmou na quinta-feira, após se reunir com o presidente Jair Bolsonaro em Brasília, que submeterá ao “conselho científico” do município, nesta sexta, um plano elaborado com empresários para retomar o setor do comércio e parte do setor de serviços do Rio, fechados por conta da pandemia de coronavírus.Crivella deixou reunião com o presidente Bolsonaro dizendo que elaborou plano para reaberturaEm 24h, segundo a Secretaria estadual de Saúde foram registrados 1.716 casos a mais no estado, somando 32.089 desde o início da pandemia. De um dia para o outro, foram 175 novos registros de mortes, sendo 127 na cidade do Rio. Ao todo, 3.412 pessoas já morreram. Pouco antes da divulgação dos boletins do estado e do município, Crivella anunciava seus planos de relaxamento da quarentena.
— Estamos no estudo da retomada. Se Deus quiser, nos próximos dias vamos começar a reabrir as coisas — declarou ao sar da reunião, realizada a convite de Bolsonaro, que critica o isolamento social adotado por governos estaduais e prefeituras.
Segundo o prefeito, a reabertura será escalonada “como em todo lugar do mundo”. Ele disse que houve queda de 80% das aglomerações e do número de passageiros em ônibus, o que daria “sinais no horizonte que devemos voltar as atividades”.
Sobre o “estudo da retomada”, disse que o plano foi formulado com empresários do Rio “de todos os setores que tiveram paralisação, sobretudo o comércio e parte do setor de serviços”.
— Nós todos sentamos, fizemos um projeto e eu quero apresentar à comunidade científica, para, diante dos leitos que estamos abrindo, e também da diminuição da velocidade de contágio, podermos retomar as atividades do Rio — disse.

Nenhum comentário:

Postar um comentário