quarta-feira, 6 de maio de 2020

Prazo para regularizar situação eleitoral termina na quarta-feira, 6 de maio

Segundo o site https://gauchazh.clicrbs.com.brQuem não realizar a operação necessária até o prazo limite não poderá votar nas eleições municipais de 2020Veja como consultar número do título de eleitor e local de votação ...Encerra na próxima quarta-feira (6) o prazo para que o eleitor possa regularizar sua situação perante a Justiça Eleitoral. Quem não realizar a operação necessária até o prazo limite não poderá votar nas eleições municipais de 2020.
O eleitor pode requerer, na internet, os seguintes procedimentos: primeira via do título (alistamento), mudança de município (transferência), alteração de dados pessoais, alteração de local de votação por justificada necessidade de facilitação de mobilidade ou revisão para a regularização de inscrição cancelada.                                                                                                                                                                 Para ser atendido, o eleitor deve preencher o formulário de pré-atendimento no sistema Título Net. Em seguida, devem ser anexados os documentos necessários à conclusão de seu atendimento, de acordo com a situação. O sistema está programado para exigir, com obrigatoriedade, documento de identidade, comprovante de residência e fotografia no estilo selfie do requerente.
A imagem dos documentos deve contemplar frente e verso (no caso da identidade), ou o suficiente para preencher a obrigação (frente do comprovante de residência). O andamento do pedido pode ser visualizado pelo eleitor em "acompanhar requerimento", recurso disponível pela ferramenta.
Caso seja necessário entrar em contato com a Justiça Eleitoral, os servidores dos cartórios estão atendendo remotamente pelo telefone celular e e-mail, de segunda a sexta-feira, das 12h às 19h. Os números podem ser encontrados na página do TRE-RS.
O secretário de Tecnologia da Informação do TRE-RS, Daniel Wobeto, explica como regularizar o título de eleitor:

Nenhum comentário:

Postar um comentário