quinta-feira, 7 de maio de 2020

Pernambuco tem mais de 200 pacientes à espera de vagas em UTIs devido à pandemia

Segundo o site https://g1.globo.com/pe/pernambucoDe acordo com a Secretaria Estadual de Saúde, são 245 pessoas sendo atendidas em UPAs e emergências. O estado tem 98% das vagas em UTI ocupados.Sistemas de saúde têm entrado em colapso com a pandemiaPernambuco tem ao menos 245 pessoas esperando por um leito de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), nesta quinta-feira (7). De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (SES), essas pessoas precisam de atendimento prioritário, por sofrerem de sintomas compatíveis com os da Covid-19, e, enquanto aguardam vagas, são atendidas em Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) e emergências (veja vídeo acima).
Esse número, segundo a secretaria, é dinâmico e sofre variações de                forma muito rápida e, em alguns casos, até mesmo a cada hora.                          A secretaria informou, ainda, que nas últimas semanas, houve                           aumento de 400% nas internações por suspeita de Covid-19,                              incluindo os casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag).
Os pacientes que estão na fila por um leito de UTI estão aguardando transferência para algum dos centros de referência, mas, enquanto                        isso, são assistidos em unidades de saúde que contam com estrutura                      de salas de estabilização, pontos de oxigênio e respiradores.UTIs do Hospital Santa Cruz recebem certificados Top Performer e ...
Na quarta-feira (6), de acordo com o boletim da Secretaria de Saúde, Pernambuco contava com 454 leitos de UTI e tinha 98% das vagas                  ocupadas. Há, ainda, 461 leitos de enfermaria, que têm 86%                             da  capacidade utilizada. A média geral de ocupação é de 91%                             dos 915 leitos disponibilizados para os pacientes com Srag.                                  

'Lockdown'

O juiz Breno Duarte Ribeiro de Oliveira, da 1ª Vara da Fazenda Pública               da Capital, negou um pedido do Ministério Público de Pernambuco (MPPE) para determinar o "lockdown" no estado, tornando mais                    rigorosas, por 15 dias, as normas já impostas para evitar a                            disseminação do novo coronavírus. A decisão foi divulgada nesta                     quinta-feira (7), e cabe recurso                         15/04/2020 - Coronavírus: paciente com máscara de proteção chega de ambulância em hospital de Recife (PE) - Veetmano Prem/Fotoarena/Estadão Conteúdo   

Coronavírus em Pernambuco

Mais 943 casos de Covid-19 e 42 mortes devido a essa doença                    causada pelo novo coronavírus foram confirmadas em Pernambuco                   nesta quinta-feira (7). Até essa data, esse é o maior número de                  confirmações em 24 horas desde o início dos registros, em março.                      Com isso, o estado contabilizou 10.824 casos e 845 óbitos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário