segunda-feira, 20 de abril de 2020

Foto de menino ajoelhado pedindo pra Deus acabar com o coronavírus ganha o mundo

Segundo o site https://www.asomadetodosafetos.com“Que (Deus) cuide das pessoas com esta doença. Peço que ninguém saia de casa, pois muitas pessoas estão morrendo com esta doença”, disse o menino Alen Castañeda, de apenas 6 anos. Além disso, ele deseja que a pandemia passe logo para voltar a ver os avós.Recentemente, um estudo do Instituto Ipsos revelou que os três países que melhor estão administrando a crise de coronavírus na América Latina são o Uruguai, a Argentina e o Peru. No Peru, até gora são pouco quase 12 mil casos confirmados com 254 óbitos pelo COVID-19.                orar no meio da rua, pedindo o fim da pandemia no mundo para Deus.
A atitude emocionante aconteceu na última segunda, 13 de abril e foi registrada por Claudia Mora Abanto, que compartilhou a imagem em sua conta do Facebook, onde ela rapidamente viralizou.
Junto com a fotografia, Claudia escreveu na legenda que todas as noites os vizinhos se reúnem nas portas de suas casas e até colocam velas na calçada como forma de prece. Claudia escreve inclusive que era esse momento que ela queria registrar quando foi surpreendida pelo menino rezando no meio da rua – devidamente protegido claro.                                                                                                      Assim que o viu e Claudia fez a foto. Depois ela se aproximou do garoto para conversar. Ele então lhe contou que estava pedindo pra Deus intervir na pandemia e que o fazia na rua, porque na sua casa havia barulho e ele queria silêncio para rezar.  “Que (Deus) cuide das pessoas com esta doença. Peço que ninguém saia de casa, pois muitas pessoas estão morrendo com esta doença”, disse Alen à RPP Notícias.
“Somos uma família católica e fiquei bastante surpreso porque, imagine, com tantas coisas que estão acontecendo neste mundo: a pandemia e vendo tantas pessoas morrendo. Foi realmente uma surpresa. Meu filho é um garotinho de seis anos e eu não achava que ele reagiria assim, foi surpreendente para todos nós”, disse o pai, Abraham Castañeda Malca, ao mesmo canal.
Que Deus te ouça, Alen.                          

Nenhum comentário:

Postar um comentário