sábado, 25 de abril de 2020

Em nova flexibilização do distanciamento social, prefeitura de Porto Alegre permite reabertura de indústrias

Segundo o site https://gauchazh.clicrbs.com.brDecreto municipal havia determinado suspensão das atividades em 20 de marçoFotos Aéreas de Porto Alegre | Agência PreviewDois dias depois de liberar o retorno das atividades da construção civil, a prefeitura de Porto Alegre flexibiliza mais um artigo do decreto municipal e permite a reabertura das indústrias na cidade. Atualização do texto foi publicada em edição extra do Diário Oficial, na noite desta sexta-feira (24).
O artigo detalha que deve ser respeitado horário de funcionamento dos estabelecimentos. As atividades devem começar entre as 6h e às 9h e terminar entre as 16h30min e às 18h30min. Regras de higienização também são citadas.                                                                                                                                              A prefeitura exige ainda disponibilidade de álcool em gel 70% e máscaras para os funcionários, controle da quantidade de pessoas em cada ambiente para evitar aglomerações e monitoramento diário da temperatura corporal e sintomas gripais de cada pessoa.
Em caso de três ou mais funcionários com suspeita de covid-19, a empresa deve notificar a vigilância sanitária. Diagnosticados devem ser afastados por 14 dias e fazer acompanhamento médico.
"É importante que a população entenda que a flexibilização das restrições está condicionada à evolução da pandemia e pode, a qualquer momento, voltar aos patamares anteriores de isolamento social, caso haja indicativos de aumento da saturação das estruturas hospitalares", declarou o prefeito Nelson Marchezan em nota.

Crédito suplementar

O diário oficial também comunica a abertura de linha de crédito suplementar para a Fundação de Assistência Social (Fasc). Foi disponibilizado o valor de R$ 174.254,53 para convênios, investimentos e despesas correntes.

Exclusivo para assinantes: painel apresenta números e evolução dos casos de coronavírus

  

Nenhum comentário:

Postar um comentário