domingo, 22 de março de 2020

Praias e parques ficam desertos no Grande Recife por causa de medidas contra o novo coronavírus

Segundo o site https://g1.globo.com/pe/pernambucoSão 335 profissionais da SDS e Guarda Municipal atuando para impedir aglomerações em áreas públicas. Ação conta com 70 viaturas, embarcações e helicóptero.Praia de Boa Viagem, no Recife, ficou vazia neste sábado (21), primeiro de dia de restrições por causa do novo coronavírus — Foto: Reprodução/TV Globo Parques e praias do Recife e de Olinda ficaram desertos neste sábado (21), primeiro dia de cumprimento de medidas impostas por decretos estadual e municipais que proibiram aglomerações por causa da pandemia do novo coronavírus. Mais de 300 profissionais trabalham na fiscalização e na conscientização do público, segundo o Corpo de Bombeiros (veja vídeo acima) .
"O Corpo de Bombeiros atua com outros agentes da Secretaria de              Defesa Social (SDS) e Guarda Municipal. São 335 profissionais, com            mais de 70 viaturas, três embarcações e um helicóptero para orientar a população", disse o Major Anderson Barros, chefe da comunicação do          Corpo de Bombeiros.
Parques e praias só podem receber pessoas para práticas esportivas.             Isso faz parte da série de medidas para evitar a propagação da                  Covid-19, infecção causada pelo novo coronavírus.
Pernambuco registrou, até a noite de sexta (20),                                                   31 casos confirmados           da doença, divulgou a primeira cura                      e decretou estado de calamidade          pública.          Neste sábado,                    o secretário de Defesa Social de Pernambuco,. Antônio de Pádua Cavalcanti, reiterou que quem descumprir o decreto, assinado                       do na terça (17), pode sofrer punições, que vão de multa até                           detenção, de um mês a um ano.
As penas estão previstas no artigo 268 do Código Penal: infringir             determinação do poder público, destinada a impedir introdução ou               propagação de doença contagiosa.
No Recife, alguns pontos tradicionais de aglomeração, como a                             praia de Boa Viagem, na Zona Sul, e os parques da Jaqueira e                       Santana, na Zona Norte, a movimentação era bem menor do                              que nos fins de semana sem restrições.
O comércio informal foi proibido. Quiosques não abriram. No                              Parque Santana, a área destinada a crianças estava isolada.
Em entrevista à TV Globo, neste sábado, o prefeito Geraldo Julio                   (PSB) reforçou a importância da participação da população na                         redução da             quantidade de pessoas nas ruas.
“Não houve montagem do comércio de praia e a quantidade de                      pessoas  está muito reduzida. Então foi já um engajamento da                     população importante. Se tivessem milhares de pessoas na praia,                      a gente teria, depois, milhares de pessoas doentes, com coronavírus                  ,e que naturalmente iriam precisar do sistema e saúde logo depois”                  , alertou.
Além da proibição da montagem do comércio, o decreto do governo                   de Pernambuco também prevê medidas com a interdição de alguns              equipamentos de atividade compartilhada e esportes coletivos como             futebol, vôlei e futevôlei.
“Como ninguém viveu uma situação como essa é natural que tenha                  muitas dúvidas. Elas vão sendo respondidas. Mas a gente viu, por                  exemplo, a colaboração da população, a participação da população                muito importante na questão da praia”, disse                                                                                              

Olinda

A prefeitura de Olinda montou uma ação integrada que envolveu as            secretarias municipais de Segurança Urbana, Meio Ambiente e                 Planejamento Urbano, além da Defesa Civil da cidade. Em conjunto              com a Polícia Militar, a fiscalização foi intensificada.
Desde as 7h deste sábado, todo o trecho da orla foi fiscalizado,                  começando pela Praia dos Milagres. A determinação também proíbe                   a prática de esportes coletivos. No domingo (22), os trabalhos serão  estendidos. O comércio formal e informal estão suspensos.
De acordo com o decreto, supermercados, padarias, mercadinhos,             farmácias, postos de combustíveis, casas de ração animal, depósitos               de água mineral e gás ficam abertos.

Ipojuca

Também neste sábado (21), a praia de Porto de Galinhas, em Ipojuca,             no Litoral Sul, ficou vazia. Um dos principais destinos turísticos do               estado, o balneário também contou com uma operação da prefeitura,                  que retirou centenas de pessoas que estavam no mar, em todo o                município.                                                                      Dicas de prevenção contra o coronavírus — Foto: Arte/G1     

Nenhum comentário:

Postar um comentário