quarta-feira, 20 de novembro de 2019

Análise de 20 amostras de pescados do Nordeste descarta risco para a saúde do consumidor, diz ministério

Segundo o site https://g1.globo.comEstudo foi feito pela PUC-RJ a pedido do governo. Testes mostram baixo índice de Hidrocarbonetos Policíclicos Aromáticos (HPA), considerado indicador de contaminação por petróleo.Peixe encontrado morto na praia de Icapuí, no Ceará, em outubro de 2019 — Foto: Helene Santos/SVMNovas análises encomendadas pelo Ministério da Agricultura mostram que peixes, lagostas e camarões pescados no Nordeste são seguros para o consumo, já que apresentam níveis baixos da substância que poderia ser considerada um indicativo de contaminação por petróleo.
Os testes foram feitos a pedido do ministério pelo Laboratório de Estudos Marinhos e Ambientais (LabMAM) da PUC-RJ e divulgados nesta terça-feira (19).
Segundo a pasta, os valores de Hidrocarbonetos Policíclicos Aromáticos (HPAs) encontrados em todas as 20 amostras testadas estão abaixo dos níveis de preocupação definidos pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Por isso, o consumo dos pescados não representa um risco para a saúde, apontou o ministério em nota.                                                                                      
A análise foi feita com peixes, lagostas e camarões coletados em 11 localidades de 4 estados (Rio Grande do Norte, Ceará, Bahia e Pernambuco). Foram analisados seis tipos de peixes (Ariacó, Budião, Dourado, Garoupa, Pargo e Saramonete), dois tipos de lagostas (Verde e Vermelha) e dois de camarões (Rosa e Sete Barbas).
As manchas de óleo que atingem o litoral brasileiro já afetaram mais de 650 localidades, segundo o último balanço do Ibama, publicado nesta terça. Há registro de manchas de óleo nos 9 estados do Nordeste – Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe – e também no Espírito Santo. O óleo já atingiu quase 70% dos municípios do litoral nordestino desde o início do desastre, no final de agosto   Novas manchas de óleo voltaram a aparecer nas praias do Guaiu e de Mogiquiçaba, que ficam entre os municípios de Santa Cruz Cabrália e Belmonte  — Foto: Divulgação/Prefeitura de Belmonte  Em entrevista ao G1 o biólogo marinho Mark Whittington, que esteve no Brasil participando de análises dos impactos do óleo nos pescados, disse que "não espera que haja impactos nos peixes devido ao tipo de petróleo envolvido no vazamento".
Especialista em analisar impactos de vazamentos de óleo na pesca, Whittington é da Federação Internacional de Poluição por Petroleiros (ITOPF, na sigla em inglês), organização especializada em identificar e prevenir vazamentos de petróleo causados por petroleiros que foi procurada pelo governo brasileiro no início do desastre.
"Em geral, o óleo que estamos vendo é o que chamamos de óleo pesado, um material desgastado pelo tempo e parcialmente emulsionado. Por isso, os compostos de óleo leve, que são mais associados aos problemas na pesca, estão presentes em quantidades relativamente pequenas", explica Mark Whittington, do ITOPF.
Para o analista, os principais impactos na pesca devem ocorrer por meio da contaminação de barcos pesqueiros e equipamentos de pesca.
"No entanto, a escala e a extensão dos impactos precisam ser confirmadas à medida que obtemos mais informações", afirma.                                                       

00:00/02:59
Óleo atinge mais de 650 localidades, diz Ibama                                                                                    

Vazamento de óleo afeta comércio de pescados no Ceará                                                                           Vazamento de óleo afeta comércio de pescados no Ceará 

Recife tem pior taxa de desemprego entre as capitais brasileiras, diz IBGE

Segundo o site https://g1.globo.com/pe/pernambucoPesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) trimestral foi divulgada nesta terça-feira (19). Pernambuco tem o terceiro pior índice do país.Agência de Emprego do Recife fica no Centro da cidade — Foto: Reprodução/TV Globo O Recife tem a pior taxa de desemprego entre as 27 capitais do Brasil, de acordo com a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), divulgada nesta terça-feira (19) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Ao todo, 147,3 mil pessoas estão desempregadas na cidade, o que representa 17,4% da população economicamente ativa (veja vídeo acima).
Ainda de acordo com a pesquisa, o Grande Recife tem o pior índice de desempregados, em comparação com todas as regiões metropolitanas do país. São 595,67 mil pessoas, o que equivale a 18,1% da população economicamente ativa da região.
Considerando todo o estado, 658 mil pernambucanos estão desempregados, representando 15,8% do total. O índice é o terceiro pior do Brasil, atrás apenas do Amapá (16,7%) e da Bahia (16,8%).                                                                      A Pnad compara os meses de julho, agosto e setembro com os meses de abril, maio e junho. Nesse período, houve uma redução de 0,2% na quantidade de desempregados. Entretanto, a taxa de desemprego em Pernambuco está quatro pontos acima da média do Brasil, que é de 11,8%.
De acordo com a Federação das Indústrias de Pernambuco (Fiepe), setores como o do açúcar, têxtil e o de estaleiros foram os que mais demitiram no terceiro trimestre de 2019 e puxaram os índices para baixo.                                    Segundo o economista Maurício Laranjeira, gerente de relações industriais da entidade, o mercado prevê a retomada do crescimento, mas não de forma imediata.                                                                                                                        "A confiança do empresário industrial continua alta, próxima a 60 pontos no Brasil e a 57 pontos em Pernambuco. A média nacional é 54. São números positivos que podem fazer com que a economia melhore nos próximos meses, com mais investimentos e mais emprego", declarou.
O fotógrafo Rafael Pereira faz parte do percentual de brasileiros desempregados. Ele saiu de Salvador há dois anos, sem emprego, e leva a vida no Marco Zero do Recife, fazendo fotos de turistas.
"Eu estava a passeio no Recife e ia ficar dois dias, mas acabei me interessando. Fiz um passeio de barco e vi o trabalho de fotografia que tem por aqui", afirmou.
Procurada pelo G1, a prefeitura do Recife não havia enviado resposta até a última atualização desta matéria.
             

Rede de ensino de Pernambuco abre matrícula para 74,9 mil novos alunos em 2020

Segundo o site https://g1.globo.com/pe/pernambucoCadastro online começa nesta quarta (20) e segue até 27 de dezembro. Sistema apresentou instabilidade logo após abertura devido a grande procura, apontou Secretaria de Educação.Escola de Referencia em Ensino Médio João Bezerra fica no bairro de Brasília Teimosa, Zona Sul do Recife — Foto: Reprodução/TV GloboA Secretaria de Educação e Esportes (SEE) iniciou, nesta quarta-feira (20), o período de matrícula para alunos novatos, ou seja, aqueles que estão saindo da rede particular, estão vindo de outros estados ou que estão voltando a estudar. Ao todo, foram disponibilizadas 74.978 mil vagas para esses estudantes em 2020.
O Cadastro Escolar é feito exclusivamente no site da secretaria entre as 7h desta quarta-feira e as 23h59min de 27 de dezembro. A página de matrícula teve uma instabilidade pouco após o começo das inscrições devido ao grande número de acessos, segundo a secretaria. Com isso, quem tentava acessar, encontrava a página indisponível.                                                                              Em janeiro, entre os dias 2 e 16, é preciso comparecer à escola escolhida com a documentação, que pode ser consultada no manual do Cadastro Escolar. Não há cobrança de taxa para fazer o cadastro ou a efetivação da matrícula.
Há vagas para o ensino fundamental regular, ensino médio e da Educação de Jovens e Adultos nas fases 1 e 2 dos anos iniciais e 3 e 4 dos anos finais. No caso de estudantes menores de 18 anos, a inscrição deve ser feita pelos pais ou responsáveis.
No site da SEE também é possível consultar as escolas com vagas, se elas são ou não de tempo integral, entre outras informações.
"Nós temos a escola regular, que o estudante tem um turno só. Temos as semi-integrais, que eles passam parte dos dias conosco. Nas integrais, os alunos passam o dia todo conosco e tem, inclusive, disciplinas eletivas", apontou o secretário de Educação, Fred Amâncio.
Para quem não tem acesso à internet, são liberados laboratórios de informática em mais de 300 escolas do estado. "É possível fazer também pelo celular [Smartphone com acesso à internet]. O cadastro é simples. Você informa nome do aluno, ano pretendido, a escola. A documentação é entregue depois", lembrou o secretário.                                                                                                    O documento de identidade e o CPF são obrigatórios na efetivação da matrícula. "Caso o estudante ainda não tenha esses documentos, o responsável pode deixar em branco e apresentar apenas no dia efetivação. É importante providenciar os documentos, não pode usar o do responsável", alertou Amâncio.
Em caso de dúvidas, os interessados podem entrar em contato com o serviço de atendimento eletrônico no número 0800 286 0086. A ligação é gratuita e o atendimento é feito de segunda a sábado, das 7h às 21h, entre os meses de novembro e dezembro.

Vagas pelo estado

Das 74.978 vagas, 10.313 são destinadas ao Recife e outras 18.224 estão abertas para demais municípios da Região Metropolitana. No interior, são 46.441 vagas, distribuídas entre municípios da Zona da Mata, Agreste e Sertão.
"No momento em que forem ocupadas toda as vagas, a escola não aparece mais no sistema. Quando é concluído o cadastro, a matrícula já está feita. Falta apenas a confirmação", afirmou o secretário.
As vagas não são disponibilizadas para Escolas Técnicas Estaduais, já que o ingresso nessas instituições é feito por meio de processo seletivo. O Cadastro Escolar não é necessário para os alunos que vêm da rede municipal, já que o processo de efetivação da matrícula ocorreu em agosto.                                        As vagas não ocupadas ou não confirmadas para o sistema de cadastro voltam a ficar disponíveis para os demais interessados. Para 2020, um novo período de cadastro fica disponível no site Matrícula Rápida. O novo período de efetivação destas vagas fica disponível de 21 a 30 de janeiro.       

GLOBO NÃO PARA DE CAIR, E RECORD SOBE NOS ÍNDICES DE AUDIÊNCIA EM 2019

Segundo o site https://portalbr7.comA Rede Globo deve estar torcendo para que este ano termine e que inicie logo o ano de 2020, isso porque 2019 não vem sendo um bom ano para a gigante no meio da comunicação. De acordo com números do PNT (Painel Nacional de Televisão), do Instituto Kantar Ibope, a emissora da família Marinho está atrás da Record no horário das 7h à 0h.  Ainda de acordo com o instituto, a Globo registrou 15,7 pontos neste ano, contra 16,8 no ano passado. As informações são da coluna Zapping, da Folha de SP.Globo não para de cair, e Record sobe nos índices de audiência em 2019Porém, o que está ruim, ainda pode piorar. Em outro tipo de pesquisa, quando é somente analisado o share – porcentagem de audiência somente das televisões ligados – a decadência foi ainda maior, de 36,7% no ano passado, contra 34,6 do ano de 2019. Além disso, a Record TV, demonstrou um acréscimo neste mesmo tempo, com um pequeno upgrade no share de 14,8% para 14,9%.
Não se sabe ao certo quais as causas que podem estar levando a esta queda de audiência da emissora, porém, pode-se imaginar que os cidadãos estão abrindo os olhos em relação a emissora do plim-plim.

SÉRGIO MORO PEDE SEU APOIO PARA DIVULGAR O “PACOTE ANTICRIME” NAS REDES SOCIAIS (VÍDEO)

Segundo o site https://portalbr7.comNesta última terça-feira(08), o Tribunal de Contas da União(TCU) mandou suspender imediatamente a propaganda do “Pacote Anticrime” do Governo Federal. A decisão foi tomada de forma monocrática pelo Ministro Vital do Rêgo.Sérgio Moro pede seu apoio para divulgar o “Pacote Anticrime” nas redes sociais (Vídeo)Por sua vez, o Ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, usou seu twitter para defender fortemente o seu projeto de combate ao crime. Confira:                                                                          
. Campanha publicitária III. Pessoas - e não estatísticas - são vítimas de crimes. Propomos deixar expresso na lei a execução da pena após a condenação em segunda instância. Processos têm que ter um fim em prazo razoável. A lei tem que estar acima da impunidade.
19,3 mil pessoas estão falando sobre isso
   

Análise de 20 amostras de pescados do Nordeste descarta risco para a saúde do consumidor, diz ministério

Segundo o site  https://g1.globo.com :  Estudo foi feito pela PUC-RJ a pedido do governo. Testes mostram baixo índice de Hidrocarbonetos Pol...