sábado, 24 de agosto de 2019

Currículo na cor da moda é uma boa ideia?; o mito do empreendedor rebelde e outras notícias do mundo do trabalho

Segundo o site https://www.linkedin.com: Entre segunda-feira e sexta-feira, os editores do LinkedIn selecionam as notícias mais importantes do universo da  economia e dos negócios. Aos finais de semana, confira as principais tendências do mercado de trabalho e dicas para ser mais produtivo e bem-sucedido. Participe da conversa nos comentários abaixo
Seu currículo está nas cores da moda no Instagram? Com a entrada da Geração Z — os nascidos entre meados dos anos 1990 até 2010 — no mercado de trabalho, os empregadores dizem que estão recebendo mais currículos digitais nas “paletas amigáveis do Instagram, como o verde menta e o rosa pastel”, escreve Chip Cutter, do The Wall Street Journal. Na tentativa de chamar a atenção de recrutadores, alguns currículos vêm decorados com bitmojis e outros detalhes pessoais. A opinião dos recrutadores? Certamente chama a atenção, mas não da maneira pretendida. Eles dizem que esse talento artístico pertence às mídias sociais, não a um pedido de emprego. • Veja o que as pessoas estão dizendo.                                                                                                                    Cai o mito do empreendedor rebelde. Segundo um levantamento da empresa de pesquisa Dataminr com dados de 100 fundadores de 42 startups brasileiras, tais como 99, Stone, e Creditas, desconstrói a ideia de que o grupo é composto por jovens que decidiram abandonar os estudos. Os fundadores têm pelo menos 30 anos de idade e todos contam com graduação completa. Por outro lado, a percepção de que o mundo das startups ainda é dominado pelos homens se confirma, com apenas 2% de mulheres entre os fundadores. Os nomes que mais aparecem na amostra são todos masculinos: João é o mais frequente, seguido por Eduardo, José, Paulo, André, Pedro e Guilherme. • Veja o que estão dizendo sobre o assunto.
Vale aceitar um salário mais baixo? Com a estagnação do mercado de trabalho, a fatia de desempregados com nível superior que aceitariam um salário inferior ao que ganhavam antes aumentou de 88% para 93% no último ano, revelou um estudo da consultoria Robert Half. Nem sempre essa é uma decisão ruim para a carreira: o “downgrade” pode ser o primeiro passo para se recolocar, ingressar em um novo setor ou mesmo mudar de cidade, por exemplo. O segredo é fazer um bom planejamento financeiro e avaliar se o novo emprego trará oportunidades de crescimento, recomendam especialistas ouvidos pelo jornal "Valor Econômico".• Veja o que estão dizendo sobre o assunto.


Quando papel e caneta superam todas as coisas digitais. Precisa se concentrar no trabalho? Largue o smartphone e o computador, nem que seja por pouco tempo. A boa e velha combinação de papel e caneta é boa para estimular nosso sistema de formação reticular, uma parte do cérebro que nos ajuda a eliminar o excesso de informações e, ao mesmo tempo, essencial na concentração daquilo que é relevante, escreve Stephanie Vozza, da Fast Company. O papel é fino, leve e não fica sem bateria. Não emite sons e nem distrai você com notificações. Sim, aplicativos de produtividade oferecem benefícios, mas não devemos descartar o poder do papel. • Veja o que as pessoas estão dizendo.
A importância de um detox digital. A quantidade de horas que as pessoas passam conectadas à internet começa a gerar preocupação. Em julho, o Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos anunciou um programa de “detox digital”, o Reconecte. O prazer em ficar longe da internet já tem nome: Jomo, acrônimo de joy of ­missing out – “alegria em ficar por fora”, em tradução livre. A freima chega aos escritórios: uma pesquisa do LinkedIn atesta que 70% dos consultados admitiram não se desligarem do emprego nas férias. Pensando nisso, a Exame elencou nove estratégias para promover a desintoxicação digital. • Veja o que as pessoas estão dizendo.
Dica de leitura da semana: a transição de carreira não é um momento fácil, sobretudo para quem pretende deixar um emprego CLT para começar a empreender. Dany Carvalho, fundadora do podcast Café Comigo, elenca sete dicas para mudar de carreira da maneira mais suave possível. Entre as sugestões está o fato de comunicar com clareza a transição para amigos e colegas:
“Se você não contar para o mundo que você está mudando de carreira, ou iniciando um novo negócio, ninguém vai saber e ponto. (...) Já pode começar a praticar um novo pitch de apresentação para usar nas próximas reuniões, rodas de conversa e nos eventos.”
Curso da semana: desenvolva as habilidades necessárias para preparar e fazer excelentes discursos e apresentações.
apresentações.

Qual a sua opinião? Participe da conversa nos comentários abaixo.
(Foto | Recrutadores nos EUA dizem que estão recebendo mais currículos nas cores verde menta e rosa pastel. Crédito: Getty Images)


       

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Bolsonaro: Considerado o melhor Presidente da História do Brasil.

Segundo o site  https://gazetainformante.wordpress.com :  Ao decorrer dos anos tivemos milhares de Presidentes. Mas segundo boa parte de um ...