segunda-feira, 1 de julho de 2019

Operação apreende 649 quilos de carnes impróprias para o consumo

Segundo o site https://g1.globo.com/pe/pernambuco: Ação ocorreu nesta segunda (1º), em Goiana, no Grande Recife. Foram recolhidos produtos manipulados sem higiene, acondicionados de forma irregular ou sem data de validade.
Carnes foram apreendidas em estabelecimentos de Goiana, no Grande Recife — Foto: Reprodução/TV Globo
Uma operação realizada pelo Procon de Pernambuco e Vigilância Sanitária de Goiana, no Grande Recife, apreendeu 649 quilos de carnes impróprias para o consumo. Na ação, ocorrida nesta segunda-feira (1º), foram encontrados produtos acondicionados de forma irregular, manipulados por pessoas que não tinham condições ideais de higiene ou sem data de validade.
Segundo o Procon, todo o material apreendido foi prensado em um caminhão de lixo e encaminhado para incineração. Ao todo, quatro estabelecimentos foram fiscalizados e três terminaram sendo autuados.           De acordo com o Procon, a maior apreensão ocorreu no Açougue do Povo, no Centro da cidade. Os fiscais recolheram, ao todo, 594,5 quilos de diversos tipos de carnes
Foram apreendidos 271,2 quilos de carnes de boi e porco, 137,9 quilos de peixe,131,5 quilos de frango e 54,8 quilos de linguiça.
A gerente de fiscalização do Procon, Danyelle Sena, informou que os produtos estavam mal condicionados e eram vendidos de maneira imprópria.
Segundo ela, as carnes estavam expostas, os consumidores faziam a manipulação sem cuidado com a higiene e muitos peixes encontravam-se descongelados.
Os fiscais também recolheram passas, frutas cristalizadas, ameixa, salsichas e mortadelas. De acordo com o Procon, esses produtos, vendidos a granel, estavam sem embalagem e, por isso, o consumidor não tinha condições de saber as datas de fabricação e de validade.
No Frigorífico São José, foram recolhidos 54,7 quilos de carnes de boi, ave e peixe. No Supermercado Borbão os fiscais descartaram doces que estavam sendo expostos para a venda, mesmo depois do fim do prazo de validade.
Sacos com carnes aprerendidas foram levados para incineração, segundo o Procon de Pernambuco — Foto: Procon Pernambuco/Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Governo estuda liberar até 35% do FGTS; desmatamento é prejudicial ao agronegócio e outras notícias

Segundo site  Boletim Diário do LinkedIn :  Governo estuda liberar até 35% do FGTS. Junto com a liberação dos recursos do FGTS, haverá ...