PMs compram cama e fazem doação para ajudar avó, mãe e três crianças no Agreste de PE

Segundo o site https://g1.globo.com/pe/pernambuco:Ação de solidariedade aconteceu em Feira Nova. Menino dividia cama com a avó e, por vezes, a derrubava. Chefe da família ganha menos de um salário mínimo por mês.
Faltando 20 dias para o Natal, uma equipe da Polícia Militar cumpriu uma missão solidária, em Feira Nova, no Agreste de Pernambuco. Uma sargento, dois soldados e um PM em formação se uniram para comprar uma cama e a doaram para uma família formada por três crianças, a mãe e a avó, que dividiam os poucos leitos disponíveis na casa, na periferia da cidade.
Com esse gesto, os policiais esperam amenizar as dificuldades da família, comandada por uma mulher que trabalha em uma casa de farinha e ganha menos de um salário mínimo por mês. “A gente soube que uma das crianças, a mais velha, dormia na mesma cama que a avó e, de vez em quando, o menino a derrubava durante a noite”, afirmou a sargento Ane Danielle Muniz, que atua há 14 anos na corporação. A família mora no bairro de São José da Cachoeira, área pobre de Feira Nova, distante 77 quilômetros do Recife. Na casa, vivem a chefe da família, Zenaide Maria da Silva, de 38 anos, a filha, Aline Maria da Silva, de 20 anos, e as três crianças. Gabriel, que ganhou a cama, tem 4 anos. Douglas e David são gêmeos e têm 1 ano e dois meses de vida. Eles nasceram prematuros, aos seis meses de gestação, e ficaram internados em um hospital na área central do Recife no começo da vida. "Foi muito gratificante receber esta cama. A gente estava querendo comprar ela há mais de três anos. Agora, o mais velho vai dormir melhor. O berço de um dos gêmeos eu ganhei de presente e o outro, o pai comprou", comemorou Aline. Enquanto Zenaide trabalha na produção de farinha de mandioca, perto da residência, Aline fica em casa com os filhos e recebe Bolsa Família. O pai dos meninos, segundo Aline, abandonou a moradia e está com outra mulher.
Comunidade unida
Vizinhos da família de Zenaide e Aline, ao acompanhar as dificuldades enfrentadas pela família, procurararam uma forma de auxiliá-las. Como conhecia o trabalho dos policiais da 6ª Companhia Independente da PM, que atuam em parceria com igrejas da área, a dona de casa Maria José Roseli da Conceição teve a ideia de mandar uma mensagem para eles.
Zenaide e Aline moravam em casas separadas, mas tiveram que mudar para a mesma devidos às dificuldades de pagar o aluguel. No bairro, uma casa custa R$ 250 por mês, segundo Conceição.
"Aline ficou muito tempo no hospital, no Recife, por causa da saúde dos gêmeos. Hoje, ela cuida das crianças, enquanto a mãe vai trabalhar”, explica a vizinha.                                                                                                                 A partir a informação recebida pelo aplicativo de celular, a equipe da sargento Danielle se mobilizou. Com o apoio do aluno Adriano Francisco, os soldados Farias Silva e Carlos Fonseca, ela juntou R$ 350 e foi até o centro comercial de Carpina, cidade na Zona da Mata Norte próxima.
“Quando chegamos para fazer a doação, foi uma alegria só. O menino mais velho disse para a avó que agora não ia mais derrubá-la da cama”, recordou a sargento.
Integrante de um grupo da PM que atua na prevenção ao uso de drogas, Ane Danielle contou que poder auxiliar uma família com necessidades financeiras é gratificante. “Desenvolvemos um trabalho social e já entregamos cestas básicas. Mantemos contato com pessoal de igrejas e foi gratificante fazer a doação dessa cama”, comentou.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

General Heleno: “Vamos fechar o Congresso Nacional. Não existe nenhuma Democracia em nosso País mais.”

Noticia Urgente: Cantor Murilo Manoel de Moura sofre acidente de Moto e chega a óbito

Jovem morre em acidente de transito na PE 90 na cidade de Surubim