terça-feira, 27 de novembro de 2018

Black Friday bate recordes históricos no Brasil

Segundo o site https://www.noticiasaominuto.com.br: Descontos foram ainda maiores do que os de 2017 (média de 26,7%)
A
Black Friday, que aconteceu na última sexta-feira (23) - um dia após Ação de Graças nos Estados Unidos -, vem se tornando uma data fundamental para o varejo nacional, principalmente em sua versão online, que conta com mais de 700 mil lojas virtuais em todo o país                                                                                                            
Desde 2015, quando a pesquisa de consumo passou a ser realizada na data pela Big Data Corp., a pedido da PayPal, os recordes vêm se sucedendo. E o atual cenário econômico ajudou. Muita gente aproveitou os preços até 63% mais baixos para antecipar as compras de Natal.
Segundo o levantamento, a esmagadora maioria (mais de 96%) dos e-commerces brasileiros aderiu (no intervalo de quatro semanas pré-Black Friday) à febre de promoções online da data comercial mais expressiva da internet. Entre os grandes e-commerces, com mais de 500 mil acessos por mês, a adesão foi de praticamente 100% na Black Friday (com margem de erro de 1%). Entre os pequenos, com menos de 10 mil acessos mensais, ela bateu os 90%.
As ofertas estiveram bem abaixo dos preços normais e representaram oportunidades de descontos praticados pelos e-commerces – e uma possibilidade real para que os consumidores pudessem antecipar algumas compras de Natal. No último momento, as promoções foram maiores do que em 2017. Duas semanas antes da Black Friday, os descontos deste ano bateram em 3,9% (contra 12% no ano passado); uma semana antes da data, os descontos avançaram para 9,6% este ano (contra 12,3% em 2017); mas, na Black Friday propriamente dita, os descontos dispararam e atingiram o pico médio de 26,7% este ano (contra 13,7% no ano passado).
No top 5 das categorias em que a pesquisa Big Data Corp. encontrou os maiores descontos, a medalha de ouro vai para DVDs e outros vídeos (63,7%), seguidos por e-books (36,5%), papelaria (32,8%), instrumentos musicais (31,7%) e celulares/smartphones (31,2%, contra 20,3% em 2017).
Este ano, 66,9% das lojas online começaram a “falar” sobre a Black Friday mais de um mês antes da data – em 2017, esse índice foi de 64%. Como um todo, o índice de adesão subiu ligeiramente em relação a 2017. Este ano, três semanas antes da data, 80,3% dos e-commerces já haviam aderido à Black Friday (em 2017, o índice foi de 77,5%); e até duas semanas antes da data, 85,2% (em 2017, eram 83%; e, em 2016, 46,8%). Já no dia da Black Friday, perto de 100% dos e-commerces pesquisados haviam aderido à data este ano – mesmo índice de 2017. Em 2016, foram 92,6% os e-commerces que aderiram à Black Friday; em 2015, 89,4%.
Metodologia
O processo de captura de dados da internet usado pela BigData Corp. prevê o processamento de mais de 10 petabytes semanalmente, extraídos de visitas a mais 850 milhões de sites, dos quais são obtidos informações estruturadas e seus links.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Prefeita de Surubim Ana Celia Assina Ordem de Serviço de pavimentação de ruas e da entrega de um ônibus escolar acessível.

Segundo o site Assessoria de Imprensa Prefeitura de Surubim PE:  A Prefeitura não para de trabalhar! Você está convidado para a assinatura...