Polícia apreende R$ 1,9 mil em notas falsas e prende quatro pessoas no Agreste

Segundo o site https://g1.globo.com/pe/pernambuco:
Quantia estava no chão do carro utilizado pelo grupo e já havia sido usada para comprar produtos em uma loja em Limoeiro. Depois de audiência de custódia, grupo foi liberado
Quatro pessoas foram presas em flagrante na noite da quinta-feira (24), no município de Limoeiro, no Agreste de Pernambuco, com R$ 1,9 mil em notas falsas. O dinheiro foi encontrado assento do banco traseiro e no chão do carro que o grupo utilizou para chegar a uma loja de artesanato na cidade. Do total, R$ 100 já haviam sido dados à vendedora da loja para a compra de produtos.
De acordo com a Polícia Federal (PF), a prisão aconteceu quando policiais civis e militares faziam rondas no município e perceberam uma atitude suspeita de pessoas que haviam saído de um carro estacionado na Avenida Capibaribe. Durante a abordagem, foram encontrados R$ 1,8 mil no interior do veículo. Um dos integrantes do grupo havia usado R$ 100 para comprar duas bonecas, cada uma no valor de R$ 10.
Devido à mesma numeração das séries das cédulas, os policiais identificaram que as notas eram falsas e devolveram os produtos à loja. As duas mulheres e os dois homens foram levados à sede da Polícia Federal, no Centro do Recife, pelo crime de adquirir, repassar ou guardar moeda falsa.
Dinheiro falso apreendido no interior de Pernambuco tinha cédulas com mesmo número de série — Foto: Polícia Federal/Divulgação
Nos depoimentos, os presos afirmaram ter saído da capital pernambucana em direção à cidade de João Alfredo, no Agreste, para visitar parentes. Durante a passagem por Limoeiro, decidiram parar numa pousada antes de seguir viagem.                                                                                                       Na cidade, eles pararam na loja de artesanato para comprar as bonecas e disseram que o dinheiro seria fruto da venda de uma moto. Ao consultarem a placa, os policiais verificaram que a identificação era de um carro. Depois da autuação, os presos fizeram exame de corpo delito no Instituto de Medicina Legal, no Recife, e foram levados para uma audiência de custódia. Segundo a Polícia Federal, todos foram liberados e devem responder ao processo em liberdade.   Estatísticas Em 2018, a Polícia Federal registrou a apreensão de R$ 32,7 mil em notas falsas, com a prisão de quatro pessoas. Em 2017, foram R$ 49,9 mil apreendidos em moeda falsa e sete prisões. Já em 2016, a corporação apreendeu R$ 11,6 mil falsos e duas pessoas foram presas. Dicas De acordo com a PF, a população pode usar o método “Tocar/Observar/Inclinar”, que permite identificar se uma nota é falsa através da textura e dos elementos de segurança. Segundo a corporação, as notas falsas tendem a ser lisas, enquanto as verdadeiras são ásperas e possuem relevo nos itens de segurança. Nas cédulas verdadeiras, as tonalidades de cores são firmes, enquanto que, nas falsas, a cor costuma ter pouca nitidez e pode ser borrada. Observar a série ao receber duas notas de mesmo valor também pode ser importante para identificar a legitimidade da cédula.
  

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

General Heleno: “Vamos fechar o Congresso Nacional. Não existe nenhuma Democracia em nosso País mais.”

Noticia Urgente: Cantor Murilo Manoel de Moura sofre acidente de Moto e chega a óbito

Jovem morre em acidente de transito na PE 90 na cidade de Surubim