quarta-feira, 31 de outubro de 2018

V Festival Internacional da Sanfona começa dia 14 e vai até o dia 17 de novembro

Segundo o site https://www.jornaldecaruaru.com.bt,
Quinta edição do evento terá nomes nacionais e internacional nas margens do Rio São Franciscofestival internacional da sanfona
O amor pela sanfona levará baianos e turista para a quinta edição do Festival Internacional da Sanfona, que acontecerá em Juazeiro, de 14 a 17 de novembro. Sob a curadoria do cantor, sanfoneiro e compositor Targino Gondim e direção geral de Celso de Carvalho, o evento contará com oficinas, workshops, exposição, encontros e concertos musicais com shows abertos na Orla Nova de Juazeiro.
Grandes instrumentistas oriundos de diferentes regiões do país e também do exterior já estão confirmados na programação. Entre atrações internacionais desta edição estão nomes como Jason O’Rourke (Irlanda) e Simone Zanchini (Itália). Do Brasil, a programação inclui Edglei Miguel (PB), Chico Chagas (AC), Mestrinho (SE), Mahatma Costa (PE), Daniel Itabaiana (BA), Silas França (BA) e Quinteto Sanfônico do Brasil, além do curador Targino Gondim (BA).
A abertura do evento acontece às 19 horas do dia 14, no foyer do Centro de Cultura João Gilberto. Entre as atividades paralelas estão exposição de sanfonas de quarta a sábado. O público também poderá se aprofundar no universo sonoro do instrumento através da oficina sanfona 120 baixos, com Edglei Miguel, professor de A SANFONADA de Campina Grande-PB.
O evento terá três workshops. Na quinta-feira, dia 15, Master Classe com Simone Zanchini da Itália, na sexta-feira, dia 16, com Jason O’Rourke sobre a concertina tradicional irlandesa e no sábado com A história do acordeom e seus sotaques com Chico Chagas. Todos os encontros acontecem às 15 horas, na sala Multiuso do Centro de Cultura João Gilberto.festival internacional da sanfona 01
A cada dia, após as oficinas/workshops, o festival apresentará as “Jam Sanfona’s Sessions” com as participações dos sanfoneiros presentes na programação e também dos músicos visitantes do evento, promovendo assim um intercambio de experiências, com destaque para a sexta-feira, a partir das 17 horas com o show “Casa de Ferreira”, de Junior Ferreira (DF).
Todos os dias do evento, a partir das 20 horas uma programação foi montada na Arena do Centro de Cultura João Gilberto. Na quinta-feira se apresentam nomes como Daniel Itabaiana (BA), Mahatma Costa (PE), Simone Zanchini (Itália) e Edglei Miguel (PB). Já na sexta-feira estarão Silas França (BA), Jason O’Rourke (Irlanda), Chico Chagas (AC) com participação especial de Junior Ferreira (DF). No sábado será a vez de Targino Gondim (BA), Quinteto Sanfônico do Brasil, Chico Chagas (AC) e Mestrinho (SE).
Além de beneficiar as comunidades locais e os artistas, o evento fortalece a singularidade da música brasileira no mercado musical, lançando luz sobre as formas de tocar sanfona em todo país e no mundo, além de potencializar a cadeia produtiva da sanfona e instrumentos assemelhados. O FESTIVAL também conta com as presenças de vários músicos que vão espontaneamente de todo o Brasil e de outros países, além de pesquisadores, produtores culturais e estudantes.
Realizado pela Toca Pra Nós Dois, em parceria com a Conspiradoria Projetos e Produções, o Festival Internacional da Sanfona está calendarizado pelo Governo do Estado da Bahia. Em toda programação estima-se a circulação de mais de 50.000 pessoas nas atividades do Festival.
festival internacional da sanfona VANINA TAGINI E GABRIEL MERLINO

O instrumento

Citado na carta de Pero Vaz de Caminha e atendendo por vários nomes como gaita ou acordeom, foi como sanfona que ficou conhecido o instrumento utilizado na típica musica nordestina. Há indícios de um instrumento primitivo, que utilizava o mesmo princípio sonoro das palhetas do acordeom, chamado Cheng, na China do século 12 A.C.
A história oficial, porém, conta que a sanfona chegou à Rússia no século XVIII e foi patenteada em Viena no ano de 1827. O instrumento teria chegado ao Brasil entre 1836 e 1851, através dos imigrantes alemães do Rio Grande do Sul, onde é mais conhecido como ‘gaita’. Há informações dessa época de que já havia tocadores de foles de oito baixos na região Nordeste, provavelmente obtidas por nordestinos que foram ao Sul para lutar na Guerra do Paraguai.
De lá para cá, a sanfona se transformou em um dos principais instrumentos das festas tradicionais brasileiras, presente em todas as regiões. O instrumento é ideal para acompanhar bailes pela amplitude sonora e por permitir ao executor cantar com facilidade. Por vezes, substitui o violão e a rabeca, de pouco volume sonoro, em muitas manifestações da cultura popular. Luiz Gonzaga levou a sanfona ao estrelato, lançando o baião com sua sanfona branca em 1946. Fã confesso de Gonzagão, a sanfona foi, por exemplo, o primeiro instrumento de Gilberto Gil quando ainda era criança.
Influente em uma enorme variedade de vertentes musicais, o instrumento mantém-se sempre atual, acompanhando a evolução da linguagem musical, interpretada por novas gerações, ricas em grandes instrumentistas. Há um grande circuito internacional do acordeom, com dezenas de eventos em todos os continentes e um festival como esse no Brasil é fundamental para discutir e valorizar este instrumento.
Programação, informações e inscrições para as oficinas e pro concurso: www.festivaldasanfona.com.br

Tempo quente em Caruaru provoca incêndio em vegetação nas proximidades do HRA

Segundo o site https://www.jornaldecaruaru.com.br:
Um incêndio em vegetação chamou a atenção de muita gente neste domingo (28), em Caruaru, Agreste pernambucano.
Bombeiros alertam que as altas temperaturas são propicias a este tipo de incêndio – Foto: Dido Montenegro
De acordo com transeuntes, o fogo na vegetação causou muita fumaça deixando pedestres e motoristas que trafegavam pelas proximidades do Hospital Regional do Agreste (HRA) apreensivos, sem saber do que se tratava.
O corpo de bombeiros foi chamado para debelar o foco de incêndio e disse que as altas temperaturas e os ventos mais fortes neste período do ano favorecem o surgimento de focos de incêndio.
Bombeiros dizem que com o calor excessivo o fogo aparece do nada – Foto: Dido Montenegro
Uma temperatura escaldante, ventos fortes, um terreno propício para os incêndios, nas margens das rodovias se multiplicam a cada quilômetro de estrada.
Geralmente é no meio da tarde, quando a temperatura fica ainda mais alta que os focos de incêndio aparecem, e do nada.

A partir de Janeiro, bandido que for visto de fuzil nas mãos será abatido na hora, diz Wilson Witzel

Segundo o site https://www.jornaldestaquebaixada.com:
O Novo Governador do Estado do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, do PSC, voltou a confirmar nesta terça-feira (30) que sua missão é combater os criminosos que ostentam fuzil dentro ou fora das favelas no Rio e principalmente na Baixada Fluminense.Segundo o ex-juiz federal, que a partir de janeiro assume a cadeira para governar o Estado, o policial será treinado para isso, ele ainda enfatizou que irá pedir o prolongamento das tropas no Rio e também pediu com urgência para fazer total levantamento de quantos "snipers" – atiradores de elite – existem em unidades especiais das polícias Civil e Militar.

Para não cometer erros, Witzel afirmou que os Policiais que terão autonomia no "abate", eles serão separados e treinamos para isso. O Governador foi questionado sobre pessoas inocentes que já morreram dentro da favela por um simples guarda-chuva ou furadeira, objetos que foram confundidos com armas, o Governador rebateu e disse que os policiais que estavam nestas missões, eles não estavam preparados e também complementou dizendo que irá colocar mais 3 ou 4 mil policiais trabalhando nas ruas.

Wilson terá uma prova de resistência do crime pela frente, as cidades da Baixada Fluminense, a criminalidade só aumenta, o tráfico vem desafiando os policiais descendo para o asfalto e praticando séries de assaltos. Não tem um dia que passa, sem alguém ser executado. Barricadas são colocadas nos principais acessos de comunidades para impedir ação policial. Condomínios de conjunto habitacionais do minha casa minha vida estão quase todos tomados por bandidos que expulsam os moradores e assumem os imóveis. A Rodovia presidente Dutra, a Washington Luís e o Arco Metropolitano, já não tem dia ou hora certa para ocorrer arrastões, mostrando que de fato, o novo Governador terá um grande desafio pela frente.


TEM INSTAGRAM? SEGUE A GENTE CLICANDO AQUI

Por: Redação/ Jornal Destaque Baixada
Reportagem Diego Quaresma
30/10/2018

terça-feira, 30 de outubro de 2018

Ação da Igreja Adventista do 7 Dias na cidade de Surubim foi um sucesso

Na manhã de sábado(27) a Igreja Adventistas do 7 Dias realizou uma grande ação de triagens na saúde, o pastor local da Igreja Mateus reuniu alguns irmãos da Igreja e com parceria voluntários armaram uma grande tenda na praça Didimo Carneiro na cidade de Surubim pela manhã e tarde para uma ação social para a população, em advertir sobre a saúde Física, e mental para todas as idades, trazendo um grande resultado positivo, tinha entre eles a ação de inserir a pressão, relaxamento na circulação, física para conferir a pressão entre outros. O pastor Mateus falou com exclusividade ao blog que esta ação a Igreja já 'vem fazendo a anos em todo Brasil em beneficio a população não só física mais também na necessidade espiritual em aconselhamento etc..., vejam em Vídeo






segunda-feira, 29 de outubro de 2018

Corpo encontrado em matagal é de Rayane, jovem desaparecida em Mogi

Segundo o site https://www.msn.com/pt-br: O corpo da estudante Rayane Paulino, de 16 anos
, desaparecida após sair de uma festa em Mogi das Cruzes, foi encontrado neste domingo (28), em uma área de mata da Avenida Francisca Lerário, no bairro do Lambari, Guararema, município da região metropolitana de São Paulo. O corpo da jovem teria sido reconhecido pela mãe, Marlene Maria Paulino Alves, na manhã desta segunda-feira (29).Rayane-Paulino-Alves-01-840×577: Rayane teria desaparecido após festa realizada em sítio no bairro do Botujuru© /Corpo encontrado em matagal é de Rayane, jovem desaparecida em Mogi/Divulgação
Rayane teria desaparecido após festa realizada em sítio no bairro do Botujuru                                                                                A jovem estava desaparecida desde o domingo (21), após ir embora de uma festa que ocorria no bairro Botujuru, em Mogi das Cruzes, no último dia 20. Segundo laudo, a morte teria ocorrido por asfixia. A mãe, que esteve no Instituto Médico Legal (IML) de Mogi das Cruzes, acompanhada pelo marido, teria feito o reconhecimento baseado no esmalte e em uma pulseira que a filha utilizava.   caso rayane: Agentes do Corpo de Bombeiros e da Polícia isolaram área onde corpo foi encontrado em Guararema.© Divulgação Agentes do Corpo de Bombeiros e da Polícia isolaram área onde corpo foi encontrado em Guararema.
De acordo com informações do IML, ainda serão feitos os exames para identificar a causa da morte e para verificar se a jovem teria sido vítima de estupro. A Polícia Civil vai investigar as causas da morte e os possíveis envolvidos.
Na noite do dia (20), Rayane foi à festa acompanhada por amigas. Para elas, a jovem teria dito que precisava ir embora mais cedo, mas que o pai viria buscá-la. Ainda não se sabe se ela saiu do sítio sozinha ou acompanhada.

General Mourão virou Presidente do Brasil hoje

Segundo o site https://www.wolnoticias.com.br: Bolsonaro já está fora do país, e quem assume em seu lugar, é o presidente Hamilton Mourão. ...