domingo, 30 de setembro de 2018

Veja quem pode e quem não pode votar nas eleições deste ano

Segundo o site https://www.noticiasaominuto.com.br: Mais de 147,3 milhões de eleitores estão aptos a escolher presidente da República, governadores, dois senadores por estado, deputados federais e estaduaisVeja quem pode e quem não pode votar nas eleições deste anoDentro de nove dias, o Brasil realizará o primeiro turno das Eleições Gerais de 2018. Mais de 147,3 milhões de eleitores estão aptos a votar no pleito para eleger o presidente da República, governadores dos estados e o do Distrito Federal, dois senadores por estado, deputados federais e deputados estaduais/distritais. Estão aptos a votar cidadãos que apresentam situação regular perante a Justiça Eleitoral, ou seja, não têm pendências que os impeçam de exercer o direito ao voto.                              O voto no Brasil é obrigatório para todo cidadão, nato ou naturalizado, alfabetizado, com idade entre 18 e 70 anos. Para os jovens com idade entre 16 e 17 anos, pessoas com mais de 70 anos e analfabetos, o voto é facultativo.
Não poderá votar nas eleições de outubro o cidadão que não tirou o título de eleitor nem regularizou sua situação perante a Justiça Eleitoral até 9 de maio, data-limite para o alistamento eleitoral visando a participação no pleito deste ano.
Também não pode votar o eleitor cujos dados não figurem no cadastro de eleitores da seção constante da urna, ainda que apresente título de eleitor correspondente à seção e documento que comprove sua identidade. A regra consta do parágrafo 6º do artigo 111 da Resolução TSE nº 23.554/2017, que trata dos atos preparatórios para as Eleições 2018. Nessa hipótese, a mesa receptora de votos deverá registrar a ocorrência em ata e orientar o eleitor a comparecer ao cartório eleitoral a fim de regularizar sua situação.
Está igualmente impedido de votar quem se encontre com o título cancelado (por não ter votado em três eleições consecutivas, nem ter apresentado justificativa de ausência e tampouco pago a multa devida pela irregularidade). Para efeito dessa regra, considera-se cada turno de um pleito como uma eleição isolada. Além disso, não poderá votar o cidadão que se encontre com os direitos políticos suspensos.
Presos provisórios e adolescentes internos
Dia 9 de maio foi a data-limite para que presos provisórios e adolescentes internados, que não possuíssem título regular, fizessem o alistamento eleitoral ou solicitassem a regularização de sua situação para votar em outubro. Os presos provisórios e os adolescentes internados também têm o direito de votar, por não estarem com os direitos políticos suspensos (inciso III do artigo 15 da Constituição Federal).
Atualização cadastral
Também o dia 9 de maio foi o prazo máximo para que os eleitores alterassem seus dados cadastrais ou transferissem seu domicílio eleitoral. Desde o fechamento do cadastro, qualquer atualização dos dados somente poderá ocorrer quando for reiniciado o atendimento aos eleitores nas unidades da Justiça Eleitoral, no dia 5 de novembro.
Onde votar?
No dia 7 de outubro, o eleitor pode ir à sua seção eleitoral das 8h às 17h e votar, de acordo com o horário local. Entre outras informações, o título de eleitor traz a zona eleitoral e a seção em que o eleitor vota.
Mas, se o cidadão perdeu o título, ele consegue saber o número do documento no site do TSE. Basta informar o nome, data de nascimento e o nome da mãe.
O eleitor em situação regular também pode obter a via digital do título. O aplicativo e-Título, está disponível para iPhone (iOS), smartphones (Android) e tablets. Caso o eleitor já tenha feito o recadastramento eleitoral com coleta de biometria, a versão do e-Título virá acompanhada da fotografia, o que permitirá sua identificação na hora do voto. Nesse caso, bastará apresentar a versão digital do documento para votar, de acordo com o artigo 111 (parágrafos 3º, inciso I, e 7º) da Resolução TSE nº 23.554/ 2017.
Para quem ainda não fez o recadastramento biométrico, a versão do e-Título será baixada sem a foto. Nessa hipótese, o eleitor está obrigado a levar um documento oficial de identificação com foto para o exercício do voto.
O que é necessário para votar?
O eleitor deve se dirigir à sua seção eleitoral e apresentar ao mesário um documento oficial com foto (carteira de identidade, passaporte, carteira de categoria profissional reconhecida por lei, certificado de reservista, carteira de trabalho ou carteira nacional de habilitação). Não é obrigatório apresentar o título de eleitor para votar. 

Veja quem pode e quem não pode votar nas eleições deste ano

Segundo o site https://www.noticiasaominuto.com.br: Mais de 147,3 milhões de eleitores estão aptos a escolher presidente da República, governadores, dois senadores por estado, deputados federais e estaduaisVeja quem pode e quem não pode votar nas eleições deste anoDentro de nove dias, o Brasil realizará o primeiro turno das Eleições Gerais de 2018. Mais de 147,3 milhões de eleitores estão aptos a votar no pleito para eleger o presidente da República, governadores dos estados e o do Distrito Federal, dois senadores por estado, deputados federais e deputados estaduais/distritais. Estão aptos a votar cidadãos que apresentam situação regular perante a Justiça Eleitoral, ou seja, não têm pendências que os impeçam de exercer o direito ao voto.                                                                                     O voto no Brasil é obrigatório para todo cidadão, nato ou naturalizado, alfabetizado, com idade entre 18 e 70 anos. Para os jovens com idade entre 16 e 17 anos, pessoas com mais de 70 anos e analfabetos, o voto é facultativo.
Não poderá votar nas eleições de outubro o cidadão que não tirou o título de eleitor nem regularizou sua situação perante a Justiça Eleitoral até 9 de maio, data-limite para o alistamento eleitoral visando a participação no pleito deste ano.
Também não pode votar o eleitor cujos dados não figurem no cadastro de eleitores da seção constante da urna, ainda que apresente título de eleitor correspondente à seção e documento que comprove sua identidade. A regra consta do parágrafo 6º do artigo 111 da Resolução TSE nº 23.554/2017, que trata dos atos preparatórios para as Eleições 2018. Nessa hipótese, a mesa receptora de votos deverá registrar a ocorrência em ata e orientar o eleitor a comparecer ao cartório eleitoral a fim de regularizar sua situação.
Está igualmente impedido de votar quem se encontre com o título cancelado (por não ter votado em três eleições consecutivas, nem ter apresentado justificativa de ausência e tampouco pago a multa devida pela irregularidade). Para efeito dessa regra, considera-se cada turno de um pleito como uma eleição isolada. Além disso, não poderá votar o cidadão que se encontre com os direitos políticos suspensos.
Presos provisórios e adolescentes internos
Dia 9 de maio foi a data-limite para que presos provisórios e adolescentes internados, que não possuíssem título regular, fizessem o alistamento eleitoral ou solicitassem a regularização de sua situação para votar em outubro. Os presos provisórios e os adolescentes internados também têm o direito de votar, por não estarem com os direitos políticos suspensos (inciso III do artigo 15 da Constituição Federal).
Atualização cadastral
Também o dia 9 de maio foi o prazo máximo para que os eleitores alterassem seus dados cadastrais ou transferissem seu domicílio eleitoral. Desde o fechamento do cadastro, qualquer atualização dos dados somente poderá ocorrer quando for reiniciado o atendimento aos eleitores nas unidades da Justiça Eleitoral, no dia 5 de novembro.
Onde votar?
No dia 7 de outubro, o eleitor pode ir à sua seção eleitoral das 8h às 17h e votar, de acordo com o horário local. Entre outras informações, o título de eleitor traz a zona eleitoral e a seção em que o eleitor vota.
Mas, se o cidadão perdeu o título, ele consegue saber o número do documento no site do TSE. Basta informar o nome, data de nascimento e o nome da mãe.
O eleitor em situação regular também pode obter a via digital do título. O aplicativo e-Título, está disponível para iPhone (iOS), smartphones (Android) e tablets. Caso o eleitor já tenha feito o recadastramento eleitoral com coleta de biometria, a versão do e-Título virá acompanhada da fotografia, o que permitirá sua identificação na hora do voto. Nesse caso, bastará apresentar a versão digital do documento para votar, de acordo com o artigo 111 (parágrafos 3º, inciso I, e 7º) da Resolução TSE nº 23.554/ 2017.
Para quem ainda não fez o recadastramento biométrico, a versão do e-Título será baixada sem a foto. Nessa hipótese, o eleitor está obrigado a levar um documento oficial de identificação com foto para o exercício do voto.
O que é necessário para votar?
O eleitor deve se dirigir à sua seção eleitoral e apresentar ao mesário um documento oficial com foto (carteira de identidade, passaporte, carteira de categoria profissional reconhecida por lei, certificado de reservista, carteira de trabalho ou carteira nacional de habilitação). Não é obrigatório apresentar o título de eleitor para votar.

Número de mortos na Indonésia sobe para 832

Segundo o site https://www.noticiasaominuto.com.br/mundo: O porta-voz da Agência de Gestão de Desastres indonésia, Supoto Purwo Nugroho, revelou que "há ainda muitos corpos que estão sob os escombros"Número de mortos na Indonésia sobe para 832mais recente balanço das autoridades indica que são já 832 as vítimas mortais na Indonésia. Um número que, no entanto, poderá ainda subir nas próximas horas. No total, 821 pessoas morreram em Palu, cidade com cerca de 350.000 habitantes na costa oeste de Celebes, e o óbito de 11 vítimas foi confirmado em Donggala. Há ainda 540 feridos sendo assistidos nos hospitais locais. Em declarações à imprensa internacional, o porta-voz da Agência de Gestão de Desastres indonésia, Supoto Purwo Nugroho, revelou que "há ainda muitos corpos que estão sob os escombros e aos quais ainda não conseguimos chegar".
De acordo com o The Guardian, o acesso a equipamento que poderá ajudar a resgatar eventuais vítimas com vida é limitado, o que tem dificultado as operações de resgate.
O tsunami que se seguiu a dois sismos que abalaram a ilha de Celebes, com magnitudes de 6,1 e 7,5, deixou ainda os municípios mais afetados sem eletricidade e sem água, já que o sistema de canalização da cidade também foi severamente afetado. Igualmente limitado é o acesso a combustíveis para viaturas.
Recorde-se que o sismo mais forte, às 18h02 locais (hora local), de sexta-feira, ocorreu a uma profundidade de 10 quilômetros, e a 56 quilômetros a nordeste de Donggala, na ilha de Celebes, segundo o centro geológico norte-americano (USGS, na sigla em inglês).
A Indonésia é frequentemente afetada por sismos por se encontrar no 'Anel de Fogo do Pacífico', um círculo de vulcões e falhas sísmicas na bacia do Pacífico.
Os terremotos que assolaram a ilha indonésia de Lombok no final de julho e em agosto já tinham causado pelo menos 555 mortos e cerca de 1.500 feridos.
A ilha turística perto de Bali, no sul da Indonésia, foi atingida por dois fortes terremotos em 29 de julho e 05 de agosto, seguidos por réplicas, e de um novo sismo de magnitude 6,9 em 19 de agosto. Com informações da Lusa. 

Novo líder do PSD diz-se convencido em vitória nas regionais de 2020

Segundo o site https://www.noticiasaominuto.com: O novo líder do PSD/Açores, Alexandre Gaudêncio, disse hoje querer devolver a "mística de vitórias" ao partido, apontando o objetivo de vencer regionais de 2020 e derrotar o PS.Novo líder do PSD diz-se convencido em vitória nas regionais de 2020"Estamos convencidos e convictos de que, já nas próximas regionais de 2020, o PSD será Governo na Região Autónoma dos Açores", sublinhou Gaudêncio, em mensagem veiculada após a sua vitória nas diretas do PSD/Açores no sábado                      Para o autarca da Ribeira Grande, o PSD/Açores "está vivo, recomenda-se" e agora a fase é de união.
"Conto ter um partido que possa ser cada vez mais de união e que, a uma só voz, combata o PS. Queremos devolver a mística das vitórias ao partido", disse.
Alexandre Gaudêncio foi no sábado à noite eleito líder do PSD/Açores, recolhendo 60,9% dos votos, enquanto o seu opositor, Pedro Nascimento Cabral, obteve 37,5%.
De acordo com indicações dadas pelo partido, nas eleições diretas para a liderança dos sociais-democratas da região participaram 2.820 militantes, o que constitui um aumento de 53,8% na afluência às urnas em relação ao ato eleitoral anterior.
Alexandre Gaudêncio obteve 1.716 votos e Pedro Nascimento Cabral alcançou 1.058, tendo-se registado ainda 46 votos brancos ou nulos.
Gaudêncio, que era vice-presidente da comissão política regional do partido sob a alçada do antigo líder, Duarte Freitas, propõe para o PSD/Açores um "novo rumo" e o mobilizar para o partido de cidadãos com "provas dadas". 

Importações ilegais de combustíveis lesam o Estado em 66 milhões

Segundo o site https://www.noticiasaominuto.com: Os operadores que importaram gasóleo ilegalmente devem ao Estado 66 milhões de euros por transações entre 2013 e 2017, período no qual aumentaram a quota de mercado para 2,7%, segundo um estudo a que a Lusa teve acessoImportações ilegais de combustíveis lesam o Estado em 66 milhõesEm causa estão empresas que compraram gasóleo em Espanha - com impostos e taxa de incorporação de biocombustíveis mais baixos do que os praticados em Portugal - como se fossem para ser vendidos no mercado espanhol, mas que acabam por ser transportados, por via terrestre, para Portugal. No Estudo sobre irregularidades na entrada de combustíveis em Portugal, realizado pelo grupo de trabalho criado pelo Governo, lê-se que "estão atualmente em dívida cerca de 66 milhões de euros referentes a compensações acumuladas pelo não pagamento das [...] obrigações de incorporação, sendo este o défice de TdBs [títulos de biocombustíveis] apurado entre 2013 e 2017".
Estas obrigações são relativas ao Fundo Ambiental ao Fundo de Eficiência Energética.
"Neste período, esta dívida aumentou em média cerca de 103,3% ao ano", acrescenta o documento, que teve por base uma análise feita pelas secretarias de Estado da Energia e dos Assuntos Fiscais, pela Entidade Nacional para o Mercado dos Combustíveis (ENMC) e pela Autoridade Tributária e Aduaneira.
"Sem prejuízo de outros fatores [...] o incumprimento do regime da incorporação e sustentabilidade dos biocombustíveis permite que os operadores incumpridores possam praticar preços mais baixos desvirtuando a concorrência no mercado", apontam as entidades no documento, explicando que, por esta razão, "estes operadores aumentaram significativamente a sua quota de mercado nas introduções ao consumo em volume entre 2012 e 2017, que em conjunto atingiram respetivamente cerca de 127 mil toneladas no gasóleo e 31 mil toneladas na gasolina".
Assim, e "pese embora os cinco principais operadores do mercado ainda mantenham uma posição dominante com uma quota em volume de cerca de 96,7% das introduções globais ao consumo de gasóleo e gasolina em 2017, os operadores incumpridores viram a sua quota crescer de cerca de 0,5% em 2012 para cerca de 2,7% em 2017", precisam.
Verificou-se, assim, que estas empresas - cujo número não é especificado - levaram à "perda de receita para o Estado", promoveram a "concorrência desleal no mercado" e incumpriram também em "critérios de sustentabilidade, com impossibilidade de contabilização do biocombustível incorporado no cumprimento das metas nacionais de renováveis".
"Esta situação tem permitido que um conjunto de operadores económicos incumpridores se tenham mantido no mercado e que, em função das vantagens competitivas que obtêm com a poupança de custos pelo não cumprimento das metas de incorporação nacionais obrigatórias, tenham aumentado as suas introduções ao consumo em volume com um valor médio de 39% no gasóleo e de 68,6% para a gasolina entre 2012 e 2017", indica o documento.
Acresce que, entre estes anos, "o mercado aumentou numa média anual de 1,2% para o gasóleo tendo mesmo decrescendo 1,3% para a gasolina".
Para justificar a falta de incorporação dos biocombustíveis, o grupo trabalho aponta problemas como a "falta de controlo sobre as operações e quantidades".
Em janeiro deste ano, o Estado português colocou em tribunal cinco empresas que importaram gasóleo de Espanha sem ser declarado, exigindo 48 milhões de euros em compensações pela "falta reiterada de pagamento" da incorporação dos biocombustíveis, desde 2015.

sábado, 29 de setembro de 2018

Prefeita de Surubim Ana Célia na final da reta arrasta multidão na Avenida principal de Surubim

Prefeita de Surubim Ana Célia(PSB) nesta sexta feira(28) fez uma decida junto ao ex Prefeito da cidade Flávio Nóbrega e seu filho  vice prefeito Guilherme Nóbrega, com os Vereadores da bancada(PSB) Luciano conhecido por Bomba(PSD), Fabrício Brito(PSB) presidente dos Vereadores e outros, também esteve presente o Deputado Estadual licenciado e coordenador da campanha do Governador de pernambuco Nilton Mota, arrastaram uma multidão em apoio ao Governador Paulo Câmara e aos Deputados, na sua fala lembrou de 2016 que tiveram a maior vitoria nas eleições na cidade, junto de uma união da prefeita Ana Célia com Dr, Flávio o ex prefeito da cidade de Surubim, falou também da importância ajuda dos Vereadores e que tem aprovado os projetos na Câmara dos Vereadores, Nilton Mota também cumprimentou o vice prefeito de Limoeiro Marcelo Motta que estava presente em apoio na cidade, e falou da lapada que deu no Deputado Federal, veja tudo em Vídeo. 
 










Bolsonaro — Conheça os mais de 630 projetos de lei do deputado

Segundo o site https://conexaopolitica.com.br: Fala-se muito que, em 26 anos de deputado, Bolsonaro “não fez nada”. Mas isso não é verdade, o deputado já fez mais de 630 projetos de lei. Mas sabe-se que muitos projetos não são aprovados devido a ideologia predominante no congresso ou por puro boicote. O site O Congressista fez uma seleção de 22 PL’s/PECS do parlamentar para que você tire suas próprias conclusões a respeito da qualidade e das temáticas dos projetos. Alguns desses projetos pedem diminuição de impostos, outros falam de segurança, e tem projetos até para a área de saúde. Veja a lista abaixo. Para ver TODOS os projetos do Parlamentarclique aqui >>
PL – 6944/2017 – Esse projeto de lei é uma medida que se impõe a garantir, em diploma legal, o acesso satisfatório aos serviços de dados sem a imposição de limites desarrazoados aos usuários. Esse projeto de lei vem para fazer frente às medidas adotadas pela Anatel, que são: limite de dados, cerceamento do usuário no acesso a informação de forma abusiva e perversa, prejudicando o uso da Internet no Brasil.
PEC – 191/2016 – Essa proposta de emenda a Constituição foi feita pelo parlamentar para determinar que o Ministro de Estado da Defesa seja escolhido entre os Oficiais Generais das Forças Armadas.
PL – 4510/2016 – Esse projeto de lei permite o uso compassivo da fosfoetanolamina sintética. Ou seja, para permitir que pacientes em fases terminais possam acessar esses tratamentos experimentais.
PL – 4730/2016 – Esse projeto de lei visa incluir no rol dos crimes hediondos aqueles dolosos, praticados com arma de fogo, mediante violência ou grave ameaça à pessoa.
PL – 5847/2016 – Esse projeto de lei retira a obrigatoriedade do uso, nas rodovias, de farol baixo aceso durante o dia.
PL – 1281/2015 – Esse projeto de lei visa determinar o bloqueio do uso de celulares e radiotransmissores em presídios e penitenciárias.
PL – 1824/2015 – Esse projeto de lei impõe pena mínima de dez anos de reclusão para o indivíduo que praticar três crimes.
PL – 2832/2015 – Esse projeto de lei visa não caracterizar como crime atos de defesa do patrimônio, a fim de resguardar a defesa ao cidadão.
PL – 860/2015 – Esse projeto de lei torna obrigatória a revista pessoal aos visitantes em estabelecimentos prisionais.
PL – 7421/2014 – Esse projeto de lei agrava a pena sobre os crimes de pichação.
PL – 7473/2014 – Esse projeto de lei isenta impostos a portadores de doença pulmonar obstrutiva crônica – DPOC – enfisema pulmonar.
PL – 5398/2013 – Esse projeto de lei aumenta a pena para os crimes de estupro contra vulnerável e não-vulnerável.
PL – 4450/2012 – Esse projeto de lei permite a utilização das drogas apreendidas para um “adestramento dos cães”. Ou seja, para aperfeiçoar a aptidão farejadora dos cães da polícia tornando-os mais eficiente na busca dos tipos de droga.
PL – 367/2011 – Esse projeto de lei suspende o direito de dirigir do infrator que atingir quarenta pontos na Carteira Nacional de Habilitação, durante o período de doze meses.
PL – 5065/2009 – Esse projeto de lei exclui das penalidades por excesso de velocidade os condutores de veículos precedidos por batedores, de socorro de incêndio e salvamento, de polícia, fiscalização de trânsito e ambulâncias.
PL – 5481/2009 – Esse projeto de lei isenta a cobrança de impostos para portadores de Lúpus Eritematoso Sistêmico.
PL – 106/2007 – Esse projeto de lei inclui como crime hediondo o roubo de veículos automotores.
PL – 2426/2007 – Esse projeto de lei extingue a exigência do Exame de Ordem para inscrição dos advogados na OAB.
PLP – 354/2006 – Esse projeto de lei garante 50% (cinqüenta por cento) das vagas para Deputados Federais às populações negras e pardas.
PL – 6163/2005 – Esse projeto de lei autoriza os órgãos de segurança pública a utilizarem armas e munições apreendidas ou encontradas.
PL – 2215/1996 – Esse projeto de lei concede isenção de impostos sobre produtos industrializados.

Receita Federal não encontrou nada de errado em patrimônio de Bolsonaro em 2008

Segundo o site https://republicadecuritiba.net: A denúncia feita em 2008 por Ana Cristina Valle, ex-mulher de Bolsonaro, de que ele teria ocultado patrimônio foi averiguada pela Receita Federal e não foi encontrado nada incongruente.A investigação, segundo informação do Estadão, foi a fundo em “dados apresentados em sua declaração de Imposto de Renda e nos bens registrados em nome de Bolsonaro.”
Ou seja, mais uma mentira que cai por terra.

Pai do aluno que atirou contra colegas em escola é preso

Segundo o site https://www.noticiasaominuto.com.br: De acordo com a Polícia Civil, o homem está detido desde sexta-feira (28) na cadeia pública da cidadePai do aluno que atirou contra colegas em escola é presoOpai do adolescente de 15 anos que atirou em colegas de escola em Medianeira, no oeste do Paraná, foi preso por porte ilegal de arma e omissão de cautela.                            De acordo com a Polícia Civil, o homem está detido desde sexta-feira (28) na cadeia pública da cidade.
O G1 informou que o adolescente e outro colega suspeito de dar suporte ao ataque foram transferidos da cadeia pública na noite de sexta para o Centro de Socioeducação (Cense) de Foz do Iguaçu.
Dois jovens foram atingidos pelos tiros e nenhum dos dois corre risco de vida.  

Policial militar mata ex-mulher, o filho e comete suicídio em SC

Segundo o site https://www.noticiasaominuto.com.br: Os assassinatos ocorreram na frente dos familiares das vítimas, incluindo outro filho de Elenir de apenas 9 anosPolicial militar mata ex-mulher, o filho e comete suicídio em SCpolicial militar identificado como Delmar Camargo, de 45 anos, matou a tiros a ex-companheira Elenir Teresa Ottowicz, de 42 anos, e Davi Ottowicz Camargo, de 3, e depois tirou a própria vida na noite da última sexta-feira(28), em Camboriú, Santa Catariana. Informou a corporação ao portal G1.                                                                    Delmar era cabo da PM em Itajaí, outro município do estado de SC, e estava em processo de exclusão da corporação, segundo informou o tenente Tiago Ghilardi, do 12ª Batalhão da PM.
O crime que ocorreu por volta das 23h começou ainda de manhã quando Delmar, que estava há seis meses separado da ex-companheira, foi a casa de Elenir para buscar o filho. Ele teria aparecido na residência com um buquê de flores, enquanto familiares da ex-mulher faziam um churrasco. O cabo teria entrado no apartamento, mas devido as várias insistências em reatar o relacionamento ele acabou sendo colocado para fora do apartamento.
Quando estava do lado de fora, Camargo deu dois tiros na fechadura, e arrombou a porta do apartamento. Em seguida ele deu uma coronhada na ex-companheira e quando ela estava no chão, acertou dois tiros em sua cabeça. Depois ele se dirigiu ao quarto do filho Davi, e também disparou na cabeça do menino, em seguida ele se matou, também com um tiro.
Os assassinatos ocorreram na frente dos familiares das vítimas, incluindo outro filho de Elenir de apenas 9 anos.
Testemunhas disseram à NSC TV que os casos de violência doméstica eram recorrentes no relacionamento dos dois, e boletins de ocorrência já haviam sido registrados contra o PM.
A Polícia Militar relarou ao portal G1 que vai instaurar um Inquérito Policial Militar (IPM) para apurar o caso.  

Tufão atinge o Japão com ventos de 216 Km/h

Segundo o site https://www.noticiasaominuto.com.br/mundo: Mais de 300 voos foram cancelados, e as ferrovias do país anunciaram suspensão de todas as viagens na região de Osaca até domingoTufão atinge o Japão com ventos de 216 Km/hCom ventos de até 216 Km/h o tufão Trami devastou a ilha de Okinawa, no Japão, neste sábado (29), e deixou pelo menos 17 feridos segundo informa a France Presse.          O vento derrubou várias árvores que bloquearam estradas e causaram estragos em casas na ilha. Quase 700 habitantes tiveram de deixar suas casas e buscar refúgio em abrigos públicos. Mais de 200 mil casas ficaram sem energia elétrica, informou o canal público NHK.
Mais de 300 voos foram cancelados, e as ferrovias do país anunciaram suspensão de todas as viagens na região de Osaca até domingo (30).
"O balanço pode se tornar mais grave, pois estamos na metade do trabalho. A população de Okinawa está acostumada aos tufões, mas recomendamos que permaneçam vigilantes", afirmou Masatsune Miyazato, diretor da agência de gestão de desastres.   

Número de mortos na Indonésia sobe para 420

Segundo o site https://www.noticiasaominuto.com.br/mundo: O número de mortos na sequência dos sismos, seguidos de tsunami, que abalaram na sexta-feira a ilha de Celebes, na Indonésia, subiu para 420, de acordo com um novo balanço das autoridades locais.Número de mortos na Indonésia sobe para 420"Este é o número registado apenas em Palu [capital da província Celebes Central]. Não inclui o número de mortos nos distritos de Donggala e Sigi", afirmou o diretor da Agência Nacional de Gestão de Desastres (BNPB, sigla em inglês), Wilem Rampangilei, em declarações à agência de notícias indonésia, Antara.                                                        De acordo com o responsável, não há ainda dados relativos ao número de vítimas naqueles dois distritos devido às falhas nas comunicações.
"Até hoje à noite, dez mil pessoas deslocadas foram alojadas em 50 locais na cidade de Palu. Foi-lhes dado abrigo, comida e medicamentos", disse.
As autoridades na Indonésia tinham elevado hoje para 384 o número de mortos na série de terramotos e tsunamis que atingiram a ilha de Celebes na sexta-feira e que também causaram uma extensa destruição. Há ainda pelo menos 540 feridos e 29 desaparecidos, de acordo com dados provisórios.
A maioria das vítimas registou-se em Palu, cidade com cerca de 350.000 habitantes na costa oeste de Celebes, indicou Sutopo Purwo Nugroho, porta-voz da agência de catástrofes, que pediu hoje, em conferência de imprensa em Jacarta, "pessoal, voluntários e equipamento específico" para ajudar nas operações de socorro e limpeza.
A catástrofe deixou mais de mil edifícios destruídos ou danificados e a missão mais importante agora é restabelecer a luz e as comunicações.
Técnicos de telecomunicações e transporte aéreo, que chegaram esta manhã ao aeroporto de Palu, já estão a trabalhar na reparação de algumas instalações elétricas danificadas.
O aeroporto de Palu, que opera voos nacionais, está encerrado desde sexta-feira, após os danos causados pelo sismo, que também afetou pontes, hospitais e portos.
Estão a funcionar os aeroportos de Poso, Toli-Toli, Luwuk Bangai e Mamuju, todos na mesma região.
Entretanto, a União Europeia (UE) ativou o sistema de mapas por satélite através do programa Copernicus, para apoiar as autoridades indonésias nos esforços de resgate.
A Indonésia assenta sobre o chamado Anel de Fogo do Pacífico, uma zona de grande atividade sísmica e vulcânica onde, em cada ano, se registam cerca de 7.000 terramotos, a maioria moderados.
Entre 29 de junho e 19 de agosto, pelo menos 557 pessoas morreram e quase 400.000 ficaram deslocadas devido a quatro terramotos de magnitudes compreendidas entre 6,3 e 6,9, que sacudiram a ilha indonésia de Lombok.   

Conta de luz continua com tarifa mais alta em outubro

Segundo o site https://www.noticiasaominuto.com.br: Bandeira vermelha acarreta na cobrança extra de R$ 5 a cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidosConta de luz continua com tarifa mais alta em outubroAgência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) informou nesta sexta-feira (28) que vai manter a cobrança extra na conta de luz no patamar mais alto em outubro.                    Desde junho, as contas de luz estão na bandeira vermelha, patamar 2, o que acarreta cobrança extra de R$ 5 a cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos. Segundo a agência, a cobrança será mantida porque ainda são desfavoráveis as condições hidrológicas e por causa da queda no nível de armazenamento dos principais reservatórios do Sistema Interligado Nacional (SIN).
De acordo com a Aneel, apesar da queda do Preço de Liquidação de Diferenças (PLD), o cenário hidrológico foi desfavorável e não se vislumbrou melhora significativa do risco hidrológico (GSF, na sigla em inglês). “O GSF e o PLD são as duas variáveis que determinam a cor da bandeira a ser acionada”, informou a agência.
Nos quatro primeiros meses do ano, vigorou a bandeira verde, sem cobrança extra na conta de luz. Em maio, vigorou a bandeira tarifária amarela, em que há adicional de R$ 1 na conta de energia do consumidor a cada 100 kWh consumidos.
Em junho, quando decidiu adotar a bandeira vermelha no patamar 2, a Aneel disse que a decisão foi tomada em razão do fim do período chuvoso e da redução no volume dos reservatórios das usinas hidrelétricas.
O sistema de bandeiras tarifárias foi criado para sinalizar aos consumidores os custos reais da geração de energia elétrica. A adoção de cada bandeira, nas cores verde (sem cobrança extra), amarela e vermelha (patamar 1 e 2), está relacionada aos custos da geração de energia elétrica. No patamar 1, o adicional nas contas de luz é de R$ 3 a cada 100 kWh; no 2, de R$ 5.
Para evitar aumento significativo nas contas, a Aneel faz algumas recomendaçoes aos consumidores, entre as quais de banhos mais rápidos para quem usa chuveiro elétrico, e optar por temperatura morna ou fria.
A agência sugere também a diminuição no uso do ar condicionado e que, quando o aparelho for usado, não se deixem portas e janelas abertas. Além disso, é preciso manter limpo o filtro do aparelho. Outra sugestão é que o consumidor fique atento ao tempo em que a porta da geladeira fica aberta e que nunca se coloquem alimentos quentes em seu interior.
Outras dicas são juntar as roupas para serem passadas de uma só vez e não deixar o ferro ligado por muito tempo e, em caso de longos períodos de ausência de casa, evitar que os aparelhos fiquem no sistema stand-by(em espera). Nesse caso, o mais indicado é retirá-los da tomada. Com informações da Agência Brasil.  

Caixa e Banco do Brasil cortam 21,2 mil empregados

Segundo o site https://www.noticiasaominuto.com.br: Corte faz parte do esforço das instituições financeiras em reduzir custos e tornar a estrutura mais parecida com a dos bancos privadosCaixa e Banco do Brasil cortam 21,2 mil empregadosBancos públicos diminuíram a folha de pagamento em 21,2 mil empregados nos últimos dois anos. O corte faz parte do esforço do Banco do Brasil e da Caixa Econômica Federal em reduzir custos e tornar a estrutura mais parecida com a dos bancos privados. A saída dos empregados deve gerar economia de pelo menos R$ 2,5 bilhões por ano aos dois bancos. Após operar com mais de 114 mil empregados no início da década, o BB que já foi símbolo de emprego estável começou a agir para reduzir o quadro de funcionários.
Ações como o incentivo à aposentadoria e mudança na estrutura de atendimento resultaram na saída de mais de 16 mil pessoas, sendo quase 12 mil apenas nos últimos dois anos, quando o quadro diminuiu em 10,9%. Na Caixa, um plano de demissão voluntária resultou na saída de 9,2 mil pessoas, queda de 9,7%.
Nesses dois anos, os concorrentes privados foram em sentido contrário. Juntos, Itaú Unibanco, Bradesco e Santander aumentaram a folha de pagamento em 11,3 mil empregados no mesmo período. Boa parte desse aumento se deve a aquisições, como a compra do HSBC pelo Bradesco.
Bancos públicos argumentam que a redução do quadro de funcionários é uma reação à transformação do setor. O BB diz que a medida busca "a sustentabilidade da empresa em um mercado em profunda transformação".
A Caixa diz que o objetivo é "ajustar a estrutura ao cenário competitivo e econômico atual, buscando mais eficiência do banco". Nesse esforço, sobrou até para o estagiário. No BB, o número despencou em 60% em dois anos com o desligamento de 2,8 mil estagiários. Na Caixa, o corte foi de 30%.
Lucro
A busca pela eficiência significa, na prática, aumentar o lucro. O BB estima que só o plano de aposentadoria incentivada, que teve adesão de 9,4 mil, gerou redução de custos em cerca de R$ 2,3 bilhões por ano. Na Caixa, onde 9,2 mil deixaram o banco, só a saída de 1,3 mil pessoas em 2018 gerará economia anual de R$ 248,5 milhões.
"Bancos privados já fizeram esse movimento e os públicos estão reagindo à concorrência", diz o analista da consultoria Lopes Filho, João Augusto Salles, ao lembrar que o setor tem mudado radicalmente com o uso maciço dos canais eletrônicos. Salles nota ainda que o movimento responde a uma necessidade do principal acionista do BB e Caixa: o governo.
A presidente da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro, Juvandia Moreira, diz que o enxugamento de pessoal tem gerado impacto no funcionamento dos bancos. "Gera sobrecarga para os empregados que ficaram e queda da qualidade do serviço ao cliente", diz.
O ranking do Banco Central de reclamações é uma maneira de medir a qualidade do serviço bancário e, por esse critério, Caixa e BB pioraram. Em junho de 2016, a Caixa era o terceiro grande banco com mais reclamações e o Banco do Brasil ocupava a confortável sexta posição - era o melhor colocado entre os grandes.
Desde então, a Caixa chegou a liderar o ranking em alguns períodos e atualmente é o segundo pior avaliado. Já o BB passou de sexto a terceiro mais reclamado.
A insatisfação fica ainda clara com o detalhamento das reclamações recebidas pelo BC. Das 11,6 mil queixas do 2º trimestre contra a Caixa, mais de mil tratavam de "insatisfação com o atendimento prestado por agências".
No caso do BB, das 8,7 mil reclamações no BC, 919 citavam o mesmo problema. Nos concorrentes privados, outros temas são os mais reclamados, como irregularidade em operações e oferta ou prestação de informação inadequada.
Caixa e BB
A Caixa diz que a posição do banco no ranking do BC não tem qualquer relação com o enxugamento da folha de pagamento ou o número de funcionários das agências.
Em nota, o banco informou que tem adotado ações que "visam aumentar a eficiência operacional, por meio da otimização e automação de processos internos, melhorias em sistemas e serviços e equalização da força de trabalho".
O Banco do Brasil informou que "na maior parte dos períodos avaliados, ocupou posições melhores que seus principais pares no ranking do BC". "O BB não ocupou em nenhum dos dois trimestres (de 2018) as primeiras posições, ficando apenas no terceiro lugar entre seus principais pares", afirma a nota. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Bolsonaro recebe alta e deixa hospital em São Paulo

Segundo o site https://g1.globo.com: Candidato à presidência ficou 3 semanas internado no hospital Albert Einstein após sofrer uma facada do abdômen em MG.Bolsonaro embarca no avião rumo ao Rio de Janeiro — Foto: Graziela Azevedo/TV Globo O candidato à presidência Jair Bolsonaro (PSL) recebeu alta às 10h deste sábado (29), segundo boletim médico divulgado às 14h. Ele estava internado no Hospital Israelita Albert Einstein, na Zona Sul de São Paulo, desde 7 de setembro, um dia após sofrer uma facada no abdômen durante ato de campanha e passar por cirurgia em Juiz de Fora (MG). Ele precisou passar por duas cirurgias desde então.
Segundo o presidente do PSL, Gustavo Bebbiano, Bolsonaro está "plenamente recuperado". De acordo com o presidente da sigla, ele surpreendeu a todos os médicos, mas não tem condições de fazer campanha nas ruas.
"Ainda há uma fragilidade física que pode causar um retrocesso nessa recuperação, não haverá corpo a corpo. Campanha de rua ele está impossibilitado de fazer", disse Bebbiano em frente ao hospital.Presidente do PSL, Gustavo Bebbiano, fala sobre a alta de Bolsonaro em frente ao hospital — Foto: Reprodução/TV GloboPresidente do PSL, Gustavo Bebbiano, fala sobre a alta de Bolsonaro em frente ao hospital — Foto: Reprodução/TV Globo
Pouco antes, Major Olímpio, candidato do PSL ao Senado, afirmou que no final da manhã, os médicos já haviam passado todas as prescrições médicas e que ele só aguardava o horário do voo, às 15h40 no Aeroporto de Congonhas, para o Rio de Janeiro. "Está eufórico, brincalhão, muito feliz de ir para casa", disse o major.
Bolsonaro embarcou às 15h46 e foi recebido com vaias e aplausos.                    Bolsonaro teve o cateter usado para administrar medicação retirado na quarta-feira (28). No local havia pequeno foco de infecção bacteriana. Como precaução os médicos decidiram manter a medicação por antibiótico na veia por mais um ou dois dias.
Nesta sexta-feira (28), Bolsonaro postou uma foto em sua conta no Instagram fazendo a barba no banheiro do quarto onde está internado no hospital. "Me preparando para voltar à ativa", escreveu.                                                                  Neste sábado, o candidato escreveu no Twitter: "O Brasil está na lama por conta do sistema falido que coloca o povo a serviço do Estado e faz acordos corruptos visando a própria sobrevivência. Liderando a corrida sem se curvar a este modelo, afirmo com segurança: nunca estivemos tão próximos de finalmente mudar esta realidade".

Redes sociais

Bolsonaro fez postagens nesta sexta-feira (28) sobre 'ataques de parte da mídia'. A revista 'Veja' trouxe uma reportagem sobre o processo de separação com Ana Cristina Siqueira Valle em 2008, em que ela o acusa de agressividade, de furto de cofre e que ele tinha renda superior ao que recebia como deputado federal e militar da reserva.                                                                                         

Veja a cronologia do caso

   

Publicado em 29 de set de 2018

Vejam a foto da empresa que ganhou a licitação da maratona na gestãõ do ex prefeito Tulio Vieira

Vejam o prédio antigo e acabado mais que usavam como empresa na gestão do ex prefeito Tulio Vieira, que esta sendo investigado, J.A. DOS SA...